Ganhador.com

NBA

Cai a máscara de Kyrie Irving: site revela chantagem e escândalo na sua saída dos Cavs


Foto: AP Photo/Don Ryan

Astro forçou a barra da pior maneira para deixar o Cleveland Cavaliers e fugir da sombra de LeBron James                 

Kyrie Irving hoje é o grande nome do Boston Celtics que lidera a Conferência Leste. Mas sua saída do Cleveland Cavaliers ainda segue dando o que falar em todo o mundo. E as notícias que vêm dos Estados Unidos dão conta de uma trama de chantagens e de ofensas que mostram como o melhor basquete do mundo pode ser um ambiente onde a ética e os bons costumes ficam em último plano em detrimento de caprichos e das vaidades.

 

Um pesado jogo de poder

É claro que os Cavs vão procurar mil e uma justificativas para tentar tapar a pífia campanha na atual temporada – mesmo com LeBron James, a equipe hoje ocupa uma pálida terceira colocação na Conferência Leste, correndo sério risco de ser ultrapassado pelo Miami Heat e cair para a quarta posição ainda neste final de semana. E uma das razões que a imprensa de Cleveland dá para a má campanha dos Cavs ainda é a saída do armador Kyrie Irving, ocorrida entre a última temporada e a atual.

O site cleveland.com trouxe uma longa matéria com os bastidores da transação. Nela, há pesadas revelações contra Irving, que ameaçou, segundo a página: 1) não ir à pré-temporada, 2) operar o joelho em plena época de jogos e 3) ficar um longo tempo parado caso os Cavs não aceitassem a sua saída para o Boston Celtics.  E que ironia: Irving ameaçou ficar inativo – e o Cleveland recebeu dos Celtics justamente Isaiah Thomas, que demorou quase cinco meses para estrear pela franquia.

A forçada de barra de Irving está, segundo o cleveland.com, “bem documentada”. O camisa 11 realmente não suportava mais ser coadjuvante de LeBron James, algo que toda a NBA sabia e que o Boston explorou até a última sílaba para tirá-lo dos Cavs. Outros pontos contribuíram para Irving realmente não querer saber mais de Cleveland. A primeira razão foi ele descobrir que os Cavs estavam tramando uma troca sua por Paul George, então no Indiana Pacers, um destino que ele não considerava.

O segundo item da lista foi a saída do dirigente David Griffin, com quem Irving desenvolveu uma excelente relação desde a chegada aos Cavs, em 2011.

O Cleveland poderia endurecer o jogo com Irving e retê-lo até o fim do seu contrato, que previa mais dois anos de Cavs. Mas o jogador, segundo a página, tornou a situação insustentável para a sua permanência, transformando a situação em um verdadeiro escândalo que só poderia ter mesmo a sua saída como desfecho.

 

E agora?

Há uma grande curiosidade para saber como Irving e LeBron vão se comportar juntos no All Star Games, no próximo dia 18, em Los Angeles. Enquanto a partida não chega, vai ser interessante acompanhar o armador do Boston no jogaço das 23h30 (de Brasília) deste sábado (27) diante do Golden State Warriors. Será o encontro dos líderes. Os Warriors comandam a Conferência Oeste, com aproveitamento de 79,6%, enquanto os Celtics têm 71,4% no Leste.

A partida será na casa do Golden State, mas que ninguém conte com um jogo fácil: o Boston venceu os últimos três confrontos diretos. Os Warriors, porém, vêm em momento melhor: ganharam quatro das cinco partidas mais recentes, contra apenas uma vitória do Boston no mesmo período.

 

Jogos da temporada regular da NBA 2017/2018

Sexta-feira, 26 de janeiro

  • Denver Nuggets 130×118 New York Knicks
  • Golden State Warriors 126×113 Minnesota Timberwolves
  • 22:00 – Charlotte Hornets x Atlanta Hawks – Palpite: Hornets
  • 22:30 – Cleveland Cavaliers x Indiana Pacers – Palpite: Cavs
  • 22:30 – Toronto Raptors x Utah Jazz – Palpite: Raptors
  • 23:00 – Milwaukee Bucks x Brooklyn Nets – Palpite: Bucks
  • 23:00 – Chicago Bulls x Los Angeles Lakers – Palpite: Bulls
  • 23:00 – Memphis Grizzlies x Los Angeles Clippers – Palpite: Clippers
  • 23:00 – New Orleans Pelicans x Houston Rockets – Palpite: Rockets
  • 23:30 – San Antonio Spurs x Philadelphia 76ers – Palpite: Spurs
  • 23:30 – Dallas Mavericks x Portland Trail Blazers – Palpite: Trail Blazers

Sábado, 27 de janeiro

  • 00:00 – Phoenix Suns x New York Knicks – Palpite: Knicks
  • 20:00 – Detroit Pistons x Oklahoma City Thunder – Palpite: Pistons
  • 22:00 – Indiana Pacers x Orlando Magic – Palpite: Pacers
  • 22:30 – Miami Heat x Charlotte Hornets – Palpite: Heat
  • 22:30 – Atlanta Hawks x Washington Wizards – Palpite: Wizards
  • 23:30 – Golden State Warriors x Boston Celtics – Palpite: Warriors

Domingo, 28 de janeiro

  • 18:30 – Chicago Bulls x Milwaukee Bucks – Palpite: Bucks
  • 18:30 – Houston Rockets x Phoenix Suns – Palpite: Rockets
  • 19:00 – New Orleans Pelicans x Los Angeles Clippers – Palpite: Clippers
  • 21:00 – Cleveland Cavaliers x Detroit Pistons – Palpite: Cavs
  • 21:00 – Toronto Raptors x Los Angeles Lakers – Palpite: Raptors
  • 21:00 – Oklahoma City Thunder x Philadelphia 76ers – Palpite: Thunder
  • 22:00 – San Antonio Spurs x Sacramento Kings – Palpite: Spurs

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar