Humor

Paixão Nacional: receita do sucesso

Atlético-MG e Cruzeiro decidirão o Campeonato Mineiro no próximo sábado, dia 20, a partir das 16 horas no Estádio Independência (Horto). Invicto na temporada, a Raposa levou a melhor no duelo de ida, confirmou a sugestão de aposta deste Ganhador e com o placar de 2 a 1 não só manteve sua invencibilidade na temporada 2019 como também inverteu a vantagem de jogar pelo empate que pertencia ao alvinegro. Para confirmar o título, basta “cozinhar o Galo” – coisa que os times de Mano Menezes costumam fazer com grande competência.

A fase do Atlético-MG também não ajuda. O desempenho muito abaixo do esperado e a goleada imposta pelo Cerro Porteño na Libertadores, que praticamente acabou com as chances de classificação da equipe, mandou o técnico Levir Culpi direto para a fila do seguro desemprego – uma rotina, aliás, no sistema administrativo do clube que está providenciando a instalação de uma porta giratória na Cidade do Galo para facilitar o entra-e-sai de técnicos (não que o trabalho de Culpi fosse defensável ou que a demissão tenha sido “injusta”).

Rodrigo Santana, técnico do sub-20 que assumiu o rojão de comandar o Galo nas finais estaduais enquanto espera a chegada do novo futuro ex-comandante da equipe, até conseguiu melhorar o padrão de jogo, mas não o suficiente para fazer frente ao Cruzeiro que mantém uma base técnica e de jogadores há quase três anos e colhe os frutos da regularidade nesta temporada onde os resultados vão chegando.

No final, como dito anteriormente, a Raposa deverá cozinhar o Galo por mais 90 minutos e servir a galinhada no próximo sábado.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar