Ganhador.com

Tênis

Rafael Nadal e Karolina Plisková favoritos em Montreal

Foto: David Ramos/Getty Images

Rogers Cup é mais um torneio preparatório para o US Open.

A Rogers Cup ou o Aberto do Canadá vale 1.000 pontos no ranking mundial da ATP e é um Premier 5 da WTA. Os e as melhores tenistas em atividade o utilizam para subir no ranking e, principalmente, para se preparar para o último Grand Slam do ano, que acontece nos Estados Unidos. Confira abaixo um pouco de estatística e prognóstico do certame. É bom lembrar que os homens competem em Montreal e as mulheres em Toronto.

 

Histórico

O Aberto do Canadá foi disputado pela primeira vez em 1881 e Isidore Hellmuth ficou com a taça. Dos tenistas atuais, Roger Federer prevaleceu em 2004 e 2006; Rafael Nadal em 2005, 2008 e 2013; Novak Djokovic em 2007, 2011, 2012 e 2016; Andy Murray em 2009, 2010 e 2015; e Jo-Wilfried Tsonga em 2014.

A primeira edição feminina aconteceu em 1892 e Maude Delano-Osborne deu a volta olímpica. Serrena Williams ganhou em 2001, 2011 e 2013; Petra Kvitová em 2012; Agnieszka Radwánska em 2014; Belinda Bencic em 2015; e Simona Halep no ano passado.

Desde 1924 temos duplas masculinas e a atual campeã é formada por Marcelo Melo com o croata Ivan Dodig. As duplas femininas começaram a competir em 1968 e a detentora do título é a russa formada por Ekaterina Makarova e Elena Vesnina.

 

Stan Wawrinka fora

Assim como Novak Djokovic, Stan Wawrinka anunciou que só volta às quadras em 2018. O suíço, atual quarto colocado do ranking mundial, não vai defender seu título do US Open. A razão da parada é a forte dor que sente no joelho. Seu técnico e seu médico recomendaram que ele se submeta a uma cirurgia para voltar cem por cento na temporada do ano que vem.

 

Briga para ser número um

Roger Federer e Rafael Nadal utilizam a Rogers Cup e outras seis competições da temporada para decidir quem termina em primeiro lugar no ranking mundial. O Toro Miúra tem 920 pontos de vantagem mas o suíço levou a melhor nas três partidas contra o espanhol este ano.

No Canadá, o sorteio das chaves apontou um caminho mais complicado para o atleta nascido em Menorca. Ele estreia na segunda fase contra o vencedor entre o croata Borna Coric e o russo Mikhail Youzhny. No caminho poderão vir o americano John Isner e o canadense Milos Raonic. Nas semifinais, tudo indica que o confronto será contra o alemão Alexander Zverev.

Federer debuta contra o um canadense que sobreviveu ao qualifying e só começa a ter pedreira nas quartas de final quando pode encarar o japonês Kei Nishikori. Na semifinal, é provável que encontre o austríaco Dominic Thiem.

Os demais cabeças-de-chave são o búlgaro Grigor Dimitrov e o francês Jo-Wilfried Tsonga.

 

República Checa x Romênia na final feminina?

Em Toronto, a checa Karolina Plisková estreia contra a ganhadora da primeira fase entre a russa Anastasia Pavlyuchenkova e a francesa Alizé Cornet. Sua rival das quartas de final está previsto para ser a dinamarquesa Caroline Wozniacki.

A romena Simona Halep quer desafiar a checa numa eventual final. Para chegar lá, será preciso passar pela russa Svetlana Kuznetsova nas quartas de final e ou Elina Svitolina ou Garbiñe Muguruaza na semifinal.

As outras cabeças de série são a ex-número um do mundo, e agora terceira, Angelique Kerber e a britânica Johanna Konta.

A americana Venus Williams enfrenta a desconhecida romena Irina Begu na primeira rodada.

Já a letã Jelena Ostapenko encara a americana Varvara Lepchenko.

 

Tem Brasil nas duplas

Em Montreal, Bruno Soares faz parceria com o britânico Jamie Murray. Na estreia, eles pegam o vencedor entre os americanos Steve Johnson e Sam Querrey e o italiano Paolo Lorenzi com o espanhol Albert Ramos Viñolas.

Marcelo Melo é parceiro de Lukasz Kubot. O time estreia contra uma equipe canadense ou francesa. Os canadenses são formados por Frank Dancevic e Adil Shamasdin e os franceses por Fabrice Martin e Édouard Vasselin.

Não há duplas femininas brasileiras em Toronto.

 

Palpite

No masculino, apesar do caminho mais complicado, acredito numa final entre Nadal e Federer. No entanto, acho que o suíço deve vencer a quarta seguida contra o ibérico e caminhar para assumir a ponta do ranking. Como de praxe, este campeonato começa a pegar fogo a partir da quarta fase, especialmente se os favoritos não derem chances para as zebras nas rodadas anteriores.

Quando vejo Venus Williams e Jelena Ostapenko tendo que começar da primeira fase, questiono se as melhores chegarão às quartas de final. Acredito nestas duas e também em Angelique Kerber, em Karolina Plisková, em Garbiñe Muguruza e em Simona Halep. Em vez de mata-mata, bem que poderia haver turno único entre estas. Para não ficar em cima do muro, vou de Karolina Plisková, atual número um.

 

Principais jogos da 1ª rodada masculina

Segunda-feira, 07 de agosto:

  • 13h30: Albert Ramos Viñolas x Robin Haase – palpite: Albert Ramos Viñolas.
  • 15h00: David Ferrer x Kyle Edmund – palpite: David Ferrer.

Terça-feira, 08 de agosto:

  • 12h00: Denis Shapovalov x Rogerinho – palpite: Denis Shapovalov.
  • 12h00: David Goffin x Yuichi Sugita – palpite: David Goffin.
  • 12h00: Pablo Carreño Busta x Karen Khachanov – palpite: Pablo Carreño Busta.
  • 12h00: Nikoloz Basilashvili x Tomas Berdych – palpite: Tomas Berdych.

 

Principais jogos da 1ª rodada feminina

Segunda-feira, 07 de agosto:

  • 12h00: Agnieszka Radwánska x Coco Vandeweghe – palpite: Coco Vandeweghe.
  • 12h00: Dominika Cibulková x Lesia Tsurenko – palpite: Dominika Cibulková. 

Terça-feira, 08 de agosto:

  • ??h?? Venus Williams x Irina Begu – palpite: Venus Williams.
  • ??h??Jelena Ostapenko x Varvara Lepchenko – palpite: Jelena Ostapenko.

 

As favoritas

  1. Karolina Pliskova
  2. Garbine Muguruza
  3. Simona Halep
  4. Elina Svitolina
  5. Johanna Konta
  6. Petra kvitova
  7. Angelique Kerber
  8. Caroline Wozniacki
  9. Jelena Ostapenko
  10. Venus Williams

 

Os favoritos

  1. Rafael Nadal
  2. Roger Federer
  3. Dominic Thiem
  4. Alexander Zverev
  5. Kei Nishikori
  6. Milos Raonic
  7. Grigor Dimitrov
  8. Jo-Wilfried Tsonga
  9. David Goffin
  10. Tomás Berdych

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar