Notícias

Cruzeiro encaminha classificação fora de casa; Fluminense fica no empate em Volta Redonda e Levir insinua saída

Duas partidas abriram a terceira fase da Copa do Brasil na noite desta quarta-feira (06). Três times da série A estiveram em campo. O Cruzeiro viajou para Salvador e se deu bem fora de casa. A Raposa venceu o Vitória no Barradão por 2 a 1 e abriu boa vantagem para o duelo de volta no Mineirão. Já o Fluminense não foi nada bem: o Tricolor recebeu o Ypiranga-RS no Raulino de Oliveira e ficou no empate por 1 a 1.

O resultado causou a revolta dos 492 torcedores presentes no estádio. Isso mesmo, 492 pagantes acompanharam o melancólico duelo em Volta Redonda. Visivelmente abalado após a partida, o técnico Levir Culpi colocou em dúvida a sua permanência no comando do elenco. O treinador assumiu a culpa pelo empate e afirmou que os atletas não estão assimilando a sua filosofia de jogo.

“Não me sinto bem nesse momento. Pretendo ter uma conversa amanhã com o Peter (Siemsen, presidente do Fluminense) sobre a minha permanência ou não”, disse Levir. “Não aconteceu nada do que queríamos. Talvez o problema seja eu, quero conversar para resolver”, desabafou.

A fase que o Tricolor das Laranjeiras vive não é nada boa. O time venceu apenas um dos últimos seis últimos que disputou. Modesto, o Ypiranga-RS soube tirar proveito do descontrole emocional do Flu. O time de Erechim conseguiu o tão sonhado gol fora de casa e saiu de Volta Redonda com o empate, para a alegria de muita gente. Cada real investido nesse resultado pagou 7,93. Uma improvável vitória do Ypiranga pagaria 17,33 para um! Uma vitória do Fluminense, apenas 1,33.

Tricolor apagado no Raulino de Oliveira 

Pressionado pelos poucos torcedores antes mesmo da partida começar, o Fluminense não mostrou muita inspiração nos minutos iniciais. O time mandante finalizou algumas vezes no gol do Ypiranga, mas nada que levasse muito perigo. O técnico Levir Culpi teve que gastar duas substituições já na primeira meia hora de partida, pois o lateral Wellington Silva e o meia Gustavo Scarpa deixaram o gramado contundidos.

Enquanto Scarpa ainda estava sendo atendido fora de campo, o time de Erechim aproveitou a vantagem numérica e abriu o placar aos 20 do primeiro tempo. João Paulo fez boa jogada pelo meio e tocou para Túlio Renan dentro da área. O camisa 11 devolveu para o atacante, sozinho, que rolou para o fundo do gol de Diego Cavallieri.

O goleiro do Flu ainda evitou o que poderia ser o segundo gol visitante minutos depois. O meia Danilinho cobrou escanteio com muita curva, Cavallieri espalmou de mão esquerda e evitou o gol olímpico do Ypiranga em Volta Redonda. Sob vaias, o Fluminense foi para os vestiários no intervalo perdendo por 1 a 0.

O Flu voltou com mais vontade na segunda etapa, pressionando a saída de bola e criando chances de gol. Logo aos quatro da etapa final, o zagueiro Gum acertou uma cabeçada na trave, sinal de que o empate estava amadurecendo. E veio aos 12 minutos em uma boa jogada do lateral Jonathan do lado direito. Ele cruzou a bola na cabeça de Cícero, que ajeitou para Magno Alves, o Magnata, completar para o fundo do gol de Carlão.

A virada podia ter acontecido aos 27 minutos, mais uma vez nos pés do lateral direito do Flu. Jonathan avançou pela direita e cruzou na área e a bola bateu no braço de Mikael. Pênalti para o Tricolor. Cícero assumiu a responsabilidade, mas cobrou a penalidade muito mal. O goleiro Carlão foi buscar a bola no canto direito e garantiu a igualdade no Raulino de Oliveira. O Flu até tentou um abafa nos minutos finais. Desorganizado, quase levou o segundo de contra-ataque.

Fim de jogo em Volta Redonda, empate muito comemorado pelos gaúchos. O jogo de volta acontece no dia 27 de julho em Erechim. O Fluminense terá que vencer por qualquer placar no Sul, ou qualquer empate de 2 a 2 para cima. Se o 1 a 1 voltar a se repetir, a disputa por uma vaga nas oitavas será nos pênaltis.

Em noite de William, Cruzeiro vence o Vitória em Salvador 

No outro jogo válido pela terceira fase da Copa do Brasil, o Cruzeiro foi ao Barradão e voltou com um bom resultado na bagagem. Comandado pelo atacante William – com dois gols –  o time mineiro venceu o Vitória por 2 a 1 e abriu boa vantagem para a partida de volta no Mineirão.

O triunfo acabou com uma invencibilidade de cinco partidas do Leão, que vinha em boa fase com o técnico Vagner Mancini. Quem investiu nos comandados de Paulo Bento recebeu 3,42 para cada real apostado. O empate pagava 3,72. Já um triunfo do time mandante, 2,28.

A Raposa começou com tudo no Barradão e abriu o placar logo aos sete da primeira etapa. William recebeu bom passe pelo meio, deu um corte no zagueiro Vitor Ramos e bateu de perna direita na entrada da área. O goleiro Caíque nem pulou na bola, que entrou no canto direito de sua meta. Aberto o placar em Salvador.

Parecia uma noite tranquila para os mineiros, mas não demorou para o Vitória equilibrar as ações. O atacante Marinho tentou dominar a bola na entrada da grande área, que subiu e bateu na mão do lateral Allano. Pênalti polêmico para o time baiano. O capitão Diego Renan cobrou com muita tranquilidade no canto esquerdo, sem chances para o goleiro Fábio. Empolgado, o Vitória foi para cima buscando a virada, mas deixou muito espaço para o contra-ataque do Cruzeiro. O time mineiro teve duas boas chances de marcar, mas desperdiçou.

A pressão do Leão continuou no início da segunda etapa. Aumentou ainda mais depois que Allano fez falta dura em Vander e recebeu o segundo amarelo. Com vantagem numérica, a equipe baiana foi para cima, dando espaço para o rápido ataque cruzeirense trabalhar. Em um contra-ataque muito bem trabalhado, o uruguaio Arrascaeta colocou William na cara do gol. O camisa 9 não perdoou e marcou o tento que garantiu o triunfo da Raposa no Barradão.

Os dois gols marcados fora de casa dão tranquilidade ao Cruzeiro para o jogo da volta, que acontece no dia 20 de julho no Mineirão. Os comandados de Paulo Bento podem até perder por um a zero em Minas Gerais que ficam com a vaga.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar