Ganhador.com

Brasileirão Série A

Santos volta a vencer e pressiona o Corinthians antes do duelo contra o Palmeiras; veja como foi a abertura da 32ª rodada do Brasileirão

A rodada que começou bem para Santos, São Paulo, Fluminense e Coritiba, coloca ainda mais pressão em cima do Corinthians poucas horas antes do Dérbi

foto: Bruno Cantini / Atlético-MG

A abertura da 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, ontem, dia 4, teve o Santos goleando o Atlético-MG na Vila Belmiro, o São Paulo vencendo a 3ª partida em seguida pela primeira vez no torneio desde 2015, o Fluminense – injustamente eliminado na Copa Sul-Americana – virando pra cima do Botafogo e o Coritiba massacrando o Avaí por 4 a 0 no Couto Pereira.

 

Sob nova direção

Em seu terceiro jogo como técnico do Santos neste Campeonato Brasileiro, Elano segue com aproveitamento de 100% – foram duas vitórias entre a demissão de Dorival Júnior e a chegada de Levir Culpi e a de ontem, por 3 a 1, sobre o Atlético-MG; um resultado que deixa o Peixe a apenas 3 pontos de distância do líder Corinthians, que enfrenta o Palmeiras hoje, dia 5, a partir das 17 horas na Arena Itaquera, mais pressionado do que nunca.

Adotando uma postura mais ofensiva do que a usada por Levir Culpi, Elano fez o Santos jogar como há muito tempo não se via na Vila Belmiro e dominar o Galo com certa tranquilidade – tirando a metade final do segundo tempo, quando passou a ser muito pressionado, chegando, inclusive, a levar duas bolas na trave. Méritos também para a boa atuação de Lucas Lima que em 200º jogo com a camisa do Santos, teve liberdade para atuar por todo o meio campo e com passes precisos, colocou os companheiros em boas condições de finalizar; além de ter cobrado o escanteio que resultou no gol de David Braz (o segundo do Peixe).

Destaque também para o jovem atacante Arthur Gomes – que não atuava há mais de 3 meses pelo clube. Foi dele o primeiro gol do Santos, no final do primeiro tempo.

O Galo, que viu Robinho ser muito hostilizado pela torcida santista durante todo o jogo, voltou mais “ligeiro” no segundo tempo e contou com Fred para alcançar a igualdade aos 5 minutos. Aos 15, David Braz aproveitou escanteio cobrado por Lucas Lima e recolocou o Santos na frente. O Atlético partiu pra cima e colocou duas boals na mesma trave de Vanderlei – primeiro com Robinho e depois com Leonardo Silva. Mas, aos 34 minutos, Ricardo Oliveira (que havia acabado de perder um gol) aproveitou o cruzamento de Bruno Henrique e, de cabeça, deu números finais ao jogo.

O Atlético bem que pressionou, mas não conseguiu buscar o resultado. Deste modo, o Galo cai para a 11ª posição, com 42 pontos, e segue bem distante do G-6 e da vaga para a Libertadores. O Santos, por sua vez, assume, provisoriamente, a vice-liderança com 56 pontos e fica a apenas 3 do Corinthians que, com 59 pontos, enfrenta hoje o Palmeiras, 3º colocado com 54 pontos.

 

Tchau Z-4

Depois de flertar com o rebaixamento (seria o primeiro de sua história) por quase todo o Campeonato Brasileiro, o São Paulo completou ontem, com o 1 a 0 pra cima do Atlético-GO, sua primeira série de 3 vitórias seguidas no torneio – e a primeira desde junho de 2015, quando fez 3 x 2 no Santos, 2 x 0 no Grêmio e 1 x 0 na Chapecoense, ainda sob o comando de Juan Carlos Osório. E não paramos por aí.

O resultado de ontem vem acompanhado de outros motivos para o time de Dorival Júnior comemorar. Com os 43 pontos conquistados até aqui, o tricolor do Morumbi chega à 9ª colocação na tabela e praticamente dá adeus ao perigo de disputar a Série B no ano que vem. Além disso, a 4 pontos de distância do Flamengo, o time do Morumbi passa a sonhar com o G-6 – que pode virar até mesmo um G-9, caso o Grêmio seja campeão da Libertadores e o Flamengo leve o título da Copa Sul-Americana (é semifinalista e enfrenta o Junior Barranquilla). Além disso, com a derrota do Botafogo ontem para o Fluminense, o São Paulo assume, por enquanto, o posto de melhor time do returno, com 24 pontos conquistados – podendo ser ultrapassado pelo Palmeiras (22) e pelo Cruzeiro (21) que ainda jogam hoje. De todo modo, notícias muito boas em um único jogo para um time que lutava para não cair há poucas rodadas.

Bem organizado taticamente, o São Paulo controlou o jogo contra o Atlético-GO e com 60% da posse de bola não passou por grandes sustos. Comandado por Hernanes – autor do gol da vitória aos 21 minutos do primeiro tempo, aproveitando um cruzamento de Lucas Pratto – o time de Dorival Junior soube aguentar a (pouca) pressão dos donos da casa e faturar os 3 pontos. De acordo com os cálculos da comissão técnica, bastam mais 4 para que o time se ver livre de qualquer possibilidade de rebaixamento e foque seus esforços na conquista de uma vaga à Libertadores 2018.

 

Vira-vira

O Fluminense aproveitou o jogo de ontem contra o Botafogo para espantar a ressaca da desclassificação na Copa Sul-Americana na última quarta-feira e conquistar a sua primeira virada neste Campeonato Brasileiro. Pela primeira vez na competição deste ano, o tricolor das Larnajeiras saiu atrás no placar e conseguiu buscar a vitória.

O Botafogo começou o duelo a toda velocidade e, diante de sua torcida no Engenhão, abriu o placar ainda no primeiro minuto de jogo com Marcos Vinícius. Com a vantagem, o alvinegro passou a controlar as ações no jogo.

Depois da conversa com Abel Braga no intervalo, o tricolor voltou melhor para o segundo tempo (ou o Botafogo voltou pior) e assim como o alvinegro fez no início do duelo, igualou o placar nos primeiros lances da etapa final com Marcos Júnior. Aparentemente “satisfeiro”com o empate, o Fluminense recuou e tentou se proteger até que, no finalzinho da partida, Gustavo Scarpa puxou um srupreendente contra-ataque que terminou em gol de Matheus Alessandro.

O resultado deixa o Fluminense em 12º lugar, com 42 pontos e, a exemplo do São Paulo, a poucos pontos de se afastar de vez do risco de rebaixamento.

O Botafogo segue estacionando em 6º lugar com 48 pontos, mas pode ser ultrapassado pelo Flamengo que tem 47 e ainda joga hoje.

 

Goleada curitibana

Com direito a gol do goleiro Wilson – de pênalti – o Coritiba massacrou o Avaí no estádio Couto Pereira (4 a 0) ontem e deu um importante passo em sua luta contra o rebaixamento. Dominando a equipe catarinense desde o início, o Coxa fechou o primeiro tempo com a vantagem de 2 a 0 no placar – gols de Alan Santos e Wilson.

O Avaí voltou tentando se fechar na defesa durante o segundo tempo, mas a estratégia não deu certo. Logo aos 6 minutos da etapa final Tiago Real aproveitou assistência de Carleto e ampliou para o Coritiba. Aos 40 minutos, Jonas mandou um chute da entrada da área no ângulo sem chances de defesa para Douglas Friedrich.

Com a vitória de 4 a 0, o Coxa sobe para a 15ª posição, com 38 pontos e fica na espera do final da rodada hoje para ver como fica sua situação na luta contra o rebaixamento. O Avaí, por sua vez, estaciona nos 35 pontos e, dependendo da combinação de resultados do restante da 32ª rodada pode se afundar ainda mais no Z-4.

 

Jogos, resultados e palpites da 32ª rodada do Campeonato Brasileiro

Sábado, 4 de novembro de 2017

  • 17:00 – Santos 3 x 1 Atlético-MG
  • 19:00 – Botafogo 1 x 2 Fluminense
  • 19:00 – Atlético-GO 0 x 1 São Paulo
  • 21:00 – Coritiba 4 x 0 Avaí – palpite: Avaí

Domingo, 5 de novembro de 2017

  • 17:00 – Corinthians x Palmeiras – palpite: Palmeiras
  • 17:00 – Cruzeiro x Atlético-PR – palpite: Cruzeiro
  • 17:00 – Grêmio x Flamengo – palpite: Flamengo
  • 18:00 – Bahia x Ponte Preta – palpite: Bahia
  • 19:00 – Vasco x Vitória – palpite: Vitória
  • 19:00 – Chapecoense x Sport – palpite: Chapecoense

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Pressionado, Corinthians joga bem, vence o Palmeiras e abre 6 pontos de vantagem para o Santos, novo vice-líder do Brasileirão | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar