Eliminatórias da Copa do Mundo 2018

Peru x Brasil promete manter a sequência de vitórias de Tite

Foto: Pedro Vilela/Getty Images

Desde que Tite assumiu a posição de técnico da Seleção Brasileira, foram cinco partidas pelas Eliminatórias da Copa do Mundo na América do Sul, sendo cinco vitórias. Desbancamos o Equador, a Colômbia, a Bolívia, a Venezuela e até a poderosa Argentina. Neymar e Messi, que jogam juntos pelo Barcelona, se encontraram em lados opostos do campo. Mas a equipe verde e amarela não deu chances para os hermanos. A vitória por 3 a 0 serviu para elevar ainda mais o nosso orgulho de sermos brasileiros. Agora, o Brasil vai a Lima para encarar a Seleção Peruana, e tudo indica mais uma vitória para Tite.

 

Peru x Brasil

Com 14 pontos na tabela — sendo 3 conquistados após determinação da FIFA contra a escalação irregular do time boliviano —, o Peru ocupa o 8º lugar na classificação. Caso vença o Brasil, pode galgar até três posições. A última vez em que as duas seleções se enfrentaram foi na fase de grupos da Copa América, ocasião em que o Peru deixou o Brasil de fora da etapa de mata-mata. No entanto, dessa vez encontrará um time renovado, motivado e confiante. E, mesmo jogando em casa, as chances dos peruanos são pequenas. Os sites de apostas pagam R$ 5,00 para cada R$ 1 aplicado nesse tiro no escudo. O empate, que é mais recorrente entre os dois times do que a vitória da Seleção Peruana, vale R$ 3,85.

Do lado brasileiro, Neymar, Gabriel Jesus e Philippe Coutinho já preparam as chuteiras para um jogaço. E a zaga não fica atrás. Em cinco jogos, são 15 gols marcados e apenas 1 sofrido. A palavra de ordem é jogo coletivo e o otimismo do time está nas alturas. De acordo com O Gol, o time brasileiro nunca foi derrotado em solo peruano, e nossa média de gols é o triplo do deles. É hora de superar a derrota na Copa América e dar a volta por cima. O palpite da vez é que o Brasil vai ganhar — de novo — e pagar R$ 1,60 para cada R$ 1 apostado. Não será surpresa nenhuma se o aproveitamento do time sob o comando de Tite continuar marcando 100%.

 

Argentina x Colômbia

Enquanto o Brasil passa por excelente momento, em que o mais importante é controlar a euforia e manter a cabeça no lugar, a Argentina se vê em situação delicada. O prejuízo foi grande quando a FIFA puniu a Bolívia e concedeu a vitória da 8ª rodada para o Chile. A pontuação extra foi suficiente para inverter posições, derrubando a Argentina para o 6º lugar. No momento, está fora da zona de classificação para a Copa do Mundo 2018. Para terminar bem o ano, só vencendo a Colômbia.

Vinda de duas derrotas precedidas de dois empates, a maré não está boa para a turma de Messi. Mesmo assim, o mando de campo coloca a Argentina na posição de favorita, pagando R$ 1,40/R$ 1 em caso de vitória. A Colômbia não está muito melhor. Apesar dos 18 pontos na tabela, precisou se contentar com o empate nos últimos encontros, mesmo jogando em casa. A sofrida vitória vale R$ 8,00, e o empate paga R$ 4,30 para cada R$ 1.

 

Equador x Venezuela

Em 4ª colocação, com um ponto a menos do que a Colômbia e um a mais do que a Argentina, o Equador é a equipe que vai dar trabalho nessa rodada. A provável vitória contra a Venezuela — que paga R$ 1,22 para cada R$ 1 — tem potencial para fazer a seleção equatoriana ultrapassar a colombiana. E não será muito difícil. A Venezuela, líder de cartões vermelhos, acabou de vencer pela primeira vez desde o início das Eliminatórias. Goleou a Bolívia. Porém, a espantoda vitória por 5 a 0 não deve se repetir tão cedo. O mais provável é que a equipe venezuelana prossiga com sua tendência à derrota. Uma milagrosa vitória pagaria R$ 11 para cada real apostado, enquanto o empate vale R$ 5,75.

 

Chile x Uruguai

De longe o duelo mais acirrado da rodada. Graças aos pontos recebidos da Bolívia, em punião decretada pela FIFA, o Chile atualmente ocupa a 5ª posição. Isso significa que não está classificado para a Copa do Mundo de 2018, mas terá uma chance na repescagem mundial. É claro que essa posição poderá melhorar, caso passe pelo poderoso Uruguai. A Seleção Chilena joga em casa e é favorita, pagando R$ 2,20 por R$ 1.

As casas de apostas colocam o Uruguai na posição de zebra. A equipe ocupava a liderança até que Tite promoveu uma arrancada pela Seleção Brasileira. Seu desempenho tem sido bom, vide a 2ª posição que continua a ocupar na tabela. No entanto, o time de Óscar Tabárez não tem se  saído muito bem fora de casa. Nos últimos duelos como visitante, empatou com a Colômbia e com o Brasil, e perdeu para a Argentina, para o Equador e para o México — esse último pela Copa América. Ainda assim, quando o assunto são azarões, o Uruguai é o mais promissor da rodada, contando com um bom retrospecto, de 55% de vitórias para cima do Chile. O triunfo paga R$ 3,20, e o empate R$ 3,25.

 

Bolívia x Paraguai

Para encerrar a rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo na América do Sul — ou melhor, para abri-la, já que será o primeiro jogo — a Seleção Paraguaia vai até a Bolívia lutar pelos três pontos que podem colocá-la na zona de classificação. Este também promete ser um encontro difícil, com chances muito parecidas de vitória do mandante, do visitante, ou empate.

Recentemente, a Bolívia foi punida pela FIFA devido à escalação irregular de Nelson Cabrera. O zagueiro nasceu no Paraguai, já atuou pela Seleção Paraguaia e, apesar de ter conquistado a cidadania boliviana, não estaria elegível a representar o país este ano — apenas em 2018. A punição levou as partidas contra o Chile e contra o Peru a serem consideradas como derrotas e arrancou 4 pontos da Bolívia (uma vitória e um empate). Desmoralizada, a equipe se deixou golear pela então lanterna, Venezuela — a seleção menos competitiva do continente, frequentemente escarnecida por motivos políticos e econômicos —, o que apenas complicou a situação. No momento, a Bolívia segue com uma única vitória contabilizada. Caso aproveite o mando de campo para esboçar uma reação, a vitória rende R$ 2,30.

Enquanto isso, o Paraguai tem feito uma campanha decente e busca se manter no páreo para a Copa do Mundo. Vem de derrota em casa contra o Peru, mas seu aproveitamento como visitante não é de todo ruim, chegando a 46%. A distância para a zona de classificação é de apenas 2 pontos, que podem diminuir dependendo do resultado da rodada. A vitória paga R$ 3,05, enquanto o empate vale R$ 3,20 para cada real aplicado.

 

Confira a 12ª Rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo na América do Sul:

 

Terça-feira, 15/11

  • 18:00 – (R$ 2,30) Bolívia x Paraguai (R$ 3,05), empate: R$ 3,20
  • 19:00 – (R$ 1,22) Equador x Venezuela (R$ 11), empate: R$ 5,75
  • 21:30 – (R$ 2,20) Chile x Uruguai (R$ 3,25), empate: R$ 3,20
  • 21:30 – (R$ 1,40) Argentina x Colômbia (R$ 8), empate: R$ 4,30

Madrugada de terça para quarta-feira, 16/11

  • 00:15 – (R$ 5) Peru x Brasil (R$ 1,60), empate: R$ 3,85

 

As Eliminatórias da Copa do Mundo na América do Sul retornam apenas em 23 março de 2017.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar