Brasileirão Série C

Apostas no Brasileirão 2019: favoritos ao título e como lucrar com palpites na Série C

Operário-PR vencedor da Série C 2018
Fotos José Tramontin/OFEC

A Série C do Brasileirão tem tudo para ser mais valorizada pelos admiradores do futebol nacional na temporada 2019. Isso porque a Terceirona teve sua força comprovada pelas campanhas de Fortaleza e CSA no ano passado. Os melhores times da Série C de 2017 chegaram à Série B e superaram todos os concorrentes, pulando para a elite neste ano. Ou seja: quem acha que existe um grande abismo separando os times da segunda e da terceira divisões do Campeonato Brasileiro está redondamente enganado. O equilíbrio é grande, e as partidas da Série C muitas vezes têm nível técnico compatível com as duas divisões superiores.

O equilíbrio também é grande dentro da própria Terceirona, um campeonato que vem tendo edições extremamente disputadas. Na Série C, os líderes não costumam ficar muito distantes do pelotão intermediário, o que garante uma competição emocionante e muito difícil de se prever. Trata-se de um desafio e tanto não só para os times, mas também para os adeptos das casas de apostas esportivas na internet. A possibilidade de fazer palpites nos jogos da Série C é um dos grandes atrativos dos sites de apostas que atendem aos fãs brasileiros. Eles atendem a um enorme número de torcedores fanáticos por equipes de menor projeção – e que também têm a chance de faturar enquanto apoiam seus times.

Regulamento da Terceirona é diferente da Série A

Assim como na principal divisão do Campeonato Brasileiro, a Série C está com um formato de disputa bem estabelecido há vários anos. Ao contrário da elite, porém, a Terceirona não funciona com o sistema de pontos corridos, mas, sim, com um formato misto. O início do Brasileirão da Série C tem uma disputa por pontos, mas a reta final é disputada com duelos em mata-mata. Na fase classificatória, os vinte times são divididos em dois grupos, se enfrentando em jogos de ida e volta, totalizando dezoito rodadas. Os quatro melhores de cada grupo avançam, disputando quartas de final, semifinais e finais em ida e volta.

Os critérios de desempate na fase de classificação são, pela ordem: número de vitórias, saldo de gols, gols pró, confronto direto, menor número de cartões vermelhos e menor número de cartões amarelos. Persistindo a igualdade, será realizado sorteio. O Brasileirão da Série C oferece quatro vagas na Série B do ano seguinte. Elas são concedidas aos semifinalistas da competição. Os quatro piores da fase de classificação – os dois piores de cada grupo – caem para a Série D do Campeonato Brasileiro. Nas partidas do mata-mata, não vale a regra do gol qualificado fora de casa como critério de desempate.

Campeonato da Série C é mais curto que a elite

A terceira divisão do Campeonato Brasileiro começou junto com as Séries A e B, mas não vai se estender até o fim do ano, como acontece na elite. A Série C é uma competição mais enxuta, começando no fim de abril e terminando no mês de setembro (as datas das finais ainda não haviam sido marcadas quando o campeonato teve início). Para chegar ao título, uma equipe precisa disputar um total de 24 partidas – as dezoito da fase de grupos e mais seis nos mata-matas. A fase mais tensa e vibrante costuma acontecer em meados de agosto, com a disputa das quartas. Na prática, trata-se de um playoff em que está em jogo o acesso à Segundona.

Os vinte participantes da Série C do Brasileirão 2019

A Série C deste ano reúne os quatro melhores times da Série D do ano passado, os quatro rebaixados da segunda divisão em 2018 e as equipes que permaneceram na Terceirona –ou seja, os clubes que ficaram entre quinto e 16o lugares na classificação geral em 2018. A edição 2019 tem um recorde de participantes nordestinos: são dez, o que faz com que um dos grupos da competição seja formado exclusivamente por equipes da região. A seguir, todos os clubes que participam da competição, divididos de acordo com seus grupos:

Grupo A

ABC
A equipe de Natal fez péssima campanha na Série C do ano passado, chegando a correr risco de rebaixamento. Vice no estadual, o ABC tenta repetir 2016, seu último acesso.

Botafogo-PB
A equipe paraibana eliminou o CSA, da primeira divisão, na Copa do Nordeste, além de ter sido campeão estadual. Promete ser um dos times mais competitivos da Série C.

Confiança
A equipe sergipana ficou no meio da tabela no ano passado. O objetivo é brigar por uma vaga nos mata-matas neste ano. No Sergipano 2019, ficou apenas em terceiro lugar.

Ferroviário
O clube cearense não vem bem na temporada (não chegou nem aos mata-matas de seu estadual). Atual campeão da Série D, chega para a C pensando apenas em se manter.

Globo
Ameaçado pela degola no ano passado, o clube potiguar espera realizar uma campanha mais digna nesta temporada. No estadual, o clube ficou apenas com o terceiro lugar.

Imperatriz
Recém-chegada à Série C, a equipe maranhense sonha em conseguir o acesso à B pela segunda vez em sua história. No estadual, foi campeã, superando o Moto Club na final.

Náutico
O calvário de uma das equipes mais tradicionais do Nordeste continua. Longe da elite do Brasileirão desde 2013, o Timbu perdeu o título estadual nos pênaltis para o rival Sport.

Sampaio Corrêa
O Bolívia Querida vem em declínio: foi rebaixado da Série B no ano passado e caiu nas semifinais do Maranhense neste ano. Na Copa do Nordeste, parou na fase de grupos.

Santa Cruz
Mais um clube tradicionalíssimo que sofre para voltar aos dias de glória, o Santa Cruz está nas semifinais da Copa do Nordeste e tem dado sinais de evolução nesta temporada.

Treze
Vice-campeão da Série D no ano passado, a equipe paraibana terá de mostrar sua força se não quiser retornar logo à quarta divisão. Os clássicos com o Botafogo serão destaque.

Grupo B

Atlético Acreano
Boa surpresa da Terceirona em 2018, o Atlético Acreano superou Santa Cruz e Botafogo-SP e perdeu o acesso para o campeão Cuiabá. A equipe é a atual campeã de seu estado.

Boa Esporte
O clube mineiro foi o lanterna da Série B no ano passado. Semifinalista do Campeonato Estadual, foi goleado pelo Atlético-MG por 5×0 – o que abala a confiança antes da Série C.

Juventude
A campanha ruim no Campeonato Gaúcho deve servir como alerta para o Juventude, que vem de um rebaixamento da Série B e precisa reagir caso queira evitar novo descenso.

Luverdense
A equipe do Mato Grosso fez campanha discreta na Terceirona no ano passado. Neste ano, deu trabalho ao Fluminense ao ser eliminada na terceira fase da Copa do Brasil.

Paysandu
O Papão vinha de quatro temporadas consecutivas na Série B, mas caiu em 2018. Não foi bem no Estadual (quarto lugar), mas conta com o peso da camisa e com a força da torcida.

Remo
O campeão paraense terá dois clássicos com o Papão na Série C, uma espécie de torneio à parte. Mas o Remo está de olho mesmo é na volta à Segundona após mais de uma década.

São José-RS
Quadrifinalista do Gauchão 2019, o São José foi terceiro colocado na Série D em 2018, o que garantiu o acesso. Jamais disputou a Série B – ou seja, um novo acesso seria inédito.

Tombense
Mais uma equipe que persegue seu primeiro acesso à Série B. No ano passado, fez papel apagado na Terceirona, longe dos líderes. Caiu nas quartas no Campeonato Mineiro.

Volta Redonda
Após uma campanha fraca no Estadual, o Voltaço espera mostrar um futebol melhor na Série D. O desempenho em 2018 foi preocupante: o Voltaço escapou da queda no sufoco.

Ypiranga de Erechim-RS
Outro time que correu risco no ano passado e precisa mostrar para fugir da queda nesta temporada. É a única equipe da Série C deste ano que não disputou a elite do Estadual.

Operário-PR surpreendeu ao ser campeão em 2018

A Terceirona do ano passado consagrou um campeão que poucos esperavam. Apesar de sua tradição (é uma agremiação centenária), o Operário-PR não figurava entre os favoritos ao título da Série C em 2018. O clube de Ponta Grossa tinha acabado de chegar da Série D, em que foi campeão nacional em 2017. A equipe manteve o ritmo na divisão de cima, ao terminar a fase classificatória em segundo lugar, atrás apenas do Botafogo-SP. O acesso à Série B foi decidido nas quartas contra o Santa Cruz, com placar agregado de 3×1 para os paranaenses. Nas semifinais, o Operário eliminou o Bragantino, e na decisão, superou um outro clube que não era visto como favorito, o Cuiabá.

A equipe do Mato Grosso foi a terceira colocada de seu grupo, mas cresceu bastante nos mata-matas. Eliminou o Atlético Acreano e o favorito Botafogo-SP para chegar à final. Os paulistas Bragantino e Botafogo caíram nas semis, mas também se garantiram na Série B em 2019. Os rebaixados à Série D foram Juazeirense e Salgueiro, como piores times do Grupo A, e Tupi e Joinville, como os lanternas do Grupo B. O caso do clube catarinense é digno de registro. O Joinville disputou a Série A do Brasileirão há apenas quatro anos, mas despencou desde então e acabou amargando a pior campanha do campeonato da Série C em 2018, somando apenas 14 pontos e terminando a competição com saldo negativo de 22 gols. Um vexame de uma das equipes mais tradicionais da Região Sul.

Clubes tradicionais estão entre os favoritos

Três equipes que foram rebaixadas da Série B chamam atenção na lista de participantes da Terceirona do Campeonato Brasileiro neste ano. A começar pelo Paysandu, um clube muito tradicional e que costuma atrair grandes públicos para seus jogos em Belém. Com a força da torcida, a intenção é voltar rapidamente à Segundona. O mesmo vale para o time que ficou imediatamente abaixo do Papão na Série B. O Sampaio Corrêa já foi campeão da Série C e já conhece o caminho do acesso, apesar de não viver bom momento. Completa esse trio o Juventude, equipe que se notabilizou por dar trabalho a muitos grandes.

Quando levamos em conta o retrospecto de 2018, é importante destacar também quem está chegando da Série D. Esses clubes costumam estar em bom momento, embalados e com confiança, conforme provou o Operário-PR no ano passado. Nesta temporada, os quatro novatos são o Ferroviário, campeão da Série D do ano passado; Treze de Campina Grande, vice-campeão; o São José gaúcho, terceiro lugar em 2018; e o Imperatriz-MA, que ficou em quarto. Entre as agremiações que se mantiveram na Terceirona e que sonham em enfim subir de divisão neste ano destacamos as seguintes: o tradicionalíssimo Náutico, seu rival Santa Cruz, o Remo, de Belém do Pará, e o Botafogo, da Paraíba.

Melhores sites para apostar na Série C

Diversos sites de apostas oferecem a possibilidade de fazer palpites nos jogos da terceira divisão do Brasileirão. Você deve ficar de olho em quais oferecem os melhores odds, é claro, mas não só isso: é preciso lembrar que só sites de apostas com boa reputação no mercado merecem seu investimento. Afinal, você não vai querer passar aperto com uma casa de apostas de fama duvidosa, não é mesmo? Para ajudá-lo nessa tarefa, o Ganhador avaliou as melhores casas de apostas que aceitam palpites de brasileiros.

Todos os sites listados abaixo recebem apostas realizadas no país, trabalham com movimentações financeiras em reais e têm menus de navegação no nosso idioma. Além disso, eles oferecem suporte ao usuário para esclarecer dúvidas e resolver possíveis problemas. Confira quais são os pontos fortes de cada um e escolha o que melhor atende às suas necessidades. E não deixe de aproveitar as promoções oferecidas aos novos usuários: os melhores sites do ramo dão bônus muito vantajosos a quem começa a apostar. Basta você se inscrever e fazer seu primeiro depósito para aproveitar os bônus.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

 

Como faturar apostando no Brasileirão 2019

As apostas esportivas deverão ganhar muito espaço entre os torcedores brasileiros neste ano. Esse mercado cresce no mundo todo, mas a expansão do setor no país é notável. As apostas em futebol conquistam qualquer um – afinal, é difícil dispensar a chance de lucrar e se divertir enquanto você torce. Se os últimos anos servirem como referência, o número de apostadores nos jogos do Brasileirão deverá dar mais um salto nesta temporada, em que o campeonato dá sinais de que será muito interessante.

Tem muita gente de olho na chance de testar seus conhecimentos e faturar – e não só com as séries A e B, mas também com a Série C. Graças a esse interesse do público, as casas de apostas já oferecem a possibilidade de fazer palpites em todas as partidas da Terceirona. Sim, você pode apostar em qualquer jogo que escolher, mesmo aqueles que envolvem equipes menos badaladas, sem a mesma fama dos favoritos ao título. O Brasileirão pode ser uma ótima chance para que os apostadores iniciantes aprendam como lucrar com os palpites em futebol.

Para esses torcedores, recomenda-se uma estratégia menos arriscada – fazendo uma aposta em vencedor simples ou no duplo, por exemplo. Já os apostadores mais experientes podem ir além, fazendo palpites mais elaborados – margem de gols, placar exato, handicap… Então você já sabe: fique de olho no noticiário sobre a Série C no Ganhador, acompanhe os odds, explore as diferentes possibilidades de lucro e invista com inteligência em uma das divisões de acesso do Brasileirão.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar