Humor

Paixão Nacional: olhaí, olhaí, freguesia…

A chegada da delegação do Palmeiras ao Allianz Parque, ontem, para o duelo contra o Flamengo não foi das mais tranquilas. Torcedores insatisfeitos com o time e com a sequência de 3 jogos sem vitórias – um empate de duas derrotas – lançaram pamonhas e pipocas de encontro ao ônibus onde estava a o time (além, é claro, dos tradicionais tapas nos vidros, chutes na lateral do veículo, palavrões, etc). Mas como diria qualquer atleta, “isso é do futebol, futebol é assim mesmo, ser pamonha faz parte, torcedor só quer o melhor para o time e o melhor para o time é intimidar os jogadores mesmo…” e por aí vai.

Ao final do jogo, em um exemplo de liderança o capitão Dudu, na zona mista, disse aos repórteres que isso tudo é muito triste, mas que o problema não é com ele. Felipe Melo, que voltou ao time titular no duelo de ontem, declarou que estava tudo bem e que ele foi aplaudido pelo estádio (e foi mesmo ao ser substituído no começo do segundo tempo), e que o problema também não era com ele.

De todo modo, parece que a pressão funcionou e os assustados jogadores do Palmeiras venceram o sonolento Flamengo, do ainda mais sonolento Reinaldo Rueda, por 2 a 0 – gols de Deyverson.

Empolgadas com o resultado de sua ação motivacional, as organizadas do Palmeiras estão preparando um protesto com bananas e rojões antes do próximo jogo. “Se com pamonha eles fizeram dois, com rojão vão golear, filhote” disse um torcedor enquanto comia algumas sobras do protesto.

Os 3 pontos garantem, entretando, um pouco de tranquilidade para o Verdão e seu elenco. Tanto que Felipe Melo anunciou que comemoraria com um “vinhozinho ou champanhe”. Estamos aguardando ansiosamente pelo vazamento do áudio.

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Na luta contra o Z-4, o Sport precisa vencer hoje | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar