Ganhador.com

NBB

NBB: Paulistano faz campanha histórica e assume papel de rival do ‘Super Flamengo’

Paulistano NBB
Foto: Divulgação Liga Nacional de Basquete

Tradicional equipe de São Paulo assume a vice-liderança e lidera pelotão dos concorrentes ao gigante carioca nesta temporada do basquete brasileiro                 

Mogi das Cruzes, Bauru e Franca bem que tentaram. Mas é extremamente provável que a partir de agora seja mesmo o Paulistano o grande rival do Flamengo na liderança do NBB nesta temporada 2017/2018. O último compromisso deu uma noção do que esperar da equipe: jogando em casa, o Paulistano do técnico Gustavo De Conti controlou o Sesi-Franca e venceu por 88×74. Não foi uma vitória qualquer: além de assumir a segunda colocação de maneira isolada, a equipe chegou à sua 11ª vitória seguida, seu recorde na competição.

 

O ‘Golden State’ do Brasil

O que chama a atenção no estilo de jogo do Paulistano nesta temporada é a repetição da principal arma usada pelo Golden State Warriors nos jogos da NBA: uma concentração total nas bolas de três pontos. O que ocorreu contra o Franca foi um grande exemplo disso: 15 acertos em 33 tentativas, com um índice de acerto de 45,5%. O Paulistano é o líder absoluto da competição neste item, com uma média de acertos de 11,5 bolas de três por partida. O recorde em um só jogo também é do “CAP”, como o Paulistano é chamado no NBB: foram 19 acertos contra o Solar Cearense.

Falar só das bolas de três do Paulistano é desconsiderar também as outras peças da equipe. E uma delas está sendo chamada de “mágico” pelos seus torcedores. Diante do Franca, o armador Elinho Corazza brilhou como poucas vezes na temporada – e isso porque ele é o líder em assistências na temporada (7,3 por jogo). Elinho se destacou na pontuação, terminando a partida com 15 pontos no total. E impressionou pela precisão: foram 3 acertos em 4 tentativas nas bolas de três e um índice perfeito nas bolas de dois, com três acertos em igual número de arremessos.

Além de Elinho, o Paulistano contou também com um jogo pesado do pivô David Nesbitt, de Bahamas, com 17 pontos e 3/5 nas tentativas de bolas de três. Não à toa, a equipe mostrou que pode esticar ainda mais a sua sequência de vitórias: já são 11 triunfos seguidos na competição. Esta é a quinta maior série da história do NBB, e passou a ser a maior série de partidas vencidas pelo Paulistano em toda a história do campeonato.

E é bom o Flamengo, de fato, se cuidar. A distância para o Paulistano é pequena. O Rubro-Negro tem 12 vitórias e 2 derrotas, com 85,7% de aproveitamento. O clube de São Paulo está com 13 vitórias e 3 derrotas (81,3%).

As equipes que vêm a seguir não estão longe, tampouco. Mogi das Cruzes (80%) e Franca (75,0%) fecham o “top 4”. A temporada regular do NBB vai acabar só nas últimas semanas de março. Que ninguém se surpreenda se qualquer uma dessas quatro equipes conseguir emplacar uma arrancada e terminar a competição na liderança – o que não vai significar, porém, um grande favoritismo no playoff, que tem tudo para ser dos mais equilibrados do basquete brasileiro.

 

Rivalidade em quadra

Falar em equilíbrio, porém, não é ser muito realista com a previsão do grande clássico deste final de semana, quando Vasco e Flamengo se enfrentam na Arena Carioca 1 às 14h (de Brasília) de sábado.

O Flamengo é o líder absoluto e deve aproveitar o desnível para marcar bem seu território e agradar a sua torcida. O Vasco, em compensação, sofre com salários atrasados e faz uma campanha bem aquém das suas tradições, ocupando apenas a 11ª colocação do NBB, com 5 vitórias e 10 derrotas.

Vai ser estranho acompanhar o clássico: o mando de quadra é do Vasco, que terá torcida única. A empolgação do Gigante da Colina com este time é praticamente nula, e não há a esperança de um grande público, em que pese o líder da competição estar em quadra.

 

Outros ares

Enquanto o Flamengo mede forças com o Vasco, o Paulistano neste final de semana estará no Chile, onde vai disputar a Liga das Américas. A equipe integra o Grupo B e joga entre sexta (26) e domingo (28) na cidade de Talca. O Paulistano integra a mesma chave que o San Lorenzo, da Argentina, o Mogi das Cruzes e os chilenos do Español de Talca. O Paulistano estreia na competição justamente contra o Español, às 22h30 (de Brasília) desta sexta (26).

 

Jogos da 13ª semana da temporada regular do NBB 2017/2018

  • Quinta-feira, 25 de janeiro, 20:30 – Vitória x Liga Sorocabana – Palpite: Vitória
  • Sexta-feira, 26 de janeiro, 20:00 – Joinville x Caxias do Sul – Palpite: Caxias
  • Sábado, 27 de janeiro, 14:00 – Vasco x Flamengo – Palpite: Flamengo

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar