Ganhador.com

Brasileirão Série A

Chapecoense tenta frear arrancada do Sport

Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Duelo na Arena Pernambuco começa às 19h30.

Após uma arrancada incrível, o Sport deixou o Z-4 e antes desta rodada se encontrava no G-6. Enquanto isso, os adversários parecem ter descoberto o segredo da Chape, que caiu bruscamente de rendimento e se aproximou perigosamente da zona da degola. Confira abaixo palpites, histórico e prognósticos.

    

Palpite

Nas últimas quatro rodadas o Sport ganhou três partidas e empatou uma, acumulando dez pontos. O resultado desse desempenho foi uma ótima subida na classificação do Brasileirão. O rugido do Leão agora é ouvido na América do Sul, pois o quadro se encontrava no G-6 antes dos choques de ontem.

Os resultados dentro de campo ecoaram por todo o clube. O clima pesado se foi. Antes contestados, comissão técnica e jogadores ganharam o respeito da torcida e autoconfiança para continuar.

Melhor ainda é ver o Náutico despencar para a terceirona e o Santa Cruz permanecer no andar de baixo.

Na Chapecoense, o clima é de apreensão. Está certo que após a tragédia do ano passado, já se esperava um ano difícil para um time construído a partir do zero. No entanto, o título catarinense, o desempenho razoável na Copa Sul-Americana e bom início de Série A iludiram o município de Chapecó, que chegou a pensar que o Índio Condá poderia ao menos lutar para retornar à Libertadores.

Neste cenário não há como não prever um triunfo rubro-negro, que poderá estar ainda mais forte, caso Diego Souza seja escalado. Os anfitriões ganharão por 2 a 0.

 

Histórico

Pela primeira divisão já aconteceram seis embates entre Sport e Chapecoense ao longo da história. Os pernambucanos prevaleceram em três deles, os catarinenses em dois e tivemos um empate.

    

Como chegam para este confronto?

Recife está em festa pelo Sport! O Leão saiu das últimas posições, atravessou a área intermediária, escalou a zona de classificação à Copa Sul-Americana e atingiu o G-6, que vale vaga na próxima Taça Libertadores da América. O sucesso enaltece o trabalho bem feito do técnico Vanderlei Luxemburgo, que tem sido muito contestado nos últimos anos pela falta de títulos de expressão.

Os recifenses comemoram o aproveitamento de 54% nos onze compromissos com Luxemburgo à frente do plantel. São cinco pelejas sem perder e quatro sem sofrer gols.

Um dos segredos do sucesso rubro-negro vem da nova posição de Mena. O chileno passou a atuar numa faixa mais avançada do campo. Na segunda-feira, ele marcou seu primeiro tento contra um rival brasileiro.

O caso Diego Souza teve novo capítulo ontem. O atacante desembarcou na capital de Pernambuco de madrugada e treinou normalmente com seus companheiros. Será que ele fica?

Em outra frente, o Tribunal de Justiça Desportiva marcou para o dia 18, o julgamento da final do Estadual. O goleiro do Salgueiro Luciano, entrou com uma liminar para anular a decisão, já que o árbitro teria invalidado erradamente um gol do Carcará.

Com muitos problemas, a Chapecoense decidiu inchar seu elenco para ver se alguma peça nova dá jeito dentro de campo. O primeiro a chegar a Santa Catarina foi o equatoriano Fernando Guerrero, que tem passagens pelo Real Madrid, Burnley e que atualmente estava na LDU de Quito.

Outra contratação é a do também equatoriano Cristian Penilla, cujo passe pertence ao Pachuca. A última camisa que defendeu foi a do Monarcas de Morelia, da Liga MX.

O próximo reforço deverá ser Roberto, do Santa Cruz.

Quais são os problemas da Chape, afinal? A falta de resultados. O Verdão do Oeste, que tinha a melhor defesa da liga, agora tem a pior. Essa verdadeira peneira seria culpa apenas dos zagueiros, ou da vulnerabilidade da marcação do meio-campo também?

O ataque tem balançado pouco as redes. Ele passou em branco em metade dos últimos seis enfrentamentos. As estatísticas também mostram um aumento espantoso no número de finalizações erradas.

Em outra frente, Follmann rescindiu contrato de atleta profissional e assinou outro de embaixador da agremiação.

 

Possíveis escalações

Confira os prováveis artistas do espetáculo de daqui a pouco:

Sport: Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Oswaldo Henriquez e Sander; Patrick, Rithely, Mena e Everton Felipe; Osvaldo e André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Chapecoense: Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Victor Ramos e Reinaldo; Andrei Girotto, Lucas Marques e Lucas Mineiro; Seijas, Wellington Paulista e Arthur. Técnico: Vinícius Eutrópio.

 

Serviço

O Sport mandará uma partida pela primeira vez na temporada na Arena Pernambuco. Regularmente, o departamento de futebol tem preferido a Ilha do Retiro. Para encher o estádio que foi utilizado na Copa do Mundo, a diretoria baixou os preços dos bilhetes para R$ 15,00. O estacionamento pode ser comprado antecipadamente e é mais caro: R$ 20,00. A venda física e online começou na terça-feira

    

Jogos da 13ª Rodada:

Quarta-feira, 12 de julho:

  • Atlético-MG 0x1 Santos
  • Ponte Preta 0x3 Bahia
  • Fluminense 0x1 Botafogo
  • Palmeiras 0x2 Corinthians
  • Atlético-PR 0x2 Cruzeiro
  • Vitória 1×4 Vasco da Gama

Quinta-feira, 13 de julho:

  • 19h30: Flamengo x Grêmio
  • 19h30: São Paulo x Atlético-GO
  • 19h30: Sport x Chapecoense
  • 21h00: Avaí x Coritiba

 

 

Classificação:

  1. Corinthians – 35 – Taça Libertadores da América (fase de grupos).
  2. Santos – 23 – Taça Libertadores da América (fase de grupos).
  3. Flamengo – 23 – Taça Libertadores da América (fase de grupos).
  4. Grêmio – 22 – Taça Libertadores da América (fase de grupos).
  5. Cruzeiro – 20 Taça Libertadores da América (fase preliminar).
  6. Palmeiras – 19 – Taça Libertadores da América (fase preliminar).
  7. Vasco da Gama – 19 – Copa Sul-Americana.
  8. Botafogo – 19 – Copa Sul-Americana.
  9. Sport – 18 – Copa Sul-Americana.
  10. Fluminense – 17 – Copa Sul-Americana.
  11. Atlético-MG – 17 – Copa Sul-Americana.
  12. Coritiba – 16 – Copa Sul-Americana.
  13. Bahia – 15
  14. Chapecoense – 15
  15. Atlético-PR – 15
  16. Ponte Preta – 15
  17. Avaí – 12 – Série B.
  18. Vitória – 12 – Série B.
  19. São Paulo – 11 – Série B.
  20. Atlético-GO – 7 – Série B.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar