Futebol

Brigas e jogos disputados marcam a 10ª rodada do Argentino

Foto: Lucas Uebel/Getty Images

Comprovando a fama de ser um dos torneios mais improváveis do mundo, o Campeonato Argentino chegou neste final de semana à sua 10ª rodada com um cardápio vasto para os fãs do futebol extremamente passional que se joga no país vizinho.

Uma prova deste equilíbrio e das surpresas que surgem a cada rodada foi o placar final do jogão entre Independiente e San Lorenzo de Almagro. Atuando fora de casa, no Estádio Libertadores da América, o San Lorenzo venceu o rival por 2×1 e registrou o lucro mais espetacular da rodada: nada menos que 545%, segundo os números do Oddsshark.com/br.

A vitória do “Ciclón”, como o San Lorenzo é conhecido, gerou R$ 5,45 de retorno a cada R$ 1,00 apostado, valor muito acima do que se via com o empate (R$ 3,59) e a vitória em casa do Independiente (R$ 1,61) que é comandado pelo questionado técnico Diego Milito, ex-parceiro de Ronaldinho e Messi no Barcelona.

O grande lucro puxou outras cifras bastante interessantes como a que foi registrada na Bombonera entre Boca Juniors e Rosario Central. Os dois times ficaram no 1×1 em um clássico que já está na história argentina por um motivo que não é necessariamente o futebol.

O Boca saiu na frente, gol de Benedetto, e o Central empatou instantes depois – ainda no primeiro tempo -, com um gol cheio de oportunismo do atacante colombiano Téo Gutierrez.

O que deveria ser motivo de festa acabou virando briga. Famoso pela sua passagem pelo River Plate, e por ser declarado torcedor do clube, Téo começou a fazer gestos provocando a torcida do Boca, mostrando, com a mão, a faixa diagonal da camisa, simulando o uniforme do River, e tapando o nariz, ofensa que a torcida do Boca encara como um insulto pela fama de sujeira e mau cheiro do bairro de La Boca, onde fica o clube.

Como reação ao gesto de Téo, muitos jogadores do Boca partiram para cima dele para agredi-lo. Um deles, o ex-são-paulino Centurión, foi expulso na sequência. Téo também levou o cartão vermelho. Insólito.

O empate pagou R$ 3,55, valor no meio do caminho entre a vitória do Boca (R$ 1,59) e a do Rosario Central (R$ 5,78).

Outro empate bastante lucrativo, mas sem a tensão vista na Bombonera, foi entre Huracán x Racing – também 1×1, em uma partida equilibrada do começo ao fim.

O resultado gerou lucro de R$ 3,07. O Racing era o favorito (R$ 2,22), valor seguido depois pela vitória do Huracán jogando em casa, que rendia R$ 3,26 aos apostadores.

Valor alto no empate, valor alto na vitória do Newell’s Old Boys como mandante. Jogando no Estádio Marcelo Bielsa, o Rubro-Negro de Rosário superou o River Plate por 1×0, gol de pênalti de Nacho Scocco, atacante que passou pelo Internacional em 2013 sem deixar saudades. A vitória magra do Newell’s rendeu R$ 2,79, contra R$ 2,57 (triunfo do River) e R$ 2,98 (valor que pagaria o empate).

Com a derrota em Rosário, o River agora está apenas em oitavo, dez pontos atrás do impecável líder Estudiantes de La Plata, que ganhou do Colón em casa por 1×0 e manteve sua série de bons resultados. Nas dez rodadas até aqui, o clube acumula simplesmente oito vitórias e dois empates.

O mais recente triunfo do Estudiantes em casa gerou R$ 1,58 aos apostadores, valor destacado de favoritismo diante do empate (R$ 3,49) e da vitória do Colón (6,09).

A décima rodada do Campeonato Argentino será fechada com mais três jogos nesta segunda-feira. Às 18h (de Brasília), o Defensa y Justicia recebe o Patronato na condição de favorito. Às 20h10, o Olimpo de Bahia Blanca recebe o Gimnasia y Esgrima de La Plata também como vencedor mais provável (paga R$ 2,32, contra R$ 2,82 do empate e R$ 3,53 do triunfo do Gimnasia).

Às 22h15, o jogo que finalmente encerra a rodada será entre San Martín e Atlético Rafaela. O favoritismo de novo é do time da casa (paga R$ 2,13 pela vitória, com R$ 3,07 do empate e R$ 3,50 do triunfo do Atlético).

.

Confira as demais partidas do Argentino:

  • Newell’s Old Boys (2,79) 1×0 River Plate (2,57). Empate: 2,98
  • Atlético Rafaela (2,32) 0x1 Talleres (3,19). Empate: 2,96
  • Belgrano (1,76) 1×2 Sarmiento (4,93). Empate: 3,23
  • Boca Juniors (1,59) 1×1 Rosario Central (5,78). Empate: 3,55
  • Huracán (3,26) 1×1 Racing (2,22). Empate: 3,07
  • Independiente (1,61) 1×2 San Lorenzo (5,45). Empate: 3,59
  • Quilmes (2,19) 1×0 Aldosivi (3,39). Empate: 3,01
  • Arsenal (2,92) 1×3 Banfield (2,51). Empate: 2,92
  • Estudiantes (1,58) 1×0 Colón (6,09). Empate: 3,49
  • Godoy Cruz (2,52) 2×1 Tigre (3,17). Empate: 3,08
  • Lanús (1,61) 1×0 Atlético Tucumán (5,47). Empate: 3,58
  • Unión (1,99) 2×1 Temperley (4,01). Empate: 3,03
  • Vélez Sarsfield (2,94) 2×1 Defensa y Justicia (2,51). Empate: 2,91

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.