Brasileirão Série D

Apostas no Brasileirão 2019: favoritos ao título e como lucrar com palpites na Série D

Ferroviário campeão da Série D 2018
Foto: Pedro Chaves

A Série D do Brasileirão é o primeiro passo em um longo caminho rumo à elite do futebol nacional. E muita gente já provou que é possível sair da quarta divisão rumo à primeira. Basta lembrar do caso do CSA, que em 2019 está na elite. Essa trajetória foi iniciada em 2016, com o vice-campeonato da quarta divisão. Após conquistar o acesso na Série D, o clube alagoano foi campeão da C e vice da B. Uma história de sucesso que vai inspirar os 68 clubes que participam da competição neste ano. É isso mesmo: a concorrência é muito acirrada pelas quatro vagas na divisão de cima em 2020, com só um em cada dezessete times subindo para a Série C.

Com torcidas apaixonadas, clubes sonhando com voos mais altos e jogadores em busca de uma oportunidade de ouro, a Série D é uma grande festa do que se convencionou chamar de “futebol raiz”. É também um prato cheio para os fãs das casas de apostas esportivas na internet. Eles poderão aproveitar as partidas da quarta divisão nacional para fazer seu palpite em equipes que não costumam frequentar as manchetes, mas que também levam muita gente aos estádios brasileiros. Você pode até não conhecer todos os participantes, mas vai se surpreender com o grande número de times que você se acostumou a ver na Copa do Brasil, por exemplo.

 

Série D terá seis fases nesta temporada

Assim como nas principais divisões do Campeonato Brasileiro, a Série D repete o mesmo regulamento dos anos anteriores. Ao contrário da primeira e segunda divisões, porém, o campeonato na quarta divisão não funciona com o sistema de pontos corridos, mas sim com um formato misto. Essa fórmula foi adotada pela primeira vez em 2016. Tudo começa com uma etapa de grupos. Nessa primeira fase, as equipes são divididas em grupos de quatro times, que jogam entre si ao longo de seis rodadas.

Os líderes de cada grupo mais os quinze melhores segundos colocados vão para a fase seguinte, já em mata-mata. Vale destacar que, nas duas primeiras fases, os confrontos são organizados de acordo com critérios geográficos, para evitar grandes deslocamentos e gastos exagerados com viagens no enorme território brasileiro. A partir daí, porém, os clubes passam a ser distribuídos de acordo com a pontuação somada ao longo de toda a campanha, sem restrições regionais.

Quem passar pelas oitavas e quartas de final terá garantido uma vaga na Série C. As semis também são disputadas em ida e volta, assim como a grande final. Os critérios de desempate na fase de classificação são, pela ordem: número de vitórias, saldo de gols, gols pró, confronto direto, menor número de cartões vermelhos e menor número de cartões amarelos. Persistindo a igualdade, será realizado sorteio. Nas partidas do mata-mata, não vale a regra do gol qualificado fora de casa como critério de desempate. Além disso, quem decide em casa é sempre o clube com melhor campanha.

Campeonato da Série D é mais curto que a elite

A quarta divisão do Campeonato Brasileiro tem mais participantes do que as demais, mas seu calendário é mais curto do que o das Séries A, B e C. A fase de grupos se estende de 4 de maio até 9 de junho. Se a elite vai parar durante a disputa da Copa América no Brasil, a Série D continua normalmente. A segunda fase acontece entre 17 e 23 de junho, em plena Copa América. As oitavas de final estão marcadas para entre 30 de junho e 7 de julho – dia da finalíssima do torneio continental de seleções no Maracanã. As quartas acontecem em 14 e 21 de julho, definindo os semifinalistas e classificados à Série C. As semifinais estão previstas para 28 de julho e 4 de agosto e as finais, para 11 e 28 de agosto.

 

Os participantes da Série D do Brasileirão 2019

A definição dos 68 times da Série D leva em conta o Ranking Nacional de Federações (RNF) da CBF. Quanto mais forte o Estado, mas clubes ele terá na competição. O líder do ranking – que neste ano é mais uma vez o Estado de São Paulo – coloca quatro equipes na Série D. Do segundo ao nono colocados no ranking dos Estados, são três vagas cada. Já os demais Estados ganham duas vagas cada um.

Cada federação decide como distribuir as vagas de acordo com seus critérios – colocação no Estadual, desempenho em outros torneios, etc. Completam a lista de participantes os quatro rebaixados da Série C em 2018. A seguir, os dezessete grupos da primeira fase – que, conforme citamos acima, levam em conta, entre outros fatores, a proximidade geográfica, evitando que uma equipe do Amazonas tenha de jogar no Rio Grande do Sul, por exemplo, logo na fase de grupos.

Grupo A1
Rio Branco-AC, Fast Clube (AM), Barcelona-RO e São Raimundo-RR

Grupo A2
Galvez (AC), Manaus (AM), Santos-AP e Real Ariquemes-RO

Grupo A3
Ypiranga-AP, Moto Club (MA), São Raimundo-PA e Atlético-RR

Grupo A4
Floresta-CE, Bragantino-PA, River-PI e Santa Cruz-RN

Grupo A5
Atlético-CE, Maranhão (MA), Central-PE e Altos (PI)

Grupo A6
Bahia de Feira (BA), Serrano (PB), América-PE e América-RN

Grupo A7
ASA (AL), Jacuipense (BA), Campinense (PB) e Vitória-PE

Grupo A8
Coruripe (AL), Fluminense-BA, Salgueiro (PE) e Sergipe (SE)

Grupo A9
Juazeirense (BA), Aparecidense (GO), Itabaiana (SE) e Gurupi (TO)

Grupo A10
Iporá (GO), Corumbaense (MS), Sinop (MT) e Palmas (TO)

Grupo A11
Anapolina (GO), Patrocinense (MG), Operário (MS) e União (MT)

Grupo A12
Sobradinho (DF), Vitória-ES, Caldense (MG) e Portuguesa-RJ

Grupo A13
Brasiliense (DF), Serra (ES), URT (MG) e Ituano (SP)

Grupo A14
Tupi (MG), Itaboraí (RJ), Hercílio Luz (SC) e Novorizontino (SP)

Grupo A15
Foz do Iguaçu (PR), Boavista (RJ), Gaúcho (RS) e Brusque (SC)

Grupo A16
Cianorte (PR), Caxias (RS), Tubarão (SC) e São Caetano (SP)

Grupo A17
Maringá (PR), Avenida (RS), Joinville (SC) e Ferroviária (SP)

 

Futebol nordestino dominou Série D em 2018

Na última temporada, a quarta divisão do Campeonato Brasileiro consagrou um campeão inédito. O Ferroviário, do Ceará, conquistou seu primeiro título em âmbito nacional. Na final, o Ferroviário superou o Treze, da Paraíba, pelo placar agregado de 3×1. O Nordeste colocou mais um time entre os semifinalistas: o Imperatriz, do Maranhão. O único time de fora do Nordeste a conquistar o acesso foi o São José-RS. Quatro equipes ficaram perto do acesso mas caíram nas quartas de final: Campinense, Linense, Manaus e Caxias.

Além de ter sido o campeão, o Ferroviário contou ainda com o artilheiro da Série D, Edson Cariús, com 11 gols. O desempenho dos nordestinos cresceu nos mata-matas, já que durante as primeiras etapas da competição, quem estava melhor era a Região Sul, somando três dos quatro melhores times do campeonato (São José, Caxias e Tubarão). Entre os clubes mais conhecidos, as decepções ficaram por conta do América-RN, eliminado nas oitavas, e do Brasiliense, que também caiu na terceira fase.

 

Nordestinos e paulistas entre os favoritos

Por causa do elevado número de participantes e do formato de disputa, que não costuma perdoar nenhum vacilo, é difícil apontar quais são os principais candidatos ao título da Série D. Tem muita gente na briga pelo acesso à Terceirona, e a disputa deverá ficar em aberto até a reta final. Nos mata-matas, um tropeço no jogo de ida, fora de casa, pode custar a vaga aos favoritos, então que ninguém fique surpreso se alguma equipe que não estava entre as mais cotadas consiga subir para a Série C.

Dito isso, podemos apontar os clubes que, pelo menos em teoria, entram na disputa com melhores chances de acesso. A começar pelos representantes do Nordeste, que sempre têm dado trabalho no Brasileirão da Série D. O América-RN, que até alguns anos atrás era integrante da elite, vai querer apagar a má impressão do ano passado. ASA de Arapiraca e Bahia de Feira também podem ir longe, bem como Campinense e Juazeirense – no caso do último, em busca de um retorno rápido à Série C depois da queda em 2018.

Além dos clubes do Nordeste, sempre empurrados por torcidas apaixonadas, as equipes de São Paulo também devem ser vistas com atenção. Elas começam o ano disputando o Estadual mais difícil do país, então chegam à Série D embaladas. Com orçamento maior do que boa parte de seus concorrentes, os paulistas também costumam montar elencos mais experientes. Neste ano, os representantes de São Paulo são Ferroviária, Novorizontino, Ituano e São Caetano. Desses quatro, três chegaram às quartas de final do Paulistão (só o Azulão ficou de fora).

Entre os demais Estados, há muitas equipes em condições de brigar pelo acesso. O Paraná, por exemplo, vem com Foz do Iguaçu, Maringá e Cianorte, e Rio de Janeiro, com Boavista, Portuguesa e Itaboraí. A Caldense (Minas Gerais), o Brasiliense (Distrito Federal), Joinville e Tubarão (ambos de Santa Catarina) também sonham com uma vaga. O Caxias foi um dos semifinalistas do Campeonato Gaúcho e chega forte. Dá para citar ainda o Manaus, que é o atual campeão amazonense e o River, campeão do Piauí.

 

Melhores sites para apostar na Série D

Diversos sites de apostas oferecem a possibilidade de fazer palpites nos jogos da quarta divisão do Brasileirão. Você deve ficar de olho em quais oferecem os melhores odds, é claro, mas não só isso: é preciso lembrar que só sites de apostas com boa reputação no mercado merecem seu investimento. Afinal, você não vai querer passar aperto com uma casa de apostas de fama duvidosa, não é mesmo? Para ajudá-lo nessa tarefa, o Ganhador avaliou as melhores casas de apostas que aceitam palpites de brasileiros.

Todos os sites listados abaixo recebem apostas realizadas no país, trabalham com movimentações financeiras em reais e têm menus de navegação no nosso idioma. Além disso, eles oferecem suporte ao usuário para esclarecer dúvidas e resolver possíveis problemas. Confira quais são os pontos fortes de cada um e escolha o que melhor atende às suas necessidades. E não deixe de aproveitar as promoções oferecidas aos novos usuários: os melhores sites do ramo dão bônus muito vantajosos a quem começa a apostar. Basta você se inscrever e fazer seu primeiro depósito para aproveitar os bônus.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

 

Como faturar apostando no Brasileirão 2019

As apostas esportivas deverão ganhar muito espaço entre os torcedores brasileiros neste ano. Esse mercado cresce no mundo todo, mas a expansão do setor no país é notável. As apostas em futebol conquistam qualquer um – afinal, é difícil dispensar a chance de lucrar e se divertir enquanto você torce. Se os últimos anos servirem como referência, o número de apostadores nos jogos do Brasileirão deverá dar mais um salto nesta temporada, em que o campeonato dá sinais de que será muito interessante.

Tem muita gente de olho na chance de testar seus conhecimentos e faturar – e não só com as Série A, B e C, mas também com a Série D. Graças a esse interesse do público, as casas de apostas já oferecem a possibilidade de fazer palpites até nas partidas da quarta divisão nacional. Sim, você pode apostar no jogo que mexe com a sua paixão, mesmo aqueles que envolvem equipes menos badaladas, sem a mesma fama dos clubes da elite. De quebra, o Brasileirão pode ser uma ótima chance para que os apostadores iniciantes aprendam como lucrar com os palpites em futebol.

Para esses torcedores, recomenda-se uma estratégia menos arriscada – fazendo uma aposta em vencedor simples ou no duplo, por exemplo. Já os apostadores mais experientes podem ir além, fazendo palpites mais elaborados – jogando na margem de gols, no placar exato, handicap… Não faltam oportunidades para você lucrar e se divertir Então você já sabe: fique de olho no noticiário sobre a Série C no Ganhador, acompanhe os odds, explore as diferentes possibilidades de retorno e invista com inteligência na quarta divisão do Brasileirão.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar