Ganhador.com

Brasileirão Série A

Com Felipão invicto, Palmeiras tenta encostar no G-4 do Brasileirão em duelo com o ameaçado Vitória

Jogador Dudu do Palmeiras
Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Sexto colocado na tabela, Verdão precisa vencer o Leão, que estreia o técnico Paulo Cézar Carpegiani, para seguir à caça ao líder São Paulo

A cada semana que passa a “Família Scolari” vai ganhando corpo no Palmeiras. Se a contratação do técnico pentacampeão mundial teve “nariz torto” de muita gente após seu anúncio, o dia a dia do gaúcho no clube alviverde e os resultados alcançados até agora têm derrubado tal rejeição. Invicto em sua terceira passagem no Verdão, Felipão quer seguir no embalo após passar pelo Bahia e garantir vaga para o duelo com o Cruzeiro pela semifinal da Copa do Brasil. O adversário da vez é o Vitória, que em crise, estreia o técnico Paulo Cézar Carpegiani neste domingo (19 de agosto), às 16 horas, no Barradão, para sair da parte debaixo da tabela do Brasileirão. Confira a análise da partida válida pela 19ª rodada da Série A.

 

Estilo Scolari

Quatro jogos se passaram desde a estreia de Luiz Felipe Scolari e o Palmeiras segue invicto. E melhor, sem tomar gols. O setor defensivo tão criticado e formado por Antônio Carlos, Edu Dracena e Felipe Melo engrenou – são seis jogos sem sofrer gols ao todo, igualando a marca de 2008, do time então dirigido por Vanderlei Luxemburgo – e já não é motivo de tanta preocupação. Então, qual a receita para três vitórias e empate na terceira passagem do técnico pentacampeão mundial? O jogo simples!

Sem inventar, o comandante alviverde parece ter despertado o apetite de seus atletas por competividade no clube, que vinha sendo um dos principais pontos negativos na era Roger Machado. Ao encontrar um time técnico e com muito potencial, Felipão aderiu “doses de adrenalina” no elenco, que tem assimilado rapidamente suas ideias.

Fato é que o Verdão abriu importante vantagem contra o Cerro Porteño no Paraguai, ganhando a partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores por 2×0, e assegurou a passagem para as semifinais da Copa do Brasil na última quinta-feira, ao bater o Bahia por 1×0 no Pacaembu. Com a torcida ao lado do treinador e os jogadores comprando seu discurso, Felipão tentará dar um salto no Brasileirão.

Sexto colocado com 30 pontos, o Palmeiras está oito pontos atrás do líder São Paulo. Se contabilizarmos que o Tricolor Paulista irá fazer o seu dever de casa contra a Chapecoense, o Verdão tem a obrigação de vencer o Vitória para seguir na briga pelo título. Um triunfo no Barradão pode fazer com que o alviverde ganhe posições na tabela, já que o Atlético-MG, quinto com 30 pontos, e o Grêmio, quarto com 33 pontos, também jogam fora de seus domínios, contra Botafogo e Corinthians, respectivamente.

 

Volta de Dudu

O jogo contra os baianos pode ser a confirmação da redenção de Dudu. Ídolo recente da torcida palmeirense, sendo fundamental nos títulos da Copa do Brasil de 2015 e do Brasileirão de 2016, o meia-atacante caiu no conceito da massa alviverde ao polemizar sua não ida para o futebol chinês. A tal independência financeira do jogador não foi “comprada” pela diretoria do Palmeiras, que acredita no camisa 7 para o projeto Copa Libertadores.

Alternando bons e maus momentos dentro de campo, Dudu foi fundamental para o Verdão alcançar a classificação contra o Bahia. Com gol de cabeça, ele anotou deu a vitória ao clube, que irá enfrentar o Cruzeiro na próxima fase. Aliviado pelo fim da pressão, o jogador pode ser peça decisiva para o jogo de logo mais em razão das circunstâncias do jogo, já que o adversário precisará sair para o jogo e construir o resultado. Articulador, ele pode ser o homem do último passe para Borja ou mesmo ser o jogador surpresa no ataque, como ocorreu diante do Tricolor Baiano.

 

Estreia de Carpegiani

Se para o Palmeiras a vitória significa a possibilidade de G-4, o triunfo do Vitória ajuda o clube a se desgarrar do Z-4. Primeiro time acima da zona da degola com 19 pontos, o Leão está em crise. E motivos não faltam para isso: três goleadas nos últimos cinco jogos (para Bahia, Atlético-PR e Grêmio), demissão do técnico Vagner Mancini e reforços não rendendo como o esperado dentro de campo.

Em meio à turbulência nos bastidores, Paulo Cézar Carpegiani chega para acalmar os ânimos. A terceira passagem do comandante no time rubro-negro começou com um objetivo claro: melhorar a defesa. Isso porque a equipe tem a pior marca da Série A, com 37 gols sofridos em 18 rodadas.

Até por isso, o novo treinador deve promover alterações no setor. Recuperado de lesão, Aderllan deve formar dupla com Ruan Renato, deixando Kanu no banco. Já Bryan desbancou Benítez. Na frente, a principal esperança segue sendo Neilton, artilheiro do clube na temporada, que durante a semana foi insistentemente orientado para atuar mais perto do gol.

 

Palpite

As próximas rodadas serão decisivas para sabermos o que o Palmeiras quer para o Brasileirão. Vencer o Vitória significa continuar na briga pelo título, mesmo com o São Paulo estando oito pontos à frente. É bom lembrarmos que há um turno pela frente e que a distância é sim possível de ser tirada. Com um time mais técnico e se aproveitando do desespero rubro-negro, o Verdão deve vencer o jogo no Barradão, mas sua longa sequência sem tomar gols deve acabar.

 

Jogos da 19ª rodada do Brasileirão da Série A

Sábado, 18 de agosto

  • 16:00 – Santos x Sport – Palpite: Santos
  • 19:00 – Corinthians x Grêmio – Palpite: Grêmio

Domingo, 19 de agosto

  • 11:00 – Atlético Paranaense x Flamengo – Palpite: empate
  • 11:00 – Internacional x Paraná – Palpite: Internacional
  • 16:00 – Cruzeiro x Bahia – Palpite: Cruzeiro
  • 16:00 – Vitória x Palmeiras – Palpite: Palmeiras
  • 16:00 – Botafogo x Atlético Mineiro – Palpite: empate
  • 19:00 – América-MG x Fluminense – Palpite: América-MG
  • 19:00 – São Paulo x Chapecoense – Palpite: São Paulo

Segunda-feira, 20 de agosto

  • 20:00 – Vasco x Ceará – Palpite: Vasco

 

Classificação do Campeonato Brasileiro 2018

  1. São Paulo, 38 – Libertadores
  2. Flamengo, 37 – Libertadores
  3. Internacional, 35 – Libertadores
  4. Grêmio, 33 – Libertadores
  5. Atlético-MG, 30 – Pré-Libertadores
  6. Palmeiras, 30 – Pré-Libertadores
  7. Corinthians, 26 – Sul-Americana
  8. Cruzeiro, 25 – Sul-Americana
  9. Fluminense, 22 – Sul-Americana
  10. Botafogo, 22 – Sul-Americana
  11. América-MG, 21 – Sul-Americana
  12. Bahia, 21 (um jogo a menos) – Sul-Americana
  13. Chapecoense, 21
  14. Sport, 20
  15. Vasco, 19 (dois jogos a menos)
  16. Vitória, 19
  17. Santos, 18 – Zona de rebaixamento
  18. Ceará, 16 – Zona de rebaixamento
  19. Atlético-PR, 15 – Zona de rebaixamento
  20. Paraná, 14 – Zona de rebaixamento

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar