Brasileirão Série A

Apostas no Internacional em 2019: como fazer seu palpite no Colorado neste Brasileirão

Jogadores do Internacional
Foto: Ricardo Duarte/Internacional

O Internacional quer subir de patamar no Brasileirão 2019. Com o trauma da queda para a Série B superado e a confiança obtida na ótima campanha do ano passado, o Colorado vai entrar no Campeonato Brasileiro da Série A para ganhar. E já está mais do que na hora de o Inter levantar a taça do Brasileirão: o último título da competição foi conquistado há quarenta anos. É uma espera longa demais para uma equipe campeã mundial e bicampeã da América. Ainda mais quando se trata de um clube que montou um plantel consistente e rodado para disputar a temporada 2019.

Seguindo uma receita já consagrada no futebol, o Inter mescla jovens valores com atletas experientes. Outro destaque do elenco é o tempero sul-americano: o Colorado começou o ano com nada menos de sete jogadores estrangeiros no elenco. No comando, um técnico que não tem muita fama, mas já mostrou sua competência: Odair Hellmann, ex-jogador da base do próprio Inter, que assumiu interinamente na Série B e acabou se firmando. Sob o comando de Odair, o Inter tem um aproveitamento superior a 60% dos pontos. Trata-se de uma estatística que deve chamar a atenção dos frequentadores das casas de apostas esportivas da internet em busca de boas opções de palpite no Brasileirão.

 

Inter espera há 40 anos pelo tetra brasileiro

Entre os doze clubes que compõem a elite do futebol nacional (os grandes de Rio, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul), só o Atlético-MG enfrenta uma fila mais longa no Brasileirão do que o Inter. O jejum de títulos brasileiros já dura quarenta anos, período em que a torcida amargou diversas frustrações na espera pelo tetracampeonato. Os três títulos brasileiros do Inter foram todos conquistados nos anos 1970: o bi em 1975 e 1976 e depois na espetacular campanha invicta de 1979. No atual formato do Brasileirão, que estreou em 1971, nenhum outro clube conseguiu ser campeão sem ser derrotado.

O jejum de títulos brasileiros só não foi mais incômodo para o Colorado porque o clube continuou acumulando troféus importantes, principalmente em âmbito internacional. O clube enfim conquistou sua primeira taça da Libertadores em 2006, numa final contra o São Paulo de Muricy Ramalho. O bi veio em 2010, contra o Chivas Guadalajara. A maior conquista da história colorada foi o Mundial obtido diante do Barcelona de Ronaldinho Gaúcho, em 2006. Mas a torcida do Inter também fez a festa com a Copa do Brasil em 1992, a Copa Sul-Americana em 2008 e as Recopas de 2007 e 2011.

 

Em 2018, Colorado fez uma campanha histórica

O Inter não foi campeão brasileiro no ano passado, mas a participação da equipe na Série A merece um lugar de destaque na história da agremiação. Isso porque o Colorado, que havia acabado de voltar da Segundona, passou o campeonato todo entre os primeiros colocados, fazendo bonito em seu retorno à elite e acabando com qualquer suspeita em torno da chance de permanência na primeira divisão após o choque provocado pelo rebaixamento em 2016. O Inter chegou inclusive a liderar a competição por duas rodadas durante o segundo turno.

No fim, o embalo dos ricos elencos do Palmeiras e do Flamengo acabou impedindo que o Inter conquistasse o título, mas a terceira colocação merece todos os elogios. O Colorado terminou o Brasileirão com 69 pontos, três atrás do Fla e onze atrás do campeão Palmeiras. A equipe somou dezenove vitórias, doze empates e sete derrotas – só o Verdão perdeu menos jogos que o consistente Inter de Odair Hellmann. O artilheiro da equipe no Brasileirão 2018 foi Nico López, com onze gols, seguido por Leandro Damião, com dez tentos.

 

Inter lamenta perda do Gaúchão para o rival

Depois de conquistar o hexacampeonato estadual entre 2011 e 2016, o Inter amargou o terceiro ano consecutivo sem faturar o troféu. O título do Gaúcho 2019 acabou escapando nos pênaltis, depois de dois clássicos muito tensos e parelhos com o arquirrival Grêmio. Foram 180 minutos de finalíssima sem gols, levando a decisão da taça para a marca da cal. O Grêmio levou a melhor em seu estádio, vencendo por 3×2. Vale destacar que o Inter fez duras críticas à arbitragem nas duas partidas da decisão estadual.

Apesar da perda do título, o Colorado segue isolado na liderança histórica de títulos estaduais: 45 taças para o Inter, 38 para o Grêmio. E existe outro fator que minimiza o peso da perda do Gaúcho. Como o foco da equipe nos primeiros meses da temporada estava no início da campanha na Libertadores, o estadual serviu mais para preparar e entrosar o time do que como objetivo prioritário na primeira metade da temporada. Marcelo Lomba e Nico López foram os destaques da campanha, em que o Inter ficou em segundo na fase classificatória e eliminou Novo Hamburgo e Caxias nos mata-matas.

 

Estrangeiros se destacam no elenco colorado

O Inter conta com tantos atletas de outros países sul-americanos que nem sequer pode escalar todos juntos: o limite atual no futebol brasileiro é de cinco estrangeiros, e o clube começou o ano com sete atletas de outras nacionalidades no elenco. Um deles representa um caso curioso: é o maior reforço do Colorado para o Brasileirão, apesar de já estar no clube desde o ano passado. O atacante peruano Paolo Guerrero foi contratado enquanto ainda tentava se livrar do imbróglio jurídico em torno de sua suspensão por doping. Com a manutenção da punição, ele só foi liberado para atuar poucas semanas antes do início do Brasileiro. Ele promete fazer um grande campeonato pelo Inter, até para recompensar o clube por sua paciência.

Outro estrangeiro que se destaca no elenco colorado é o uruguaio Nico López, eleito o craque do Gauchão. Nico não chega a ser um jogador regular, mas quando aparece para decidir, é capaz de desequilibrar qualquer jogo. O zagueiro argentino Victor Cuesta é mais um estrangeiro que se firmou no time – ao contrário do colombiano Tréllez, emprestado pelo São Paulo. Já o veterano D’Alessandro tem funcionado mais como referência fora de campo, liderando o grupo e transmitindo experiência, do que com a bola nos pés. Outro veterano do plantel é cria do próprio Inter: Rafael Sóbis, que voltou para casa em busca de mais títulos importantes. Destaque também para Rodrigo Dourado, volante formado na base que hoje é capitão da equipe.

 

Odair Hellmann é revelação no banco do Inter

O técnico do Internacional tem uma trajetória muito interessante. Odair Hellmann, hoje com 42 anos, era um jogador de currículo modesto até que uma tragédia marcou sua vida. Ele estava no ônibus do Brasil de Pelotas que despencou de um barranco em janeiro de 2009, vitimando três integrantes da delegação. Odair ficou ferido no acidente e acabou tendo de abandonar a carreira. Decidiu ir ao Inter, clube que o revelou, para pedir um emprego. Começou como integrante da comissão técnica das categorias de base e foi se firmando. Durante a disputa da Série B, em 2017, acabou tendo a oportunidade de assumir o time principal e se consolidou no cargo. Outro destaque de sua biografia é a participação na conquista do ouro olímpico nos Jogos do Rio-2016 – Hellmann era auxiliar técnico da equipe.

 

Inter é candidato ao título também na Libertadores

O Brasileirão não é a única oportunidade de título para o Inter no segundo semestre de 2019. Depois de perder o Gauchão, o Colorado terá três chances de ser campeão: além da Série A, disputa a Copa do Brasil e a Copa Libertadores. A competição continental tem sido tratada como prioridade no clube, o que resultou num belíssimo início de campanha na fase de grupos. A Libertadores atrai bastante os torcedores, a diretoria e o elenco por causa da possibilidade de igualar Santos, São Paulo e o arquirrival Grêmio com três títulos do torneio.

Depois de aguentar as provocações dos gremistas por décadas, até a conquista inédita da Libertadores de 2006, o Colorado enfim tinha igualado o bi do Grêmio em 2010. Foram sete anos empatados em conquistas até que o rival faturou o tri. No Beira-Rio, ninguém esconde que o objetivo é não deixar o Grêmio em vantagem por muito tempo. Até por isso, a Copa do Brasil corre o risco de ficar em segundo plano. O Inter só entra na briga a partir das oitavas de final e talvez tenha de poupar jogadores, dependendo do calendário do Brasileirão e da Libertadores.

 

Qual é a cotação do Inter para o Brasileirão?

O Internacional foi uma das melhores fontes de lucro do Brasileirão do ano passado. Como havia acabado de voltar da Série B, a equipe não estava tão valorizada, mas acabou obtendo excelentes resultados. Os odds do Inter para o Brasileirão deste ano deverão ser menos lucrativos, já que a equipe voltou a ser vista como parte da elite do país. Ainda assim, é uma ótima opção de palpite, por sua consistência e regularidade, principalmente como mandante. Nas apostas de longo prazo sobre quem será o campeão, o Inter inicia o campeonato proporcionando um retorno de R$ 12,00 a cada R$ 1,00 investido caso fique com a taça. Só Palmeiras, Flamengo, Grêmio, Cruzeiro e Corinthians estão à sua frente no ranking dos favoritos.

 

O que é possível esperar do Colorado na Série A?

O Internacional não tem sido mencionado como um dos principais candidatos ao título brasileiro. As contratações de impacto de equipes como Palmeiras e Flamengo, além dos títulos estaduais de Cruzeiro, Grêmio e Corinthians, valorizaram essas equipes. Mas que ninguém duvide das chances do Colorado. A base que fez uma ótima campanha no ano passado foi mantida e recebeu reforços importantes – ou seja, o Inter conhece o caminho para brigar pelo título nacional.

Um aspecto que pode influenciar bastante nas chances de conquista do Colorado é o calendário. Dependendo do progresso da equipe na Libertadores e na Copa do Brasil, o Inter poderá ter de fazer escolhas difíceis. Qual competição priorizar? Será possível brigar por todos os títulos sem esgotar o potencial físico do elenco? Apesar de ser um técnico jovem, Odair Hellmann conhece bem seu plantel e terá de administrar o fôlego do grupo para não arriscar uma queda de rendimento no meio da temporada.

 

Melhores sites para apostar no Colorado

Diversos sites de apostas oferecem a possibilidade de fazer palpites nos jogos do Internacional, seja pelo Brasileirão, pela Copa do Brasil ou pela Libertadores. Você deve ficar de olho em quais oferecem os melhores odds, é claro, mas não só isso: é preciso lembrar que só sites de apostas com boa reputação no mercado merecem seu investimento. Afinal, você não vai querer passar aperto com uma casa de apostas de fama duvidosa, não é mesmo? Para ajudá-lo nessa tarefa, o Ganhador avaliou as principais casas de apostas que aceitam palpites de brasileiros.

Todos os sites listados abaixo recebem apostas realizadas no país, trabalham com movimentações financeiras em reais e têm menus de navegação no nosso idioma. Além disso, eles oferecem suporte ao usuário para esclarecer dúvidas e resolver possíveis problemas. Confira quais são os pontos fortes de cada um e escolha o que melhor atende às suas necessidades. E não deixe de aproveitar as promoções oferecidas aos novos usuários: os melhores sites do ramo dão bônus muito vantajosos a quem começa a apostar. Basta você se inscrever e fazer seu primeiro depósito para aproveitar os bônus.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

 

Como faturar apostando no Inter

Como você já deve ter notado, as apostas esportivas são uma febre mundial. A chance de lucrar enquanto você torce e se diverte conquistou multidões de torcedores em dezenas de países. E no Brasil não é diferente: é cada vez maior o número de fãs de futebol que aproveitam para colocar suas fichas em seus times favoritos. Os jogos do Brasileirão são uma excelente oportunidade para quem gosta de testar seus conhecimentos nas casas de apostas. Você pode fazer seu palpite em absolutamente todas as partidas da Série A.

Quem ainda está começando a explorar o mundo das apostas pode usar o Brasileirão para descobrir como lucrar com os palpites em futebol. Para esses torcedores, recomenda-se uma estratégia menos arriscada – fazendo uma aposta em vencedor simples ou no duplo, por exemplo. Já os apostadores mais experientes podem ir além, fazendo palpites mais elaborados – margem de gols, placar exato, handicap… As melhores casas de apostas do mercado também vão oferecer a possibilidade de fazer um palpite de longo prazo em quem vai ser o campeão brasileiro em 2019. Será que o Inter vai quebrar seu jejum de títulos brasileiros?

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar