UFC

Conor McGregor pode perder cinturão do UFC se não voltar ao octógono o quanto antes

Foto: Divulgação/UFC

Acabou a moleza de Conor McGregor! Ao menos é isso o que indica o presidente do UFC Dana White. Segundo o dirigente, se o astro irlandês cumprir seu planejamento de só voltar ao octógono em setembro, o campeão absoluto dos leves do Ultimate será retirado do posto de campeão e perderá o cinturão da divisão para que a categoria até 70kg siga em frente com Khabib Nurmagomedov Vs Tony Ferguson.

Dana revelou a pretensão em entrevista ao canal americano Fox Sports 1. Ele revelou ter conversado com McGregor recentemente e ter ouvido do próprio que seu desejo seria um retorno apenas em setembro deste ano. Isso significa que Conor voltaria 22 meses depois de sua última aparição no octógono. Quase dois anos longe do UFC – e pior – sem defender o cinturão da categoria. Embora Dana White justamente reconheça os feitos do irlandês, “o show tem que continuar” com ou seu McGregor. Até em respeito aos outros membros da divisão dos leves.

Depois de se aventurar no boxe, em agosto passado, McGregor faturou mais de US$ 70 milhões. Depois disso, seu futuro é pura especulação entre continuidade no boxe ou no MMA. Logo, está mais do que certo o Dana afirmar que vai seguir em frente com a categoria. Quando – e se – McGregor quiser voltar a pisar no octógono, ele poderá ter a chance imediata de disputar o cinturão da categoria de forma imediata contra o rival que for. Assim é mais justo.

Se McGregor não mudar de ideia e adiantar seus planos, antecipando seu retorno ao MMA, a decisão do UFC será casar pela terceira vez um combate entre Tony Ferguson e Khabib Nurmagomedov. Eles já estiveram escalados para se enfrentarem duas vezes, mas o confronto acabou adiado devido a uma lesão do americano na primeira oportunidade e à falha do russo no corte de peso na segunda tentativa. É o tipo de luta que preocupa o UFC, que sofre com adiamentos e baixas de última hora. Mas esta é, de fato, a única e melhor opção a ser escolhida.

Campeão interino dos leves, Ferguson vem de vitória por finalização contra Kevin Lee, em outubro. Já Nurmagomedov, dominou Edson Barboza no UFC 219, em dezembro passado. Ambos são os melhores lutadores pesos-leves da atualidade e certamente vão proporcionar ao público um combate talvez não tão vendável ou expressivo no mundo das lutas, mas que certamente vai render muitos frutos dentro do octógono.

Que McGregor interrompa sua rotina de ostentação o quanto antes e volte a fazer o que sabe, que é lutar. O show precisa continuar e suas lutas são muito mais empolgantes do que acompanhar o noticiário onde ele é assunto por conta de flertes com celebridades, aniversário milionário para o filho, problemas com comissões atléticas, com a polícia e até com a máfia irlandesa. Chega de farra, McGregor! Volte ao trabalho.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar