Ganhador.com

Brasileirão Série A

Corinthians campeão? Análise das 10 primeiras rodadas do Brasileirão 2017

Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Corinthians lidera a Série A com quatro pontos de margem sobre o Grêmio.

O Corinthians conquistou 87% dos pontos disputados até o momento (26 dos 30). A vitória sobre a maior potência ofensiva até aqui, dentro de Porto Alegre, com direito a pênalti perdido pelo Grêmio, só corrobora com quem acredita que a taça irá parar no Parque São Jorge.

 

Timão campeão de 2017?

Melhor time do Brasil em 1990, 1998, 1999, 2005, 2011 e 2015, o Corinthians tem um excelente percentual de aproveitamento, que caso seja mantido dará mais uma taça aos alvinegros.

Mas afinal, qual o segredo do Mosqueteiro, que começou a temporada apontado como a quarta força paulista e que agora é o líder do Brasileirão? Em primeiro lugar, é preciso destacar a forte defesa que Fábio Carille conseguiu montar. O representante de Sampa completou 23 jogos de invencibilidade e só concedeu cinco gols na liga. Até o goleiro Cássio, que era contestado, emagreceu e melhorou.

O padrão tático corintiano é outra virtude. Independentemente de onde jogam, duas linhas de quatro defendem sua meta. Jô e Rodriguinho se adiantam para combater.

A velocidade em que a equipe transiciona do ataque para a defesa e vice-versa é muito útil para o Corinthians ser letal lá na frente e fechar os espaços quando precisa.

Nada disso funcionaria se o clube não tivesse grandes jogadores como Fagner, Balbuena, Guilherme Arana, Maycon, Jadson, Rodriguinho, Romero, Clayson e Jô. O maior medo alvinegro é a perda de seus talentos com a janela de transferências internacionais aberta.

 

Quem ameaça o Corinthians?

O Grêmio continua sendo o principal desafiante dos paulistanos. É bom lembrar que o Tricolor encontrará o Timão na Arena Corinthians no segundo turno. Se o alvinegro pôde vencer em Porto Alegre, por que o Grêmio não pode prevalecer em São Paulo e tirar três pontos da vantagem? Os gremistas têm um elenco forte e são muito bem treinados por Renato Gaúcho. O time é o único que ainda pode conquistar diversas taças importantes este ano, como a Libertadores, a Copa do Brasil e a Série A.

O cofre cheio do Flamengo é outra ameaça. O rubro-negro está nove pontos atrás do líder. A esperança carioca é que o Corinthians não ficará invicto para sempre. Além do mais, os reforços precisam se encaixar para formar um grande esquadrão flamenguista. Estou me referindo a Conca, Éverton Ribeiro, Rhodolfo e Geuvânio.

O Palmeiras tem dez pontos a menos. Quem avaliou os planteis no início do ano e antes da primeira rodada do Brasileirão era capaz de jurar que os palmeirenses tinham o plantel mais forte do país. Os resultados não acompanharam as previsões. O título paulista não se concretizou e o Porco sofreu muito mais do que o previsto na Libertadores. Na “corrida dos cavalinhos”, aparece no terceiro posto.

O Santos está empatado com o Palmeiras com 16 pontos. Dos cinco primeiros colocados, o Alvinegro Praiano é o que o tem o grupo mais fraco. No entanto, os paulistas têm a vantagem de jogar no alçapão da Vila Belmiro, onde é sempre muito difícil ganhar.

Supondo que o Corinthians conquiste a primeira divisão, é bem provável que Grêmio, Flamengo, Palmeiras e Santos se classifiquem para a edição 2018 da Libertadores.

 

As vagas internacionais

O Brasil tem direito a seis vagas na Taça Libertadores e a seis na Copa Sul-Americana. Excetuando os cinco melhores quadros, já descritos acima, acredito que Botafogo, Fluminense, Coritiba, Cruzeiro e Ponte Preta brigarão pela última vaga na Libertadores e os perdedores terão presença certa ao menos no outro certame.

Quem deveria estar ao menos neste patamar é o Atlético-MG. Se alguns acham que o Palmeiras ficou devendo, o que dirá do Galo, que em teoria tem profissionais tão bons quanto os do Verdão? Parece que todas as suas energias estão direcionadas para o torneio sul-americano, pois no Brasileirão a coisa está preta.

Quem surpreende positivamente nestes dez primeiros compromissos é o Vasco da Gama, que bateu em cinco oponentes dentro da Colina Histórica.

O Atlético-PR é outro que pode beliscar uma vaga numa copa continental. O Furacão chegou a flertar com o rebaixamento mas reencontrou aquele bom futebol que eliminou o Flamengo da Libertadores e está subindo na classificação.

 

Sobe e desce

As piores agremiações do Campeonato Brasileiro de 2017 são Atlético-GO, Avaí, Bahia, Sport e Vitória. O futebol que eles vêm demonstrando é horroroso. Faltam atletas qualificados para entrar em campo pelo primeiro nível. Surpreende muito ver Bahia e Sport assim, já que eles fizeram uma final eletrizante do Nordestão. Chapecoense e São Paulo que abram o olho, pois estão cada vez mais próximos do Z-4.

Se uns caem, outros precisam subir. O primeiro colocado da segundona é o Guarani, que não desfila na elite desde 2010. Juventude, Vila Nova e Internacional completam atualmente o G-4. América-MG, Ceará, Goiás e Santa Cruz estão com bons times e podem batalhar pela promoção.

 

Classificação da Série A:

  1. Corinthians – 26 – Taça Libertadores (fase de grupos).
  2. Grêmio – 22 – Taça Libertadores (fase de grupos).
  3. Flamengo – 17 – Taça Libertadores (fase de grupos).
  4. Palmeiras – 16 – Taça Libertadores (fase de grupos).
  5. Santos – 16 – Taça Libertadores (fase preliminar).
  6. Vasco da Gama – 15 – Taça Libertadores (fase preliminar).
  7. Botafogo – 15 – Copa Sul-Americana.
  8. Fluminense – 15 – Copa Sul-Americana.
  9. Coritiba – 15 – Copa Sul-Americana.
  10. Cruzeiro – 14 – Copa Sul-Americana.
  11. Ponte Preta – 14 – Copa Sul-Americana.
  12. Atlético-PR – 14 – Copa Sul-Americana.
  13. 13o Chapecoense – 13
  14. 14o Atlético-MG – 13
  15. 15o Sport – 12
  16. 16o São Paulo – 11
  17. Bahia – 10 – Série B.
  18. Vitória – 8 – Série B.
  19. Avaí – 8 – Série B.
  20. Atlético-GO – 6 – Série B.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar