Ganhador.com

Major League Soccer

Prognósticos para as semifinais de conferência na MLS

Foto: Minas Panagiotakis/Getty Images

No próximo domingo (06), serão definidos os finalistas das Conferências Leste e Oeste da Major League Soccer (MLS). E tem favorito que pode ficar pelo caminho. Um detalhe a ser destacado é que todos os mandantes nos jogos de ida, realizados no último dia 30, venceram e não tiveram as respectivas metas vazadas, no que se converte em um importante trunfo para os embates de volta.

Começamos com as partidas do Leste, quando o New York City, um dos principais postulantes ao título, pode se despedir de forma antecipada da luta pelo título. Na primeira partida da semifinal, realizada no Canadá, o Toronto FC, da estrela italiana Sebastian Giovinco, venceu por 2 a 0, resultado que garantiu o rendimento de 55% aos apostadores.

Em casa, às 21h30 (horário de Brasília), o City precisa ganhar por 3 a 0 (R$ 21/R$ 1) ou qualquer outro resultado acima de três gols para obter a classificação direta. Caso devolva o placar do confronto de ida (2 a 0 – R$ 13/R$ 1), a decisão da vaga acontece na prorrogação. Se a igualdade permanecer depois do tempo extra, haverá disputa de pênaltis. Agora, se o Toronto resolver a parada nos 90 minutos com o triunfo, os investidores ficam com a margem de resgate de 317%, sendo que o empate (R$ 3,54/R$ 1) também é um score favorável.

E o outro finalista do lado Leste da MLS sairá de mais um embate entre nova-iorquinos e canadenses. O jogo 1 aconteceu em Montreal, onde, com a força da torcida, o Impact superou o New York Red Bulls por 1 a 0, quando a recompensa pelo desfecho do confronto foi de R$ 1,75 sobre cada real.

Agora, na Big Apple, mais precisamente na Red Bull Arena, às 19h (horário de Brasília), o RB necessita de marcadores com diferença superior a 2 a 0 (R$ 8,50/R$ 1) para avançar na MLS. Agora, se o placar mínimo da partida de ida se repetir, mas em favor dos Bulls, o que remuneraria os investidores com R$ 7,00/R$ 1, teremos prorrogação e, se necessário, penalidades máximas. Já a igualdade (R$ 4,18/R$ 1) é uma a situação perfeita para o Montreal Impact, que, logicamente, também se garante na final da conferência com a vitória (R$ 5,50/R$ 1).

 

CONFERÊNCIA OESTE

No Oeste, o Los Angeles Galaxy quer recuperar o título da MLS Cup, conquistado pela última vez em 2014 – o Portland Timbers é o atual campeão. A franquia da Califórnia largou bem na semifinal da conferência ao derrotar, em casa, o Colorado Rapids pelo placar mínimo, resultado que trouxe a valorização de 95% nos aportes.

Mas trata-se de uma vantagem perigosa, mas ainda segura, muito em função de não ter sofrido gols no estádio StubHub Center. Para o Galaxy avançar rumo à final do Oeste, basta um empate (R$ 3,26/R$ 1), em Adams County, ou mesmo um novo triunfo (R$ 3,60/R$ 1).

Já com relação aos Rapids – para evitar o tempo extra ou a loteria dos pênaltis, o que aconteceria com o 1 a 0 (R$ 5,75/R$ 1), o mais indicado é resolver a situação de cara com um 2 a 0 (R$ 9,00/R$ 1), além de outros desfechos com diferença de dois gols, como o 3 a 1 (R$ 19/R$ 1) e o  4 a 2 (R$ 51/R$ 1). Agora, o triunfo dos mandantes, sem determinação de placar, está cotado em R$ 2,11/R$ 1.

E o outro finalista da Conferência Leste será conhecido a partir do duelo entre FC Dallas e Seattle Sounders, do uruguaio Lodeiro (ex-Botafogo e Corinthians), que concorre, inclusive, ao prêmio de melhor estreante da atual temporada da MLS. Verdade seja dita, o Sounders está praticamente garantido, já que goleou a equipe do Texas, no último domingo (30), por 3 a 0, no CenturyLink Field. Mesmo se perder por 2 a 0 (R$ 8,00/R$ 1), no território do adversário, a franquia de Seattle segue viva na competição. Mas a lucratividade é boa, também, na hipótese de uma segunda vitória (R$ 5,17/R$ 1) ou o placar igual (R$ 3,83/R$ 1).

Missão ingrata mesmo é a do Dallas, que, para seguir na disputa, é obrigado a vencer por 4 a 0 (R$ 26/R$ 1) ou demais scores com a mesma diferença, como o 5 a 1 (R$ 51/R$ 1) ou o 6 a 2 (R$ 251/R$ 1), já que um eventual 3 a 0 (R$ 12/R$ 1) força a realização da prorrogação.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar