Ganhador.com

NBB

Flamengo abre 2018 como forte candidato ao hexa no NBB

Flamengo NBB
Foto: Staff Images / Flamengo / Reprodução

Sofrendo no futebol, o Rubro-Negro tem grandes chances de ser campeão com a bola laranja; desempenho contra o Vasco foi animador                 

Uma vez Flamengo, sempre Flamengo. O trecho do famoso hino do clube carioca pode ser repetido quantas vezes for preciso no NBB. O principal torneio do basquete brasileiro, afinal, já viu a consagração do Rubro-Negro nada menos que cinco vezes. E uma sexta taça, repetindo a quantidade do Brasileirão de futebol, pode muito bem estar a caminho.

 

A boa e velha raça

O Flamengo fechou 2017 da maneira que seu torcedor sonhava: com uma vitória sobre o Vasco em uma Arena 1 que recebeu bom público (quase 4.000 torcedores) e viu um ótimo jogo terminado com vitória rubro-negra por 89×81.

O Vasco saiu na frente, fechando o primeiro quarto com 26×15, mas o clube da Gávea equilibrou a partida e conseguiu controlar as investidas do rival até o fim.

Havia, sim, uma disparidade técnica entre as equipes. O Flamengo é o terceiro na classificação geral. Já Vasco está na 11ª colocação. Mas tais retrospectos sempre são um pouco traiçoeiros nos clássicos, e o Flamengo fez o que dele se esperava, especialmente no final da partida, quando o Vasco forçou tudo o que podia para virar o placar.

“O mérito é total dos jogadores, que tiveram muito brio. Começamos a partida de um jeito ruim, deixando o Vasco jogar solto, e depois mudamos a postura”, analisou o técnico do Flamengo, José Neto. “O time merecia demais essa vitória e nosso foco está bastante ajustado nos nossos objetivos. Foi uma vitória do jeito que o Flamengo merece.”

Vale sempre reforçar: o Flamengo tem, de longe, o time mais experiente do Brasil. E mesmo medalhões de 42 anos, como Marcelinho Machado, demonstram que estão com a corda toda. Foi ele, Marcelinho, o cestinha do clássico contra o Vasco, com 22 pontos, sendo o verdadeiro líder em quadra que toda a torcida espera.

Mas o Flamengo não é só Marcelinho. O ala Marquinhos e o pivô JP Batista também entram nesta mescla de experiência e capacidade. Cada um deles marcou 12 pontos diante do Vasco, enquanto os alas/pivôs Olivinha e MJ Rhett contribuíram com 11 cada um. Ou seja: cinco jogadores ultrapassaram os dois dígitos na pontuação. Mais animador, impossível.

O Rubro-Negro ocupa a terceira colocação no NBB, com 75% de aproveitamento, empatado com o Pinheiros, o segundo colocado. O Mogi, líder, não está tão longe assim: 90%. O Flamengo tem dois jogos a menos. Enquanto o Mogi já atingiu dez partidas, o Fla atuou oito vezes.

 

Mogi abre 2018 com pedreira pela frente

Líder da competição, o time de Mogi das Cruzes começa o ano com um confronto bem complicado às 19h30 (de Brasília) desta quarta-feira (3): jogando em casa, a equipe do ótimo técnico Guerrinha recebe o Paulistano, que ocupa a quinta colocação, mas com um time capaz de oferecer total resistência.

Uma prova disso veio do Paulista realizado no último ano, quando cada uma das equipes ganhou uma partida na fase de classificação. O playoff, então, foi de matar. O Mogi abriu 2 a 0 na série, mas o Paulistano conseguiu uma virada épica para 3 a 2, devolvendo o placar da semifinal de 2016.

Ou seja: além da paridade técnica, há um grande componente de rivalidade em jogo.

O Mogi, porém, leva vantagem em duelos contra o Paulistano pelo NBB. Em dez confrontos, a equipe da Grande São Paulo ganhou seis vezes, contra quatro do time da capital.

Os dois times chegam forte. Depois de perder as duas primeiras partidas do NBB, para Bauru e Franca, o Paulistano ganhou sete dos últimos oito jogos – os últimos cinco de maneira consecutiva. Já o líder Mogi está num embalo de dar gosto: venceu as quatro partidas que fez no encerramento de 2017.

Uma das grandes atrações do jogo desta quarta (3) será o reencontro da torcida de Mogi com o armador Elinho Corazza, que defendeu o time nos dois últimos anos e que hoje veste as cores do Paulistano. A mudança fez bem a ele: Elinho é o líder em assistências do NBB, com uma média de 7,7 por partida.

 

Jogos da 9ª semana da temporada regular do NBB 2017/2018

  • Quarta-feira, 3 de janeiro, 19:30 – Mogi x Paulistano – Palpite: Mogi
  • Quinta-feira, 4 de janeiro, 20:00 – Botafogo x Bauru – Palpite: Botafogo
  • Sexta-feira, 5 de janeiro, 20:00 – Minas x Liga Sorocabana – Palpite: Minas 
  • Sábado, 6 de janeiro, 14:00 – Franca x Vitória – Palpite: Franca

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar