Ganhador.com

UFC

Daniel Cormier nocauteia Stipe Miocic, conquista cinturão dos pesados e faz história no UFC

Foto: Divulgação / UFC

Uma superluta legítima merece um supercampeão. Quando se fala em dois grandes do MMA, dois lutadores reconhecidos por seu poder, domínio e expressividade, e os coloca dentro do mesmo octógono, o resultado só pode ser algo extraordinário. E foi exatamente isso o que os mais de 15 mil fãs acomodados na Arena T-Mobile, em Las Vegas (EUA), presenciaram. Algo extraordinário. Com uma performance antológica, Daniel Cormier se tornou campeão dos pesados ao nocautear Stipe Miocic no primeiro round da disputa de cinturão. O lutador acumula agora dois títulos simultâneos da maior organização de MMA do planeta – ele também é campeão meio-pesado.

Miocic começou o combate no mesmo ritmo de sempre. Agressivo, o lutador foi atrás de Cormier e tentou encurralá-lo durante os primeiros minutos. Daniel até sofreu alguns golpes duros, mas em nenhum momento esboçou susto ou aperto com a pressão de Miocic. Pelo contrário. Tranquilo, DC foi acelerando seu ritmo aos poucos e cresceu no combate. Usando uma pegada de wrestling para se aproximar do rival, Cormier sobreviveu aos ataques de Stipe, e encaixou seus golpes na curta distância. Miocic foi perdendo forca e velocidade até que DC capitalizou uma brecha com um cruzado curto e derrubou o adversário. Com mais alguns golpes no solo, Cormier liquidou a fatura e correu para comemorar o feito histórico.

“Fui peso-pesado por muito tempo, deixei a divisão, eu nunca soube que poderia ser campeão, mas hoje tive a resposta. Sou campeão de duas divisões, bebê. Tenho 39 anos de idade, e já fui segundo muitas vezes. Hoje, eu conquistei tudo. Me tornei campeão peso-pesado do UFC. É algo que nunca experimentei”, comemorou o lutador, ainda no octógono.

Com o resultado, Daniel Cormier se une a BJ Penn, Randy Couture, Georges St-Pierre e Conor McGregor como únicos nomes da história a serem campeões de duas categorias diferentes do UFC.  Apenas DC e Conor, no entanto, foram capazes de deter dois títulos de forma simultânea. Daniel acumula agora na carreira o número de 21 vitórias, uma derrota e um No Contest (Sem resultado) em sua trajetória no esporte. Ele continua invicto como peso-pesado, já que antes da disputa de cinturão deste sábado ele já havia trilhado caminho como peso-pesado antes de chegar ao UFC.

Um desfecho especial para uma superluta histórica. Depois de a categoria dos pesados conhecer o maior campeão de sua história, já que Miocic foi o único a conseguir três defesas de título em sequência, a divisão mais respeitada das lutas conhece um novo campeão no UFC. E de uma forma incrível. Agora DC irá avaliar o que fazer com a posição que conquistou. Ele volta aos meio-pesados ou sobe para os pesados? Diante do resultado que ele conquistou e do desafio que fez a Brock Lesnar, que chegou a encará-lo no octógono, Cormier deve se manter nos pesados. Mas este é apenas um palpite. Daniel Cormier agora está no topo, tem o mundo aos seus pés e depois de decepções contra Jon Jones, ele atinge o mais alto nível no que diz respeito a conquista esportiva.

Confira os resultados do UFC 226

Daniel Cormier nocauteou Stipe Miocic no primeiro round
Derrick Lewis venceu Francis Ngannou na decisão dos juízes
Mike Perry venceu Paul Felder na decisão dos juízes
Anthony Pettis finalizou Michael Chiesa no segundo round
Khalil Rountree nocauteou Gokhan Saki no primeiro round
Card preliminar
Paulo Borrachinha nocauteou Uriah Hall no segundo round
Raphael Assunção venceu Rob Font na decisão dos juízes
Drakkar Klose venceu Lando Vannata na decisão dos juízes
Curtis Millender venceu Max Griffin na decisão dos juízes
Dan Hooker nocauteou Gilbert Durinho no primeiro round

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar