Ganhador.com

Brasileirão Feminino

Começou o returno do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino 2017

Foto: LEANDRO MARTINS/ALLSPORTS

Iranduba fechou o turno com a melhor campanha entre os 16 participantes.

Corinthians e Iranduba protagonizaram um belo espetáculo na abertura do returno. Outras equipes iniciam último sprint em busca do G-4 ou pelo menos para escapar do Z-1. A primeira fase irá até o final de maio.

 

Grande jogo na Arena Barueri

No último dia 12, o Iranduba derrotou o Corinthians por 1 a 0 na Arena da Amazonas, graças a um gol de Mayara. Ontem, estes rivais voltaram a se chocar na Arena Barueri. O Timão deu o troco e venceu o Hulk. A autora do tento foi Nenê, logo no início da batalha. O resultado pôs fim à invencibilidade do líder do grupo 1.

 

O desconhecido Iranduba

O Esporte Clube Iranduba da Amazônia é um time de futebol do município homônimo localizado na Grande Manaus. A agremiação foi fundada por um grupo de ex-jogadores profissionais. Entre muitos outros, os donos são Taffarel, Paulo Roberto e Edu Lima. O objetivo da entidade é desenvolver o futebol do estado.

O que ninguém esperava é que desde 2011, quando surgiu, o quadro feminino tivesse muito mais sucesso e projeção nacional que o masculino, que se encontra inclusive licenciado das competições oficiais. Suas mulheres, são as atuais hexacampeãs amazonenses e aparecem em sexto no ranking da CBF, tendo sido presença constante nos certames nacionais. Elas ganharam o apelido carinhoso de Hulk.

 

Flamengo vai a Foz do Iguaçu

Atual campeão nacional, o Flamengo visitará as Meninas Poderosas, às 19h00, no interior paranaense. Semana passada, em Duque de Caxias, as Meninas da Gávea golearam o Foz Cataratas por 5 a 2 e se mantiveram em terceiro lugar. As locais, que têm parceria com o Coritiba, estão fora do G-4 e um triunfo melhoraria a situação do plantel.

 

Para deixar a zona perigosa

Hoje tem clássico pernambucano, às 15h00, na Ilha do Retiro. O Sport pega o Vitória. As Leoas da Ilha precisam do resultado positivo para tentarem ingressar no G-4. Já a representação do interior necessita desesperadamente pontuar para tentar deixar o Z-1. No turno, as recifenses ganharam por 3 a 1.

O rubro-negro baiano tentará parar o São José, no estádio Martins Pereira, às 15h00. As paulistas venceram o Vitória no primeiro turno por 2 a 0, no Barradão, e estão em sexto lugar. As baianas somam apenas um ponto mas sabem que se ganharem, empatarão com a Ponte Preta.

 

Rio Preto defende a liderança

O Rio Preto, líder do grupo 2 com 18 pontos, dará às boas-vindas às 15h00, à Ponte Preta, no estádio Anísio Haddad. No turno as rio-pretenses venceram por 2 a 0. Se o Jacaré não engolir a Macaca, corre o risco de fechar a rodada em terceiro lugar. Por outro lado, a realidade das campineiras é bem diferente. Elas lutam contra o descenso.

 

Duelo paulista

Ferroviária e Santos, que têm 100% de aproveitamento no Paulistão, se encaram pelo Brasileirão em mais um capítulo nesta rivalidade estadual. Semana passada, o placar terminou igualado em um gol na Fonte Luminosa. Hoje, às 15h00, o encontro será na Vila Belmiro. Na Série A-1, ambos os quadros se encontram no G-4, apesar de que a Locomotiva está ameaçada de deixar o pelotão da frente em caso de insucesso no litoral.


Audax recebe o São Francisco-BA

Em Osasco, Audax e São Francisco se pegam a partir das 15h00. As osasquenses fazem boa campanha justificando o investimento do clube empresa. Enquanto isso, o tradicional time baiano tenta escapar da areia movediça e jogar entre os grandes mais uma temporada.

 

Rodada termina sexta-feira

Grêmio e Kindermann fazem uma partida entre representantes do sul do país. O Tricolor está em penúltimo e precisa somar pontos para aliviar a ameaça de jogar a divisão de prata em 2018. Já as catarinenses precisam segurar o ímpeto gaúcho, pois têm apenas um ponto a mais que o Sport, primeiro concorrente fora do G-4. Este espetáculo começará às 15h00 e está marcado para o CT Hélio Dourado, na Grande Porto Alegre.

    

Saiu a tabela da segundona

A Série A-2 do Campeonato Brasileiro Feminino teve sua rodada inaugural marcada para 10 de maio. Serão 16 participantes, de doze estados e do Distrito Federal, divididos em dois grupos de oito. Após turno e returno dentro das chaves, os dois melhores de cada disputarão as semifinais em ida e volta. Os finalistas serão promovidos à elite de 2018.

 

Crítica aos paranaenses

A imprensa paranaense recentemente criticou os grandes clubes do estado por não se mexerem em busca de equipes femininas, mesmo contrariando as novas normas da CBF, que vão de multa até exclusão de competições masculinas. As assessorias de imprensa de Atlético-PR e do Paraná informaram que não há previsão de estruturação de um departamento feminino em suas dependências. A única exceção do estado é o Coritiba, que tem uma parceria com o Foz Cataratas.

Fato é que muitas instituições tradicionais ainda não foram seduzidas pelas mulheres. Entre elas estão Botafogo, Palmeiras, Guarani-SP, America-RJ, Internacional-RS, Fluminense, Cruzeiro, Atlético-MG, Bahia, etc.

 

Jogos da 8ª rodada do Brasileirão Feminino:

Terça-feira, 18 de abril:

  • Corinthians 1×0 Iranduba

Quarta-feira, 19 de abril:

  • Sport x Vitória-PE
  • Santos x Ferroviária
  • Audax x São Francisco
  • São José x Vitória-BA
  • Rio Preto x Ponte Preta
  • Foz Cataratas x Flamengo

Sexta-feira, 21 de abril:

  • Grêmio x Kindermann

 

Classificação do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino 2017:

Grupo 1:

  1. Iranduba-AM – 21
  2. Corinthians – 21
  3. Audax-SP – 13
  4. Kindermann – 10
  5. Sport – 9
  6. São Francisco-BA – 4
  7. Grêmio – 4
  8. Vitória-PE – 1

Grupo 2:

  • Rio Preto – 18
  • Santos 16
  • Flamengo – 15
  • Ferroviária – 11
  • Foz Cataratas – 9
  • São José – 7
  • Ponte Preta – 4
  • Vitória-BA – 1

Legenda: Azul: Quartas de Final | Vermelho: Rebaixamento

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar