Ganhador.com

Major League Soccer

Major League Soccer: antídoto contra a depressão pela eliminação norte-americana da Copa do Mundo

Foto: Kevin C. Cox/Getty Images

Finais das Conferências Leste e Oeste têm partidas de ida e de volta

Os Estados Unidos não vão à Copa do Mundo. Para provar que o soccer não morreu na Terra de Tio Sam, nada melhor do que voltarmos das datas FIFA com as finais das Conferências, que nada mais são que as semifinais da primeira divisão do futebol norte-americano, assim determinado pela federação do país (US Soccer). Confira abaixo os prognósticos.

 

A seleção dos Estados Unidos

Não adianta mais lamentar o leite derramado. Os Estados Unidos não vão à Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Os da bandeira listrada com as estrelas perderam a vaga para México, Costa Rica e Panamá. Também terminaram o hexagonal final atrás de Honduras, que não passou pela Austrália na Repescagem. Isso prova, que apesar de todo a estruturação fora de campo, ainda é preciso algo mais para os United States se tornarem uma potência mundial neste esporte, com a mesma envergadura que já possuem no basquetebol, no beisebol, no hóquei no gelo e em várias modalidades olímpicas.

Como os norte-americanos têm muito dinheiro, já se estuda a possibilidade de que o país organize um torneio com outras seleções eliminadas do Mundial. As esquadras de Chile, China, Gana, Holanda, Irlanda, Itália e País de Gales complementariam a competição que teria oito participantes.

O importante é não deixar o velho esporte bretão morrer na América do Norte. A Major League Soccer é uma realidade, assim como o investimento de cada clube e da excelente presença de público nas arenas.

 

Columbus Crew x Toronto FC

É desta chave que deve sair o campeão! Quem vencer a Conferência Leste, entra na MLS Cup como grande favorito a dar a volta olímpica. Por que? Porque as campanhas das franquias desta conferência foram bem superiores às da outra.

O Toronto FC somou 69 pontos na temporada regular. Por ter a melhor campanha entre todos os 22 concorrentes, ficou com a taça do Supporters Shield. Sem precisar jogar a primeira rodada do mata-mata, ganhou do New York Red Bulls nas semifinais da conferência por 2 a 1 e 0 a 1. Os gols marcados na estrada salvaram os canadenses, que até hoje só conquistaram uma vez a conferência, além de terem seis títulos de seu país.

O Columbus Crew foi o quinto da chave, mas também o quinto da classificação geral, graças a seus 54 pontos. Nos playoffs, precisou das penalidades máximas para desclassificar o quarto colocado Atlanta United na Knockout Round e sapecou 4 a 1 no vice-líder New York City FC para administrar a vantagem e perder a segunda batalha por 2 a 0.

Todos os ingressos foram vendidos para a peleja de Ohio. Este ano, neste local, os aureonegros venceram uma (2 a 1) e perderam outra (1 a 2) para os de Ontario: No Canadá, o TFC arrasou: 5 a 0.

Creio que os canadenses tenham mais controles de suas ações. Isso foi mostrado ao longo de toda a temporada. Não é à toa que tiveram a melhor campanha, o melhor ataque e a segunda defesa menos vazada. Palpite: Toronto FC 1 a 0.

 

Houston Dynamo x Seattle Sounders

As cotações das casas de apostas apontam que quem vencer no Oeste, perde a MLS Cup para o campeão do Leste. Isso é baseado na campanha da primeira etapa. O Seattle Sounders, por exemplo, foi o segundo de sua chave, mas apenas o sétimo na classificação agregada. O mesmo se passa com o Houston Dynamo: quarto na região e décimo no somatório de pontos. Os de Washington totalizaram 53 pontos, contra 50 dos texanos.

O uruguaio Nicolás Lodeiro, ex-Botafogo e Corinthians, hoje defende o Seattle, que ganhou um bye do primeiro mata-mata e, no segundo, passou pelo Vancouver Whitecaps por 0 a 0 e 2 a 0. Já os do comandante Wilmer Cabrera, precisaram do tempo extra para eliminar o Sporting Kansas City por 1 a 0. Na sequência, acabaram com o sonho do Portland Timbers com parciais de 0 a 0 e 2 a 1.

Em março, em Houston, o Dínamo venceu por 2 a 1. No CenturyLink Field porém, em junho, os da Cidade Esmeralda deram o troco: 1 a 0.

Apesar do equilíbrio, acredito que o Seattle Sounders deve vencer as duas batalhas por 1 a 0, chegar aos seis pontos e disputar a MLS Cup.

 

Vagas na Champions League da CONCACAF

É bom lembrar que, devido à mudança de regulamento e de calendário por parte da CONCACAF, as vagas de cada federação na Champions League também sofreram alterações. Para 2019, os campeões da US Open Cup de 2017 (Sporting Kansas City) e 2018, além dos campeões da Major League Soccer de 2017 e 2018 são quem representarão os Estados Unidos no continente.

Para a edição de 2018, estão confirmados Colorado Rapids, Dallas FC, New York Red Bulls, Seattle Sounders e Toronto FC, sendo que este último pegou a vaga do Canadá.

 

Finais de conferência

Terça-feira, 21 de novembro:

  • 23h00: Columbus Crew x Toronto FC 

Quarta-feira, 22 de novembro:

  • 00h30: Houston Dynamo x Seattle Sounders 

Quarta-feira, 29 de novembro:

  • 22h30: Toronto FC x Columbus Crew

Sexta-feira, 01 de dezembro:

  • 01h30: Seattle Sounders x Houston Dynamo

 

Os favoritos

  1. Toronto FC
  2. Seattle Sounders
  3. Columbus Crew
  4. Houston Dynamo

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar