Ganhador.com

Brasileirão Feminino

Corinthians x Santos: jogo de volta da final do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino 2017!

Foto: ROBSON FERNANDJES/ALLSPORTS

O time feminino do Corinthians/Audax é favorito para vencer as Sereias da Vila em Barueri, mas levantar a taça já é outra história.

Perder fora de casa por 2 a 0 não estava nos planos do Corinthians. Porém, embaladas pela torcida, que compareceu em peso ao estádio, as Meninas da Vila superaram as espectativas e conquistaram uma valiosa vantagem. Agora, o Santos pode até perder por um gol, e mesmo assim conquistar o inédito título de Campeão Brasileiro de Futebol Feminino. O Corinthians é favorito para vencer o jogo de volta, mas precisará ir além se quiser reverter a vantagem e erguer a taça.

 

Recorde de público na Vila Belmiro em 2017

Poucos dias antes do jogo de ida da final do Brasileiro Feminino Série A1, a Vila Belmiro havia sido palco do clássico San-São no futebol masculino, válido pela Série A do Brasileirão. O confronto contou com a presença de 10 mil pessoas. O recorde de público no ano havia sido em março, quando o Peixe enfrentou o The Strongest pela Copa Libertadores da América diante de 13 mil torcedores. Todos estes números foram superados pelas Sereias da Vila.

Com entrada gratuita e torcida única, a primeira partida da final do Brasileiro Feminino superou as espectativas do clube, que esperava acomodar 10 mil pessoas. Mais de 15 mil compareceram. E valeu a pena. A torcida vibrou, pulou, comemorou os gols marcados por Sole Jaimes e Patrícia Sochor. Os santistas demonstraram algo de que o Brasil precisa muito: orgulho pelo time feminino. O orgulho foi tanto, que o Peixe precisou fechar os portões para evitar superlotação em seu estádio, que comporta 16 mil pessoas. E as meninas corresponderam com seu belo futebol.

Foto: ROBSON FERNANDJES/ALLSPORTS

 

Corinthians/Audax em busca de redenção

A coisa ficou feia para o lado do Corinthians. Intimidadas pela torcida adversária, as alvinegras cometeram falhas terríveis. O primeiro gol saiu de vacilo da goleira Lelê, que se atrapalhou com a bola após uma tentativa malsucedida de desvio por parte da zagueira Mimi. O deslize das duas foi devidamente aproveitado por Sole Jaimes, artilheira da competição.

A falha não abateu Lelê, que passou a fazer ótimas defesas. Mas a postura da goleira não foi suficiente para carregar o time. Com todo mundo em cima de Sole Jaimes, Patrícia Sochor foi deixada livre, leve e solta. Bastou aproveitar a chance para encobrir a goleira com categoria e anotar o segundo gol das Sereias.

Mas os vacilos não vieram só da defesa. A atacante Gabi Nunes e a zagueira Pardal desperdiçaram excelentes oportunidades de bola parada. Byanca Brasil quase não apareceu, e acabou sendo substituída aos 17 minutos do segundo tempo. Das 17 partidas disputadas pela artilheira do time no Campeonato Brasileiro, ela havia sido substituída apenas 5 vezes. Em todas elas, o Timão ia ganhando, com pelo menos dois gols marcados. É a primeira vez que Byanca vai para o banco estando atrás no placar.

Agora, resta ao Corinthians convocar sua torcida e fazer valer o mando de campo no segundo jogo da final. Os termos serão os mesmos do jogo de ida: entrada franca, torcida única.

Foto: LEANDRO MARTINS/ALLSPORTS

 

Possíveis resultados e palpite

Vitória ou empate dão a taça para o Santos. O placar 1 a 0 a favor do Corinthians também é bom para as Sereias. O Timão precisa vencer por três gols para conquistar o título. Um resultado 2 a 0 leva a decisão para os pênaltis.

O regulamento do Brasileirão Feminino prevê o gol qualificado como critério de desempate, inclusive na final. Ou seja, o fato do Corinthians não ter balançado as redes na Vila Belmiro complica a situação. Se o Santos anotar um gol em Barueri, o Timão terá que correr atrás do 4 a 1. É verdade que já conseguiu reverter a desvantagem na semifinal, diante do Rio Preto, mas aquilo aconteceu apenas devido ao gol marcado como visitante.

Não obstante, o Corinthians/Audax segue imbatível na Arena Barueri, e sua vitória é a grande aposta para esse confronto.

 

Prováveis escalações

Tudo indica que as duas equipes repetirão a escalação do primeiro jogo:

Corinthians: Lelê; Paulinha, Pardal, Mimi e Juci; Grazi, Ana Vitória, Cacau e Gabi Nunes; Nenê e Byanca Brasil.
Santos: Dani Neuhaus; Kati, Carol Arruda, Camila e Dani Silva; Marília, Brena, Maurine e Patrícia Sochor; Ketlen e Sole Jaimes.

 

Arbitragem feminina

No jogo entre Corinthians/Audax e Rio Preto, pelas semifinais do campeonato, houve muita reclamação por parte das jogadoras do Jacaré quanto à arbitragem. Inclusive, as reclamações resultaram em expulsão, cuspe na cara e confusão. A coisa foi feia. As queixas envolviam acusações de misoginia, já que o árbitro teria ridicularizado o futebol feminino.

Coincidência ou não, a equipe de arbitragem do primeiro jogo da final contou apenas com mulheres, e o mesmo acontecerá no duelo de volta.

Equipe de arbitragem: Árbitro: Edina Alves Batista – PR (FIFA), Árbitro Assistente 1: Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo – SP (FIFA), Árbitro Assistente 2: Neuza Ines Back – SC (FIFA), Quarto Árbitro: Katiucia da Mota Lima – SP (CBF), Quinto Árbitro: Fabrini Bevilaqua Costa – SP (CBF).

Foto: ROBSON FERNANDJES/ALLSPORTS

 

Horário do jogo e como assistir

Corinthians x Santos acontece na quinta-feira, dia 20 de julho, às 18 horas, na Arena Barueri. Entrada franca para a torcida única do Timão. Você assiste a partida ao vivo pelo SporTV.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar