Ganhador.com

Carioca

Taça Guanabara: Botafogo começa a saber hoje se existe vida pós-Jair Ventura

Foto: Vitor Silva / SS Press / BFR (Botafogo FR - Facebook oficial)

Time da Estrela Solitária recebe a Portuguesa na abertura da competição; partida será às 21h30 (de Brasília), no Estádio Nilton Santos        

Sensação do futebol brasileiro em boa parte de 2017, o Botafogo abre a sua temporada 2018 às 21h30 (de Brasília) desta terça-feira (16), com a primeira rodada da Taça Guanabara. O desafio não promete ser dos mais complicados. A equipe alvinegra joga em casa, no Estádio Nilton Santos, contra a Portuguesa, uma rival que de antemão não demonstra muitas capacidades para complicar a partida. O compromisso vai servir mais para o torcedor botafoguense se acostumar com o que será da equipe depois do forte vínculo vivido com o treinador Jair Ventura, que agora está no Santos. A cobrança em cima do novo comandante botafoguense, o ex-atacante Felipe Conceição, será muito forte deste este começo.

E o time?

O Botafogo reforçou seu elenco com quatro peças: dois meias (Luiz Fernando e Renatinho) e dois atacantes (Rony e Leandro Carvalho). A torcida espera que a chegada dos contratados dê mais velocidade à equipe neste ano. De fato, o Botafogo 2017 teve bons momentos, mas não foram poucas as ocasiões que a equipe passou a sensação de ser um pouco lenta e acomodada, especialmente na reta final do Campeonato Brasileiro, quando o time despencou e perdeu a vaga na Libertadores da América, terminando apenas na décima colocação. “Agora o time está mais veloz e agudo”, comentou o novo treinador botafoguense. “Não vou inventar nada, só vou adaptar o que foi feito no ano passado e tentar aprimorar algumas coisas que podem ser melhoradas. O torcedor vai começar a perceber já nesta terça.”

O problema é que o Botafogo está correndo contra o tempo para regularizar a inscrição de parte do seu elenco. A dificuldade se divide em duas frentes: os recém-chegados e os jogadores que tiveram os seus contratos renovados.

A dúvida, claro, afeta o trabalho de toda a comissão técnica, que não sabe quais jogadores poderão ser escalados.

Rony e Renatinho são os que mais correm risco de não estrear, pelo fato de ambos acabarem de chegar. Dudu Cearense e Luiz Fernando sim estão garantidos, pois foram registrados na última sexta.

O Botafogo leva enorme vantagem no retrospecto sobre a Portuguesa. As equipes se enfrentaram pelo Carioca em cinco ocasiões desde 2004, e o Fogão venceu todas. No ano passado, por exemplo, terminou 4×1 para o time da Estrela Solitária, gols de Bruno Silva (dois), Roger e Gilson.

Botafogo e Portuguesa integram o Grupo C, ao lado de Fluminense, Boavista, Madureira e Macaé. O Grupo B tem Vasco, Flamengo, Cabofriense, Volta Redonda, Bangu e Nova Iguaçu.

Lusa vê fartura de atacantes

Ninguém pelos lados da Portuguesa demonstra medo nos discursos oficiais da equipe antes do jogo contra o Botafogo. “É claro que respeitamos um clube gigante como o Botafogo, mas fizemos uma preparação muito boa e temos chances de colocar em prática tudo o que pretendemos”, falou o técnico João Carlos Ângelo.

A esperança da equipe para esta temporada é tão positiva que acaba sendo justamente no setor de ataque onde ocorre o excesso de opções. Alexandro, Tiago Amaral e Jairo Paraíba brigam entre si pela vaga de atacante principal da equipe – e os três já demonstraram boas condições técnicas em clubes de elite como a Ponte Preta, no caso de Alexandro. O difícil vai ser deixar Tiago Amaral no banco. Ele foi o artilheiro do Campeonato Carioca de 2016, quando jogava no Volta Redonda e terminou a competição com dez gols. A Portuguesa terá dúvidas constantes para formar a sua equipe a cada partida.

“Temos um elenco muito interessante, com boas opções tanto entre os titulares quanto entre os reservas. Isso fortalece o grupo e torna o trabalho bem mais interessante, porque ninguém tem espaço para se acomodar. Já percebemos uma boa dinâmica na pré-temporada e nos amistosos. Vamos ver agora como vai ser na Taça Guanabara”, seguiu o treinador.

Para João Carlos Ângelo, estrear contra o Botafogo no Estádio Nilton Santos é a ocasião perfeita para motivar o time. “Nosso clube está bem estruturado e não há nada mais animador do que enfrentar uma grande equipe em um grande palco. Aceitamos o desafio e vamos dar o nosso melhor. Vamos olhar sempre para as nossas opções e analisar aquilo que temos de mais interessante no momento”, concluiu.

Jogos da 1ª rodada da Taça Guanabara

Terça-feira, 16 de janeiro

  • 21:30 – Botafogo x Portuguesa – Palpite: Botafogo

Quarta-feira, 17 de janeiro

  • 16:30 – Madureira x Macaé – Palpite: Macaé
  • 16:30 – Nova Iguaçu x Cabofriense – Palpite: Cabofriense
  • 16:30 – Boavista x Fluminense – Palpite: Fluminense
  • 21:45 – Volta Redonda x Flamengo – Palpite: Flamengo

Quinta-feira, 18 de janeiro

  • 19:30 – Vasco x Bangu – Palpite: Vasco

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar