UFC

Kron Gracie finaliza Caceres no primeiro round e quebra tabu no UFC Phoenix

Kron Gracie finalizou Alex Caceres no primeiro round pelo UFC Phoenix
Foto: Divulgação / UFC

Depois de quase 25 anos, um Gracie voltou a brilhar dentro do octógono mais famoso do mundo. No card principal do UFC Fight Night Phoenix, que aconteceu neste domingo, no Arizona (EUA), Kron Gracie finalizou Alex Caceres no primeiro round e expandiu seu cartel perfeito no MMA. Em uma performance tranquila, sem correr perigo, o carioca encurtou a distância, colocou para baixo e fez o adversário desistir com um mata-leão aos 2m06seg de confronto, confirmando o grande favoritismo na luta, segundo o Bodog.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Aos 30, Kron sustenta um cartel de cinco vitórias em cinco lutas no MMA. Todos os triunfos aconteceram via finalização. Essa foi a terceira vitória consecutiva via mata-leão. No duelo com Alex Caceres, o brasileiro mostrou seu jogo de forma mais clara. Ele tem confiança para trocar golpes de pé, embora não seja sua melhor arma. Ele sabe o básico, o suficiente para enganar o rival e implementar o seu jogo mais eficiente: o jiu-jitsu. Depois de uma rápida trocação, Kron conseguiu colocar para baixo e sem dificuldades finalizou o americano.

Após a luta, Kron, que tinha em seu córner o amigo e companheiro de treinos Nate Diaz, pediu que seu próximo adversário no cage seja um rival ranqueado. Ele quer “se colocar à prova contra os melhores”. Ainda no octógono, na entrevista pós-luta, ele ainda mandou um recado para a categoria dos penas (até 65kg) “é melhor tomarem cuidado”.

Vicente Luque nocauteia nos últimos segundos

Naquela que foi eleita a “melhor luta da noite”, Vicente Luque e Bryan Barberena foram premiados com US$ 50 mil cada pela batalha de (quase) três rounds. Depois de ir bem no primeiro assalto e perder o segundo, Vicente foi dominado no último round, até o minuto final, quando acelerou o ritmo e conseguiu conectar uma sequência cruel de socos que atingiu o queixo de Barberena e fez o americano desmoronar a seis segundos do fim. Uma vitória emocionante, a quarta consecutiva de Vicente no UFC.

Barão perde mais uma

Aquele lutador que um dia já foi considerado por Dana White como o melhor peso-por-peso do mundo passa longe do Renan Barão atual. Embora tenha feito um primeiro round decente, Barão já não tem mais a mesma confiança e o poder de fogo de anos atrás. Contra Luke Sanders, o potiguar começou bem, mas acabou nocauteado no segundo round. Foi a quarta derrota consecutiva de Barão, o que pode significar a demissão do brasileiro da maior organização de MMA do planeta.

Confira os resultados do UFC Phoenix

Francis Ngannou nocauteou Cain Velásquez no primeiro round
Paul Felder venceu James Vick na decisão dos juízes
Cynthia Calvillo venceu Cortney Casey na decisão dos juízes
Kron Gracie finalizou Alex Caceres no primeiro round
Vicente Luque nocauteou Bryan Barberena no terceiro round
Andre Fili venceu Myles Jury na decisão dos juízes
Aljamain Sterling venceu Jimmie Rivera na decisão dos juízes
Manny Bermudez finalizou Benito Lopez no primeiro round
Andrea Lee venceu Ashlee Evans-Smith na decisão dos juízes
Nik Lentz venceu Scott Holtzman na decisão dos juízes
Luke Sanders nocauteou Renan Barão no segundo round
Emily Whitmire finalizou Alexandra Albu no primeiro round

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar