Ganhador.com

Brasileirão Série A

São Paulo vence o Flamengo no Maracanã e reduz para 1 ponto a vantagem do líder do Campeonato Brasileiro

Sólido na defesa, São Paulo segura ataque do Flamengo e garante os 3 pontos no Maracanã.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo/Reprodução

Na retomada do Campeonato Brasileiro o São Paulo segura o ataque do Flamengo e com a vitória por 1 a 0 pulveriza a vantagem do rubro-negro na liderança do torneio; Corinthians e Grêmio também vencem jogando em casa.

Sem apresentar uma grande qualidade técnica, o duelo entre Flamengo e São Paulo ontem (18) no Maracanã teve seus lances de emoção com os ataques exigindo boas intervenções dos goleiros Diego Alves e Sidão. Valendo-se da “lei do ex”, Everton – que trocou o Urubu pelo Tricolor nesta temporada – deu a vitória aos paulistas completando, aos 2 minutos do segundo tempo, o bom cruzamento do estreante Rojas para, de cabeça, derrubar o líder do Brasileirão diante de um público de mais de 51 mil pagantes.

Rojas, aliás,  já havia mostrado seu cartão de visitas aos 28 minutos do primeiro tempo quando “entortou” Réver e bateu para o gol exigindo boa intervenção de Alves.

Com Guerrero bem marcado, Diego e Éverton Ribeiro em mais uma jornada abaixo do que podem e Marlos Moreno, substituto de Vinícius Júnior, apagado, o Flamengo ameaçou em jogadas de bola parada, como aos 42 minutos, quando Paquetá finalizou no travessão após (mais uma) saída errada de Sidão.

Atrás no placar desde os 2 minutos do segundo tempo, o líder do Campeonato Brasileiro foi para cima, pressionou a defesa dos visitantes mas parou no bom posicionamento de Arboleda e Anderson Martins, nas boas intervenções de Sidão e na falta de pontaria de seu ataque que não soube aproveitar os constantes vacilos do arqueiro tricolor que levou o terceiro cartão amarelo e assim como Everton, não enfrentará o Corinthians no clássico do próximo sábado. Araruna, expulso aos 47 do segundo tempo, também está fora do duelo enquanto que Jucilei, substituído ainda no primeiro tempo, será avaliado pelo departamento médico e pode ser mais um desfalque.

A derrota de ontem mantém o Flamengo na 1ª colocação do Campeonato Brasileiro, mas reduz sua “gordura” no topo para apenas 1 ponto – 27 contra 26 do São Paulo.

 

Corinthians 2 x 0 Botafogo

O Corinthians “reestreou” pelo Campeonato Brasileiro sob o comando de Osmar Loss trazendo de volta as qualidades da equipe comandada por Fábio Carille em 2017: solidez defensiva e precisão no ataque. Com apenas 3 finalizações certas nos mais de 90 minutos de jogo (incluindo os acréscimos), o Timão foi cirúrgico, abrindo o placar logo aos 3 minutos com Rodriguinho.

O Botafogo, agora comandado por Marcos Paquetá, não sentiu o golpe e jogou de igual para igual com os donos da casa, mas parou na boa defesa corintiana que, aparentemente, não se ressente tanto assim da falta de Balbuena e Sidcley, negociados durante a Copa do Mundo.

O time carioca voltou melhor para o segundo tempo e exigiu de Cássio pelo menos três boas defesas. Aos 30 minutos, porém, o castigo final: Romero recebeu de Fágner e bateu cruzado, sem chances de defesa para Jefferson, justamente naquele que deveria ser o melhor momento do Botafogo na partida. Com o gol de ontem, o paraguaio chegou aos 24 tentos marcados na Arena Corinthians e é, isolado, o maior artilheiro do estádio corintiano.

O resultado, além de colocar um fim à série de 4 jogos sem vitórias do Timão no Brasileiro, também deixou a equipe provisoriamente na 7ª posição com 19 pontos (o Cruzeiro, com 18 pontos, joga hoje contra o América-MG e pode chegar aos 21 pontos).

No sábado (21), o alvinegro paulista medirá forças com o vice-líder São Paulo, no Morumbi.

 

Grêmio 2 x 0 Atlético-MG

Absoluto em seus domínios, o Grêmio não tomou conhecimento do desentrosado Atlético-MG que em uma jornada desastrosa não foi goleado ontem (18) graças à boa atuação do goleiro Victor que segurou o ataque tricolor  – menos na cobrança de escanteio de Luan aos 6 minutos completada de cabeça por Bressan para o fundo do gol mineiro.

Sem sentir-se ameaçado em nenhum momento, o Grêmio fez valer sua superioridade sobre o Galo – visivelmente “perdido” em campo – e aos 13 do segundo tempo viu André colocar um  ponto final à série de 9 jogos sem marcar e dar números finais ao jogo.

Com total controle do duelo, Renato Gaúcho comemorou a entrada do Grêmio no G-4 com o retorno de Douglas aos gramados em um jogo oficial após 1 ano e meio parado recuperando-se de duas cirurgias. 4º colocado, com 23 pontos, o Tricolor poderá ser ultrapassado pelo Internacional que enfrenta o Atlético-PR hoje (19). O Galo, com os mesmos 23 pontos, segue na 3ª colocação.

 

A primeira vitória

Ceará 1 x 0 Sport

A má-sorte do Ceará acabou aos 9 minutos do segundo tempo ontem, no estádio Presidente Vargas, quando o estreante Arthur mandou para o fundo do gol de Magrão a bola que garantiu a vitória dos donos da casa sobre o valente Sport. O resultado colocou um ponto final à série de 16 jogos sem vitórias do Vozão (12 deles pelo Campeonato Brasileiro).

Melhor durante todo o jogo, o Sport não conseguiu passar pelo bom bloqueio defensivo armado pelo técnico Lisca – e quando conseguiu, parou nas mãos de Éverson ou mandou para fora.

Para o Ceará o resultado não muda nada: segue lanterna do Brasileirão com 8 pontos conquistados em 13 rodadas. O Sport, por sua vez, com 19 pontos perde uma posição (para o Corinthians) e é agora o 8º colocado – podendo ainda ser ultrapassado pelo Cruzeiro.

 

Abrindo distância do Z-4

Vitória 1 x 0 Paraná

Como era de se esperar, Vitória e Paraná fizeram um jogo ruim e doer. Tecnicamente fraco em igual proporção para os dois lados, o duelo de ontem foi decidido no oportunismo de André Lima que aproveitou rebote do chute de Jeferson na trave de Thiago Rodrigues e, aos 34 minutos do primeiro tempo, colocou os donos da casa na frente. O gol abriu as duas equipes, que encontravam espaços para atacar, mas falhavam miseravelmente por culpa das limitações de seus elencos.

Fechado no segundo tempo, o Vitória deixou a bola com o Paraná que pouco conseguiu fazer de produtivo para ameaçar a meta rubro-negra.

Com 15 pontos, o Vitória subiu para a 12ª posição e abriu 3 pontos de vantagem para o Bahia – que com 12 pontos puxa o trenzinho do Z-4. O rubro-negro entretanto, pode voltar para o fundo da tabela dependendo do resultado dos jogos de hoje e que fecham a 13ª rodada do Brasileirão (veja a tabela de jogos abaixo).

O Paraná, por sua vez, segue agonizando na vice-lanterna com 10 pontos conquistados em 39 possíveis.

 

Jogos, resultados e palpites para a 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A

Quarta-feira, 18/07/2018

  • 19:30 – Ceará 1 x 0 Sport
  • 21:00 – Vitória 1 x 0 Paraná
  • 21:45 – Flamengo 0 x 1 São Paulo
  • 21:45 – Corinthians 2 x 0 Botafogo
  • 21:45 – Grêmio 2 x 0 Atlético-MG

Quinta-feira, 19/07/2018

Comentários

2 Comentários

2 Comentários

  1. Pingback: As emoções do Brasileirão estão de volta! | Ganhador.com

  2. Pingback: Majestoso agita a 14ª rodada do Brasileirão | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar