Ganhador.com

NBA

LeBron James e a missão de levar o Los Angeles Lakers de volta aos títulos da NBA

LeBron James dos Los Angeles Lakers
Foto: Harry How/Getty Images

The King tem como primeiro objetivo classificar a franquia da Califórnia para os playoffs

O torcedor do Los Angeles Lakers finalmente viu LeBron James ser apresentado. O maior jogador da atualidade tem como missão levar a franquia de volta aos títulos, o que o time não consegue desde 2010. O ala ainda tem que competir com DeMarcus Cousins, Kawhi Leonard, DeMar DeRozan e Carmelo Anthony para em quadra confirmar ser a contratação mais impactante desta edição. Os primeiros passos de The King e de seus rivais é nesta sexta-feira (28/09), quando começa a Pré-temporada da NBA. LeBron estreia dois dias depois, no duelo com o Denver Nuggets.

Lakers com longo jejum

A grande realidade é que LeBron James chega em um time com terra arrasada. O Los Angeles Lakers não chega nos playoffs desde a temporada 2012-2013, quando teve 45 vitórias e terminou na sétima posição do Oeste, mas caiu logo na primeira rodada.

Desde então a franquia ficou sempre no fundo da tabela, tendo no ano passado um rendimento um pouco melhor, vencendo 35 e ficando na 11ª colocação.

Quem chega com LeBron

Se o elenco anterior era limitado, as peças que chegaram também não animam muito. Os principais reforços foram Lance Staphenson, JaVale McGee, Rajon Rondo e Michael Beasley. Quatro nomes que até possuem um certo talento, porém, nenhum chega a ser um grande coadjuvante, além de geralmente causarem tumulto no vestiário. Ou seja, LeBron vai encontrar um time tão limitado quanto o que tinha no Cleveland Cavaliers.

Novas marcas para The King

Ainda não dá para saber se estes quatro anos de contrato com os Lakers serão os últimos da carreira de LeBron James, mas se quiser buscar grandes marcas terá que começar logo. A tarefa mais fácil é de se igualar a Robert Horry, que conseguiu a proeza de ganhar a NBA com três camisas diferentes (Rockets, Lakers e Spurs). Como já venceu Miami Heat e Cleveland Cavaliers, teria que vencer só mais uma das próximas quatro temporadas.

Outro objetivo é simplesmente bater a lenda mais recente da Califórnia, Kobe Bryant. O camisa 24 conquistou cinco títulos, inclusive o último da franquia, em 2010. Dar mais taças aos Lakers que Black Mamba seria necessário no mínimo mais uma renovação de contrato, mas ao menos dá para alcançar o jogador em conquistas no geral.

Números que deixariam The King cada vez mais próximo de Michael Jordan nas comparações, que ocorreriam em maior número principalmente se LeBron conseguir um caneco nesta temporada. Com um time limitado ao seu lado, o ala teria que ter atuações de gala nos playoffs. O grau de dificuldade aumenta consideravelmente porque a Conferência Oeste é bem mais competitiva que a Leste, que o jogador reinou nos últimos sete anos.

Seus primeiros passos com sua nova equipe serão dados nesta pré-temporada, quando encara Denver Nuggets, Sacramento Kings, Los Angeles Clippers e Golden State Warriors. Contra este último serão dois duelos, nos dias 10 e 12 de outubro e devem ser os mais interessantes do período.

Demais negociações

Depois de LeBron James assinar com o Los Angeles Lakers, a NBA ficou agitada com a troca de Kawhi Leonard com DeMar DeRozan. O primeiro tinha o desejo de ir para os Lakers, mas acabou indo para o Canadá. O jogador será protagonista do Toronto Raptors e tem como a tarefa acabar com a sequência de decepções nos playoffs, quando costuma ser dominado após fazer uma boa campanha na fase regular. Já DeRozan vive uma situação inversa. O ala era bastante criticado exatamente pelas atuações apagadas na Pós-temporada, mas agora se juntará ao San Antonio Spurs, de Greg Popovich, que costuma dividir responsabilidades, o que pode exigir menos do atleta.

Outro que mudou de time é Carmelo Anthony. Com a camisa do Houston Rockets, o ala persegue o tão sonhado título depois de ter decepcionado no Oklahoma City Thunder. Ao lado de Chris Paul e James Harden, é possível ter esperança, mas superar o Golden State Warriors é uma grande missão.

Cousins no atual campeão

De todos os jogadores citados, o que deve ter menor impacto é o DeMarcus Cousins, afinal, ele já chega em um time campeão e que seria favorito a repetir o sucesso mesmo sem a aquisição do pivô. No entanto, é quem tem tudo para ter sucesso, afinal, deve colocar um anel de vencedor da NBA no dedo.

Apesar de alguns problemas físicos, Cousins vem de uma boa temporada, com médias de 25,2 pontos e 12,9 rebotes em 48 jogos disputados na temporada regular.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar