Premier League

Atordoado por massacre na Champions, Manchester City tenta recuperar autoestima em jogo do título contra o United na Premier League

Foto: Michael Steele/Getty Images

Então candidatíssimos ao troféu europeu, Citizens foram surpreendidos por atuação magistral do Liverpool e goleada por 3×0 no Anfield; Pep Guardiola corre contra o tempo para resgatar astral do time que pode ser campeão da PL já nesta rodada

De favorito a todos os títulos da temporada a amassado no jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. Este é o Manchester City, que de líder da Premier League com 16 pontos de vantagem sobre o Manchester United e considerado por muitos o grande bicho-papão da Liga dos Campeões de 2017/2018, foi massacrado pelo Liverpool ontem, no Anfield. Em meio ao humilhante placar de 3×0, o time comandado por Pep Guardiola tenta levantar o astral para o clássico válido pela 33ª rodada do Campeonato Inglês diante do Manchester United, no Etihad Stadium. Uma vitória em casa sobre o maior rival pode dar o pentacampeonato inglês aos Citizens com seis rodadas de antecipação – jogo contra o Brighton, válido pela 31ª rodada, ainda irá acontecer. Confira a análise sobre o principal jogo do fim de semana na Terra da Rainha!

 

Reação imediata

Virar a página! Este será o principal trabalho de Pep Guardiola nos vestiários do Manchester City nos próximos dias. A inesperada derrota por 3×0 para os Reds foi um baque e tanto para o time que até então era considerado praticamente invencível na Europa. Dono da melhor campanha da Premier League com incríveis 84 pontos e tendo o melhor ataque do campeonato com 88 gols e a melhor defesa com apenas 21 gols sofridos, os Citizens pareciam que não encontrariam adversários à altura. Porém, o revés para o Liverpool mostrou que a parte azul de Manchester, que acumulou apenas o quinto resultado negativo na temporada 2017/2018, não é imbatível.

Sem tempo para lamentar o tropeço que pode ter deixado o clube muito perto de mais uma eliminação no torneio europeu, os Citizens fazem um confronto crucial no sábado contra o Manchester United. A equipe depende de apenas dos três pontos para carimbar o segundo troféu da temporada – o clube venceu a Copa da Liga Inglesa batendo o Arsenal na final.

Para isso, Pep Guardiola precisará que o setor ofensivo, que conta com Leroy Sané, De Bruyne, David Silva e Gabriel Jesus coloquem o “pé na forma”. Apesar de ter controlado a posse de bola contra os Reds, o clube de Manchester pecou justamente em seu ponto forte: a finalização. Agora, dependerá mais do que nunca de seu esquadrão para alcançar um dos grandes objetivos de 2017/2018.

 

Alerta

Já do lado vermelho de Manchester, o objetivo é claro: adiar a festa rival. Nem que para isso o clube precise jogar atrás, nos moldes do ferrolho montado por José Mourinho. Os Diabos Vermelhos chegam para o Derby com uma campanha de 68 pontos na Premier League, sendo 21 vitórias, cinco empates e cinco derrotas. São quatro vitórias na sequência da competição, incluindo dois importantes clássicos, contra Chelsea e Liverpool.

Apesar dos resultados e o segundo lugar na competição, o Manchester United tem sido bastante cobrado pela irregularidade no decorrer da temporada. O clube, por exemplo, caiu nas oitavas de final da Liga dos Campeões para o Sevilla em pleno Old Trafford. A lista de vexames ainda inclui a eliminação na Copa da Liga Inglesa para o modesto Bristol City, da segunda divisão, em dezembro passado.

Com o título da Premier League distante, já que são 16 pontos a serem tirados sobre o City em sete jogos restantes, a parte vermelha de Manchester terá de se contentar em derrubar o adversário como visitante. Um triunfo no Etihad Stadium é uma forma de se vingar do revés sofrido por 2×1 no Teatro dos Sonhos, ainda no primeiro turno. Será que o Special One e sua trupe liderada por Lukaku e Alexis Sánchez voltará a vencer o rival após dois anos fora de casa?

 

Palpite

O jogo de logo mais é fundamental para sabermos como o Manchester City se comportará no jogo da volta da Liga dos Campeões contra o Liverpool. Apesar do duro golpe, os Citizens ainda acreditam na classificação, o que, consequentemente, pode gerar uma falta de concentração diante dos Diabos Vermelhos. É por isso que o empate surge como uma possibilidade real, ainda mais se pensarmos na larga distância do líder da Premier League para o arquirrival na tabela de classificação.

 

Confira os jogos da 33ª rodada da Premier League

Sábado, 7 de abril de 2018

  • 08:30 – Everton x Liverpool – Palpite: Liverpool
  • 11:00 – Bournemouth x Crystal Palace – Palpite: Bournemouth
  • 11:00 – Brighton x Huddersfield – Palpite: Brighton
  • 11:00 – Leicester x Newcastle – Palpite: Leicester
  • 11:00 – Stoke City x Tottenham – Palpite: Tottenham
  • 11:00 – Watford x Burnley – Palpite: empate
  • 11:00 – West Bromwich x Swansea – Palpite: empate
  • 13:30 – Manchester City x Manchester United – Palpite: empate

Domingo, 8 de abril de 2018

  • 10:15 – Arsenal x Southampton – Palpite: Arsenal
  • 12:30 – Chelsea x West Ham – Palpite: Chelsea

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar