UFC

UFC Lincoln tem nocaute de Justin Gaethje em James Vick; Brasil tem saldo negativo no evento

Foto: Divulgação / UFC

O UFC Fight Night que aconteceu neste sábado, em Lincoln, Nebraska (EUA), contou com seis brasileiros em ação. E apesar de a maioria dos atletas tupiniquins terem chegado ao show como favoritos, o saldo foi negativo. Apenas Deiveson Figueiredo e Rani Yahya saíram do octógono como vencedores, enquanto Marcos “Maluko”, Warlley Alves, Kalindra Faria e Iuri Marajó acabaram derrotados no evento. Na luta principal, Justin Gaethje deu mais um show e mostrou por que é um dos atletas mais empolgantes da categoria dos leves.

Justin Gaethje Vs James Vick

Depois de muita provocação, apenas um homem se manteve de pé. Vick falou, falou, falou e caiu. Na luta principal do UFC Lincoln, James chegou em ótima fase, vindo de quatro vitórias consecutivas, sendo duas por nocaute. Do outro lado, Gaethje, que estava invicto quando chegou ao UFC, um ano atrás, estava vindo de duas derrotas em sequência, sendo ambas por nocaute. O americano não mudou sua postura “kamikaze” de ser agressivo e partir para cima e “seja o que deus quiser”. Mas dessa vez, ele foi feliz em acertar um direto que imediatamente fez Vick desabar apagado aos 1m27seg do primeiro assalto do combate.

Depois de cair diante de Eddie Alvarez e Dustin Poirier, Gaethje volta a vencer bem. Atual sétimo colocado no ranking oficial dos leves, o lutador citou o nome de Tony Ferguson como possível próximo rival, mas o mesmo tem duelo marcado contra Anthony Pettis. Justin então deixou claro que não se importa em enfrentar qualquer adversário que o Ultimate escolher, desde que o mesmo esteja à sua frente no ranking. O problema é que a categoria agora vive um momento onde várias lutas estão confirmadas, então Gaethje ou terá de esperar um bom tempo por uma boa luta ou então terá de aceitar um rival não tão expressivo.

Pra finalizar, é bom exaltar o quanto Gaethje é um atleta empolgante. Ele sempre vai para o tudo ou nada. Embora isso tenha lhe custado duas derrotas, quando ele vence o brilho é especial. Fãs gostam de atletas desse estilo. Em quatro lutas no UFC, Justin Gaethje participou de três lutas principais e conquistou bônus de “luta da noite” ou “nocaute da noite” em todas as suas apresentações no octógono. Números dignos de reconhecimento.

Brasil sai do UFC Lincoln com saldo negativo

Eram seis atletas em ação representando as cores verde e amarela, mas apenas dois saíram do octógono com sorriso no rosto. Deiveson Figueiredo foi destaque no card principal, onde nocauteou John Moraga  no segundo round. O resultado rendeu a ele a décima quinta vitória na carreira, após 15 lutas. Ele está invicto no MMA e deve consolidar sua posição no top 10 da categoria peso-mosca do UFC.

Outro que se deu bem no UFC Lincoln foi Rani Yahya. O brasileiro finalizou Luke Sanders aos 1m31seg do primeiro round. Com o triunfo, o brasileiro chegou a 26 vitórias em 36 lutas na carreira. Ele emplacou a terceira vitória consecutiva no UFC.

Pelo card preliminar, Warlley Alves foi nocauteado por James Krause no segundo round, Kalindra Faria  foi finalizada no primeiro assalto contra Joanne Calderwood, Iuri Marajó foi nocauteado por Cory Sandhagen e Andrew Sanchez bateu Markus Maluko na decisão dos juízes.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar