Brasileirão Série A

Guerra no Sul: Paraná e Chapecoense fazem duelo de desesperados pela 23ª rodada do Brasileirão

Jogadores do Chapecoense
Foto: Sirli Freitas

Equipes estão na zona de rebaixamento, e brigam entre si para se manter na elite

Em situação crítica na tabela de classificação, o lanterna do Campeonato Brasileiro, Paraná, recebe a Chapecoense nesta quarta-feira (05), às 21 horas (horário de Brasília), na Vila Capanema, para tentar arrancar alguns pontos de um adversário direto na luta contra o rebaixamento. Com três derrotas nas últimas rodadas, a Chape está em queda livre, e também precisa reagir antes que a situação se torne irreversível. No duelo dos desesperados, os anfitriões contam com um ligeiro favoritismo, mas seu retrospecto recente ainda causa alguma desconfiança.

Confira os prognósticos e saiba como as equipes chegam para a partida.

Paraná jogará duas partidas em casa

A campanha do Paraná no Brasileirão é tão fraca, que mesmo se vencer as duas próximas partidas, contra Chapecoense e Santos, o time ainda ficará bem longe de deixar a zona da degola. Entretanto, aproveitar a sequência como mandante é o mínimo que o Tricolor ainda pode fazer para evitar um rebaixamento que parece iminente. Na Vila Capanema, a equipe conquistou 14 dos seus 15 pontos, apesar de ter apenas 42,5% de aproveitamento.

O técnico Claudinei Oliveira ganhou algumas novas opções em relação ao último jogo, em que o time foi derrotado por 1×0 pelo Sport. Os recém-contratados Ortigoza e Deivid tiveram suas documentações regularizadas no BID, e estarão à disposição, assim como Torito González e Maicossuel, que não atuam desde a partida contra o Botafogo, pela 18ª rodada. O volante Leandro Vilela também retorna após cumprir suspensão.

Por outro lado, os exames médicos confirmaram a lesão de Pedrinho, que só deve retornar para a partida contra o Santos. O atacante se junta a Guilherme Biteco, Iacovelli e Zezinho, também contundidos, além de Jhonny Lucas, suspenso, na lista de desfalques do Tricolor da Vila.

Afastamento de artilheiro esquenta o clima na Chape

Na Chapecoense, o setor ofensivo causa dores de cabeça à comissão técnica. O único centroavante de ofício do elenco, Leandro Pereira, está suspenso por ter levado o terceiro cartão amarelo na partida contra o Palmeiras, e o comandante será obrigado a improvisar.

Isto porque, o antigo dono da posição e artilheiro do time na temporada, Wellington Paulista, foi afastado do elenco sem maiores explicações. Seus companheiros cobraram um posicionamento do presidente Plinio David de Nes Filho, o Maninho, que disse não poder voltar atrás por estar referendando um pedido do técnico Guto Ferreira. A resposta não pegou bem entre o grupo de atletas, mas o comandante dividiu a responsabilidade.

“Foi tomada a decisão. Tem o lado técnico e outros critérios que não convêm falar aqui. Em colegiado foi tomada a decisão e acatada.”, disse Ferreira.

O fato é que a equipe caiu consideravelmente de produção nas últimas três rodadas, e nem mesmo a força que antes exibia em casa se manteve, como mostrou a derrota diante do Palmeiras.

A escalação terá mudanças para a partida da Vila Capanema. Além do ataque, que deve ter Victor Andrade improvisado no lugar de Leandro Pereira, o setor de meio campo apresentará caras novas, com as entradas dos gringos Dofffo e Canteros nos lugares de Osman e Diego Torres.

A Chapecoense é a segunda pior visitante do Brasileirão, com 12% de aproveitamento. Os catarinenses ainda não venceram fora de casa.

Retrospecto de Paraná x Chapecoense

O jogo desta quarta-feira será apenas o sexto encontro entre Paraná e Chapecoense. As equipes se enfrentaram duas vezes pela Série B em 2013, outras duas pela Copa do Brasil de 2016, e, mais recentemente, pelo primeiro turno do Brasileirão, quando ficaram no empate. Os catarinenses contabilizam mais vitórias, duas ao todo, contra apenas uma dos paranaenses. No entanto, foi o Tricolor da Vila Capanema que levou a melhor no confronto de mata-mata, graças ao saldo de gols.

Últimos jogos
  • 07/05/2018 – Chapecoense 1×1 Paraná
  • 18/05/2016 – Chapecoense 2×0 Paraná
  • 11/05/2016 – Paraná 2×0 Chapecoense
  • 12/11/2013 – Paraná 0x1 Chapecoense
  • 17/08/2013 – Chapecoense 2×2 Paraná

Prováveis escalações

Paraná: Richard; Junior, Cleber Reis, René Santos e Igor; Leandro Vilela, Alex Santana, Caio Henrique e Nadson; Carlos (Ortigoza ou Rodolfo) e Rafael Grampola. Técnico: Claudinei Oliveira.

Chapecoense: Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Nery Bareiro e Roberto; Elicarlos, Márcio Araújo, Canteros e Doffo; Victor Andrade e Bruno Silva. Técnico: Guto Ferreira.

Palpite

A partida entre Paraná e Chapecoense tem tudo para ser bastante pobre tecnicamente, mas emoção certamente não faltará. As duas equipes precisam do resultado a qualquer custo, e devem partir para o ataque em busca dos três pontos.

Arrisco um placar de 2×2, resultado que mantém paranaenses e catarinenses na zona de rebaixamento.

 

Jogos da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro 2018

Quarta-feira, 05 de setembro
  • 19:30 – Bahia x Sport – Palpite: Bahia
  • 19:30 – Botafogo x Cruzeiro – Palpite: empate
  • 20:00 – Ceará x Corinthians – Palpite: Ceará
  • 21:00 – Paraná x Chapecoense – Palpite: empate
  • 21:00 – Palmeiras x Atlético-PR – Palpite: Palmeiras
  • 21:45 – Atlético-MG x São Paulo – Palpite: São Paulo
  • 21:45 – Internacional x Flamengo – Palpite: Internacional
Quinta-feira, 06 de setembro
  • 19:00 – Fluminense x Vitória – Palpite: Fluminense
  • 19:00 – Santos x Grêmio – Palpite: Santos
  • 20:00 – América-MG x Vasco – Palpite: América-MG

 

Classificação do Campeonato Brasileiro 2018

  1. São Paulo, 46 – Libertadores
  2. Internacional, 43 – Libertadores
  3. Flamengo, 41 – Libertadores
  4. Grêmio, 40 – Libertadores
  5. Palmeiras, 40 – Pré-Libertadores
  6. Atlético-MG, 35 – Pré-Libertadores
  7. Cruzeiro, 31 – Copa Sul-Americana
  8. Corinthians, 30 – Copa Sul-Americana
  9. Atlético-PR, 27 (um jogo a menos) – Copa Sul-Americana
  10. Santos, 27 (um jogo a menos) – Copa Sul-Americana
  11. Fluminense, 27 – Copa Sul-Americana
  12. América-MG, 26 – Copa Sul-Americana
  13. Vitória, 25
  14. Bahia, 25
  15. Botafogo, 25
  16. Vasco, 24 (um jogo a menos)
  17. Sport, 23 – Zona de rebaixamento
  18. Chapecoense, 21 (um jogo a menos) – Zona de rebaixamento
  19. Ceará, 20 – Zona de rebaixamento
  20. Paraná, 15 – Zona de rebaixamento

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar