Futebol Europeu

Adeus, Neymar! Confira o prognóstico para Barcelona x Real, o grande superclássico do Camp Nou

Real Madrid x Barcelona
Foto: David Ramos/Getty Images

Válido pela Supercopa da Espanha, encontro ocorre às 17h (de Brasília) deste domingo (13)

O brasileiro acostumado a ver Neymar no Barcelona vai encontrar um cenário bem diferente neste domingo (13), quando o clube catalão fará seu primeiro jogo oficial sem o craque. E não será um jogo qualquer. Será simplesmente o “superclássico” contra o Real Madrid, válido pela partida de ida da Supercopa da Espanha, que reúne os campeões da Liga (como é chamado o Campeonato Espanhol) e da Copa do Rei (o equivalente à Copa do Brasil).

O jogo deste domingo acontece no Camp Nou, em Barcelona, e está marcado para as 17h (de Brasília). A volta será na quarta (16), em Madri, no Santiago Bernabéu, quando o mitológico estádio vai conhecer o primeiro campeão oficial da temporada espanhola.

 

Um clássico que se repete, mas jamais enjoa

O campeonato espanhol sequer começou, mas o superclássico deste domingo será o segundo na temporada 2017/2018: Real e Barça fizeram também a decisão da International Champions Cup, em Miami, no fim do mês passado.

Considerado um “amistoso de luxo” por ser somente um torneio de exibição, o Barça levou a melhor na partida disputada na Flórida, ganhando por 3×2. Os gols do time catalão foram de Lionel Messi, Ivan Rakitic e Gerard Piqué, com o Real contando com Kovacic e Asensio.

Neymar estava em campo e teve grande atuação – a sua última com a camisa azul e grená. Outro fato que tornou este Barça x Real especial foi a estreia do técnico Ernesto Valverde no confronto. Ele, que estava no Athletic Bilbao, chegou ao clube catalão para substituir Luís Enrique nesta temporada.

Vale destacar que na Flórida o Real não contou com Cristiano Ronaldo, que ganhou uma folga da comissão técnica depois de uma temporada 2016-2017 desgastante, que se estendeu até a participação portuguesa na Copa das Confederações na Rússia. O imponente CR7, porém, tem tudo para ser titular neste domingo, pois retomou suas atividades e jamais aceitaria ficar de fora de uma decisão contra o Barcelona. Nesta semana, ele já disputou uma final, atuando nos últimos minutos do 2×0 do Real sobre o Manchester United, na decisão da Supercopa da Europa, na Macedônia.

 

1, 2, 3: o Barça é freguês?

O Real Madrid é o melhor time do mundo no momento – e nem o mais fervoroso torcedor do Barcelona é capaz de contrariar esta lógica. Nos últimos meses, o clube merengue conquistou mais uma Liga dos Campeões e mais um título espanhol. E se a pré-temporada começou com fortes rumores sobre uma possível saída de Cristiano Ronaldo do Real, quem acabou sofrendo uma perda imensa foi o Barça, que ainda não sabe quem vai ser o substituto de Neymar.

Phillipe Coutinho? Nesta semana, a direção catalã propôs 100 milhões de euros ao Liverpool, mas nada feito. O clube inglês ainda ratificou sua posição que o meia-atacante titular da seleção brasileira não está à venda.

Há outro tempero nesta guerra fria – e jamais silenciosa – entre Barcelona e Real. Ambos disputam também a contratação do francês Dembélé, do Borussia Dortmund, grande alvo do Barça para ocupar o posto de Neymar.

Como se não bastasse, o clube de Madri também quer reforçar o bolso de Asensio, jovem atacante que está encantando o técnico Zinedine Zidane. A sua cláusula de rescisão passaria de 80 milhões de euros para 150 milhões – manobra motivada, acreditem, pela intenção do Barça de contratar o atleta.

 

Palpite

Neste contexto de freguês do Real e adeus de Neymar, é mais que previsível esperar um Barça mordido e incomodado, cheio de vontade de mostrar que não vai ficar para trás do grande rival na temporada que está começando. Como gostam de dizer os catalães, um Barcelona “com a perna forte”.

Faz todo o sentido projetar uma vitória catalã nesta primeira partida. Afinal, é um título disputado em duas partidas, e o jogo inicial costuma contar com agressividade do mandante.

A guerra entre madrilenhos e catalães é eterna e pouco moderada. Os espanhóis são passionais demais, e ninguém no Brasil deve imaginar que esta Supercopa da Espanha é tida como uma competição menor. O maior jogo do planeta deste domingo deve contar com muito equilíbrio. O Barça tem mais chances de ganhar, e por duas razões: motivação e melhores condições físicas. O jogaço deve repetir sua tendência atual de muitos gols. Arriscamos um novo 3×2 para o Barça. E para você? Quem ganha domingo no Camp Nou?

(Ganhamos nós, claro, com esta garantia de futebol de primeiríssima linha para quem ficar de olho no Camp Nou.)

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar