Tênis

Ausências de Federer e Murray, favoritismos de Nadal e Djokovic e Wawrinka x Kyrgios abrem Rogers Cup em Toronto

Rafael Nadal em Wimbledon
Foto: Tim Clayton/Corbis via Getty Images

Em recuperação no ranking após tetracampeonato de Wimbledon, sérvio chega como principal candidato ao título no Masters 1000 do Canadá; atual líder da ATP tem chave acessível para chegar pelo menos até as semifinais

A temporada da ATP vai se encaminhando para a reta final à medida que o mês de agosto dá as caras. Com o US Open, último Grand Slam de 2018, acontecendo no fim do mês, em Nova Iorque, o Masters 1000 de Toronto, no Canadá, serve como bom parâmetro para sabermos como os tenistas chegarão no Flushing Meadow Park. Em meio à ausência de Roger Federer, que mais uma vez se poupa visando à sequência da temporada, o número 1, Rafael Nadal, e tetracampeão de Wimbledon, Novak Djokovic, aparecem com boas chances de se enfrentarem no domingo (12 de agosto), na decisão do torneio.

 

Djokovic x Chung

O principal postulante ao título da Rogers Cup. Este é Novak Djokovic, que venceu recentemente o seu troféu de número quatro no All England Club e finalmente recuperou a velha forma. Vencedor de 30 Masters ao longo da carreira, o sérvio está em busca do penta em Toronto. A estreia acontece em meio ao desejo de vingança sobre o sul-coreano Hyeon Chung (23º), que o bateu em sets direitos, nas quartas de final do Aberto da Austrália deste ano. Em ascensão na temporada após finalmente se recuperar de uma grave lesão no cotovelo, Djoko quebrou recentemente o jejum de um ano sem erguer troféus, ganhando o 13º GS através da conquista de Wimbledon. Franco favorito para chegar até a final, o ex-número 1 do mundo está numa chave recheada de tenistas da nova geração, como o austríaco Dominic Thiem (8º), adversário no qual pode enfrentar nas oitavas; e o alemão Alexander Zverev (3º), atual campeão do torneio e possível oponente nas quartas.

 

Nadal x Paire

O Nadal que entra em quadra nesta quarta-feira deve ter outro comportamento se lembrarmos a última participação do Touro Miúra na Rogers Cup, quando caiu na terceira rodada para o anfitrião Denis Shapovalov (26º). Campeão neste ano pela 11ª vez de Roland Garros e quebrando a barreira das quartas de final de Wimbledon após sete anos, o espanhol gera boas expectativas em Toronto.

Mas a empolgação pode mudar de lado rapidamente devido ao chaveamento, que não foi nada “generoso” com o espanhol. Ele pode ter diversos confrontos para lá de complicados caso passe pelo francês Benoit Paire na estreia. O primeiro deles sai do embate entre Stan Wawrinka e Nick Kyrgios, este para quem perdeu no Masters 1000 de Cincinnati de 2017. O espanhol pode enfrentar na sequência o croata Marin Cilic, adversário no qual saiu derrotado após desistência no quinto set do GS em Melbourne, e ainda Juan Martin Del Potro, quarto no ranking da ATP, nas semifinais.

Coric x Cilic

Já que citamos Cilic, o grandalhão croata faz um dos principais confrontos desta primeira rodada no Canadá. O atual número 7 do mundo tentará manter a freguesia do conterrâneo Borna Coric, que perdeu todos os seis jogos disputados entre ambos – o último ocorreu no Masters de Paris, em 2017. Apesar do favoritismo de Cilic, que é o atual vice-campeão do Aberto da Austrália, o jovem croata tem na bagagem um importante triunfo sobre Roger Federer, em Halle, para servir de motivação. O 20º colocado no ranking da ATP bateu o suíço na final alemã e alcançou sua segunda taça na carreira. Vindo de vitória sobre o canadense Vasek Pospisil na abertura, com parciais de 6/4 e 6/3, Coric pode ser uma grata surpresa contra a instabilidade do conterrâneo, que em meio a conquista em Queen’s caiu de forma surpreendente na segunda rodada de Wimbledon.

 

Wawrinka x Kyrgios

Com histórico de polêmica em quadra, Stan Wawrinka (195º) e Nick Kyrgios (17º) fazem um duelo interessantíssimo. O suíço, que teve como melhor ranking da carreira a terceira colocação, recebeu convite da organização após a desistência do escocês Andy Murray, este que ainda luta para melhorar seu rendimento após grave contusão no quadril. Do outro lado, um adversário que também vem sofrendo com problemas físicos. Mesmo tendo abandonado recentemente o ATP 250 de Atlanta e desistido do ATP 500 de Washington, o australiano vem de uma temporada mais consistente do que seu desafeto, tendo condições de avançar.

 

Jogos desta semana do Masters 1000 do Canadá (1ª e 2ª rodadas)

Terça-feira, 7 de agosto

  • 12:00 – Stan Wawrinka (SUI) x Nick Kyrgios (AUS) – Palpite: Kyrgios
  • 12:00 – Filip Krajinovic (SRB) x Karen Khachanov (RUS) – Palpite: Khachanov
  • 12:00 – Kei Nishikori (JAP) x Robin Haase (HOL) – Palpite: Nishikori
  • 12:00 – Damir Dzumhur (BIH) x Stefanos Tsitsipas (GRE) – Palpite: Tsitsipas
  • 12:00 – Sam Querrey (EUA) x Adrian Mannarino (FRA) – Palpite: Querrey
  • 13:30 – Frances Tiafoe (EUA) x Marco Cecchinato (ITA) – Palpite: Cecchinato
  • 13:30 – Mackenzie McDonald (EUA) x Ryan Harrison (EUA) – Palpite: McDonald
  • 14:00 – Hyeon Chung (COR) x Novak Djokovic (SRB) – Palpite: Djokovic
  • 15:00 – Steve Johnson (EUA) x Fabio Fognini (ITA) – Palpite: Fognini
  • 15:30 – Felix Auger-Aliassime (CAN) x Lucas Pouille (FRA) – Palpite: Pouille
  • 18:00 – Grigor Dimitrov (BUL) x Fernando Verdasco (ESP) – Palpite: Dimitrov
  • 20:00 – Jeremy Chardy (FRA) x Denis Shapovalov (CAN) – Palpite: Shapovalov
  • 21:30 – Borna Coric (CRO) x Marin Cilic (CRO) – Palpite: Cilic

Quarta-feira, 8 de agosto

  • 13:00 – Pierre-Hugues Herbert (FRA) x John Isner (EUA) – Palpite: Isner
  • 13:00 – Bradley Klahn (EUA) x Alexander Zverev (ALE) – Palpite: Zverev
  • 13:00 – Rafael Nadal (ESP) x Benoit Paire (FRA) – Palpite: Nadal

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.