Ganhador.com

Brasileirão Série A

Foco no Brasileirão! Palmeiras encara o Vasco precisando juntar os cacos e digerir a eliminação na Libertadores

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Verdão terá 19 partidas para se encontrar e terminar o decepcionante ano de forma digna

Você certamente não viu um palmeirense revoltado ou falastrão após a eliminação na Taça Libertadores na última quarta-feira. Não. O torcedor do Alviverde estava chateado, mordido, sentido. O golpe de misericórdia veio com requintes de crueldade para escancarar algo que se desenhava há algum tempo: o Verdão estava muito longe de ser imbatível. Sobrou ao atual Campeão Brasileiro a dura missão de absorver os vários e vários erros em 2017 e terminar o ano, pelo menos, de forma digna.

O primeiro desafio será já neste domingo: o Palmeiras viaja até o Rio de Janeiro para encarar o Vasco da Gama – duelo que acontece no Raulino de Oliveira às 16h. O Alviverde se encontra atualmente na 4ª colocação com 32 pontos – 15 a menos do que o líder Corinthians. Já o Gigante da Colina segue na parte intermediária da tabela, com 24. O que esperar desse duelo em solo carioca? Veja a prévia!

 

Muito além do pênalti perdido por Egídio

Antes de começar a falar do duelo de domingo, vale uma pequena reflexão da situação atual do Palmeiras. Os torcedores estão descontando todas as frustrações no pobre lateral Egídio pelo pênalti perdido, mas, honestamente, esta é a pontinha do iceberg.

Não é culpa do lateral esquerdo. O Palestra errou todo o planejamento para a temporada – e é essa sucessão de erros que o levaram ao fracasso em uma temporada que prometia ser gloriosa. A direção trouxe um técnico com uma mentalidade totalmente diferente para substituir Cuca no começo do ano e contratou muitos jogadores que o treinador não aprovaria. Todo o planejamento foi feito em cima das convicções de Eduardo Baptista – que já chegou à Barra Funda demitido.

Além de gastar, é preciso gastar certo. Com a queda anunciada de Baptista, Cuca assumiu um barco totalmente modificado do que deixou em 2016 e não conseguiu levá-lo à direção correta. O retorno que parecia ser a ‘salvação da lavoura’ obrigou o time a se reformular dentro da própria temporada. E, por mais que seja competente, o técnico não conseguiu trocar a roda com o carro em movimento – sem qualquer tempo para treinar.

Por mais que doa para o palmeirense admitir, faltou futebol para vencer o Barcelona. A equipe sentiu a responsabilidade e perdeu para os próprios erros. Agora, uma coisa precisa ser dita e ressaltada: não faltou raça e vontade – o time foi guerreiro e lutou do começo ao fim. Infelizmente, a torcida aprendeu, da forma mais cruel possível, que só isso não é o suficiente.

 

Jogadores experientes devem ajudar o Vasco no 2º turno

Ao contrário do Palmeiras, o Vasco da Gama começou o Campeonato Brasileiro melhor do que muita gente esperava. Após partidas ruins na estreia, o time se encontrou nas mãos de Milton Mendes e chegou a figurar no G-6 da Libertadores em algumas oportunidades.

A falta de um elenco mais robusto ficou clara com a queda de rendimento no final do 1º turno: foram três derrotas, dois empates e apenas uma vitória nos últimos seis compromissos. Por mais que aquele emblemático triunfo diante do Atlético-MG com um time recheado de garotos tenha sido promissor, a falta de maior cadência pesou em muitos outros momentos.

A tendência é que este time volte a render bem com os importantes retornos de Nenê e Luis Fabiano ao grupo. Sem acerto com o futebol espanhol, o meia pediu para ser reintegrado ao elenco e deve ser peça importante nos próximos meses. Já o camisa 9 volta a ser relacionado após ficar um mês afastado para reequilíbrio muscular. Entretanto, a tendência é que nenhum dos dois comece jogando no domingo.

 

Prováveis escalações

Palmeiras não terá o lateral-direito Mayke, o zagueiro Yerry Mina e o atacante Dudu, enquanto o goleiro Jailson é dúvida. Os últimos três se lesionaram no fatídico duelo contra o Barcelona na Libertadores. No Vasco, Luis Fabiano, Ramon e Anderson Martins foram liberados pelo departamento médico e devem, pelo menos, ser relacionados para a partida.

Vasco: Martín Silva; Gilberto, Breno, Lucas Rocha e Henrique; Jean e Bruno Paulista; Paulinho, Mateus Vital e Wellington; Paulo Vítor.

Palmeiras: Jailson (Fernando Prass); Tchê Tchê, Luan, Edu Dracena e Egídio; Thiago Santos e Bruno Henrique (Moisés); Roger Guedes, Guerra e Keno; Deyverson.

 

Palpite

A grande questão aqui é como o Palmeiras recebeu um dos mais duros golpes da história recente. O time pode tanto ‘comer grama’ para tentar apagar o vexame como entrar totalmente desligado e apático. A aposta é na 1º opção: vitória do Verdão por 2 a 1.

 

Todas as partidas da 20ª rodada do Campeonato Brasileiro

Sábado – 12/08/2017

  • 16:00 – Atlético-GO x Coritiba – Olímpico – Palpite: empate
  • 19:00 – Vitória x Avaí – Barradão – Palpite: Avaí

Domingo – 13/08/2017

  • 11:00 – São Paulo x Cruzeiro – Morumbi – Palpite: empate
  • 16:00 – Vasco x Palmeiras – Raulino de Oliveira – Palpite: Palmeiras
  • 16:00 – Atlético-MG x Flamengo – Independência – Palpite: Flamengo
  • 16:00 – Sport x Ponte Preta – Ilha do Retiro – Palpite: Sport
  • 19:00 – Atlético-PR x Bahia – Arena da Baixada – Palpite: Atlético-PR
  • 19:00 – Botafogo x Grêmio – Engenhão – Palpite: Grêmio

Segunda-Feira – 14/08/2017

  • 20:00 – Santos x Fluminense – Pacaembu – Palpite: Santos

Quarta-feira – 23/08/2017

  • 19:30 – Chapecoense x Corinthians – Arena Condá – Palpite: empate

 

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Qual Verdão está mais pressionado? Palmeiras e Chapecoense se enfrentam pela 21ª rodada do Brasileirão | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar