Ganhador.com

Amistosos

Barcelona x Chapecoense: vale o Joan Gamper

Foto: Divulgação Chapecoense

Bola rola às 15h30 de Brasília no Camp Nou.

O Barcelona se solidarizou com a tragédia da Chapecoense do final do ano passado e convidou os brasileiros a disputarem o Troféu Joan Gamper, tradicional torneio de pré-temporada organizado pelos próprios barcelonistas. Confira abaixo um pouco de história, estatística e prognóstico.

 

História do campeonato

Joan Gamper foi um dos fundadores do FC Barcelona, além de ex-atleta e ex-presidente da instituição. Todos os anos, o clube homenageia o dirigente com uma contenda que serve para apresentar o time que está prestes a iniciar uma nova campanha.

Entre 1966 e 1996, a competição reunia quatro participantes e havia semifinais, final terceiro e quarto e a grande decisão. Desde 1997, temos apenas 90 minutos.

Obviamente, o Barcelona é o maior campeão, com 39 taças. O Colônia alemão é o único rival a ter conquistado o troféu em duas oportunidades.

Os times brasileiros já participaram em algumas oportunidades do Joan Gamper. O Flamengo de 1968 perdeu a final para o Barça por 5 a 4. Em 1972, o Vasco ficou em quarto lugar. O Botafogo também terminou em quarto em 1978. Em 1980, o Vasco perdeu a final para o Barcelona e em 1981, ficou em terceiro. No ano seguinte, o Internacional conquistou o único título brasileiro ao bater o Manchester City na final. O Colorado voltou à cidade em 1989, quando terminou em último, e em 1991, quando ficou em terceiro. Em 1998, o Santos perdeu nos pênaltis para os culés. Em 2013, o Santos sofreu a maior goleada da história do certame: 8 a 0.

 

Como o Barcelona chega para este embate?

O Barcelona ainda está em sua pré-temporada. O plantel fez apenas quatro amistosos na temporada 2017/18, substituindo praticamente todo mundo no intervalo. Além disso, contra o Gimnàstic, muitos titulares nem foram a campo. Mesmo assim, o Barça foi bem e está invicto graças a triunfos sobre Juventus, Manchester United e Real Madrid e empate contra a representação de Tarragona.

A verdade é que havia um planejamento no departamento de futebol que foi parcialmente interrompido pela venda de Neymar. Um replanejamento foi necessário e o elenco ainda pode ganhar reforços.

Além da saída do craque brasileiro, foram embora Jordi Masip (Valladollid), Cristian Tello (Betis) e Jérémy Mathieu (Sporting de Lisboa).

Chegaram os brasileiros Douglas (Sporting Gijón) e Marlon Santos (Fluminense), além de Thomas Vermaelen (Roma), Sergi Samper (Granada), Munir El Haddadi (Valencia), Gerard Deulofeu (Everton) e Nélson Semedo (Benfica).

Com exceção de Neymar, os craques todos foram mantidos: Ter Stegen, Piqué, Rakitic, Busquets, Arda Turan, Iniesta, Suárez, Messi, Rafinha, Mascherano, Jordi Alba e Aleix Vidal.

É bom lembrar que os times europeus ainda estão no começo de trabalho. Isso significa que os jogadores ainda não estão cem por cento em forma, nem estão entrosados, nem assimilaram todos os ensinamentos do novo professor.

 

Como foi o preparativo da excursão da Chape?

Diferentemente dos europeus, a Chapecoense está no auge da temporada, tendo completado metade das 38 rodadas do Brasileirão, alcançado a terceira fase da Copa Sul-Americana, conquistado o Estadual Catarinense e fracassado na Taça Libertadores da América.

Como em toda viagem especial, o Verdão do Oeste aprontou um traje de gala. Uma nova camisa com 73 estrelas, em homenagem ao ano de fundação da associação, será utilizada. A excursão marca também o retorno de Alan Ruschel, um dos sobreviventes da tragédia de novembro ao futebol profissional.

O departamento de futebol priorizou a Série A em detrimento ao Troféu Joan Gamper. Por isso, os titulares, apesar da derrota, enfrentaram o Coritiba ontem. Os reservas viajaram na frente para a Espanha. Apenas Apodi e Reinaldo, que estavam suspensos pelo acúmulo de cartões, embarcaram junto com a delegação.

A Chapecoense não irá somente à Espanha. Depois de encarar o Barcelona, há um jogo-treino agendado contra o Lyon. A delegação treinará nos Emirados Árabes e no Japão antes de jogar contra o Urawa Red Diamonds pela Copa Banco Suruga, em Saitama, no dia 15.  O Verdão do Oeste tem um amistoso marcado contra a Roma no dia 01 de setembro. É bom lembrar que a CBF não autorizou ao quadro equipe a participar da Copa Eusébio contra o Benfica, em Lisboa.

 

As prováveis escalações

Barcelona: Cillessen; Aleix Vidal, Jordi Alba, Piqué e Umtiti; Busquets, Rakitic e Iniesta; Suárez, Messi e Arda Turan. Técnico: Ernesto Valverde.

Chapecoense: Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antonio e Lucas Marques; Seijas, Júlio César e Arthur. Técnico: Vinícius Eutrópio.

 

Serviço

A venda de ingressos para o duelo entre espanhóis e brasileiros continua nas bilheterias do Camp Nou e pela internet. Os preços dos bilhetes variam entre € 29,00 (cerca de R$ 110,00) e € 390,00 (cerca de R$ 1.450,00).

 

Palpite

O Barcelona, mesmo sem Neymar, tem uma seleção mundial. Se fosse a entrosada força máxima da Chape em campo dava até para fazer uma frente. Mas com nove e desentrosados reservas, não tem como. Acredito que os azuis e grenás farão muitas substituições e tirarão o pé por se tratar de uma partida festiva. Mesmo assim, dá Barcelona: 2 a 0.

 

Final

Segunda-feira, 07 de agosto:

15h30: Barcelona x Chapecoense

 

Os Campeões

  • 1966 – Barcelona
  • 1967 – Barcelona
  • 1968 – Barcelona
  • 1969 – Barcelona
  • 1970 – Ujpest-TE
  • 1971 – Barcelona
  • 1972 – Borussia Mönchengladbach
  • 1973 – Barcelona
  • 1974 – Barcelona
  • 1975 – Barcelona
  • 1976 – Barcelona
  • 1977 – Barcelona
  • 1978 – Colônia
  • 1979 – Barcelona
  • 1980 – Barcelona
  • 1981 – Colônia
  • 1982 – Internacional
  • 1983 – Barcelona
  • 1984 – Barcelona
  • 1985 – Barcelona
  • 1986 – Barcelona
  • 1987 – Porto
  • 1988 – Barcelona
  • 1989 – Mechelen
  • 1990 – Barcelona
  • 1991 – Barcelona
  • 1992 – Barcelona
  • 1993 – Tenerife
  • 1994 – Valencia
  • 1995 – Barcelona
  • 1996 – Barcelona
  • 1997 – Barcelona
  • 1998 – Barcelona
  • 1999 – Barcelona
  • 2000 – Barcelona
  • 2001 – Barcelona
  • 2002 – Barcelona
  • 2003 – Barcelona
  • 2004 – Barcelona
  • 2005 – Juventus
  • 2006 – Barcelona
  • 2007 – Barcelona
  • 2008 – Barcelona
  • 2009 – Manchester City
  • 2010 – Barcelona
  • 2011 – Barcelona
  • 2012 – Sampdoria
  • 2013 – Barcelona
  • 2014 – Barcelona
  • 2015 – Barcelona
  • 2016 – Barcelona

 

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Com a benção do Papa Francisco, Roma e Chapecoense jogam nesta sexta-feira | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar