Ganhador.com

Entretenimento

Grande vencedor no Critics’ Choice Awards, Quentin Tarantino chega forte para o Oscar 2020

Bard Pitt e Quentin Tarantino não devem ficar sem Oscar em 2020

“Era uma vez em… Hollywood” deve garantir os Oscar de Melhor Coadjuvante e Melhor Filme para Brad Pitt e Quentin Tarantino

Foto: Reprodução

Faltou o prêmio de Melhor Diretor, é verdade, mas Era uma vez em… Hollywood foi o grande vencedor do Critics’ Choice Awards premiação considerada – à exemplo do Globo de Ouro – um dos termômetros para os prêmios Oscar. O novo filme de Quentin Tarantino levou para casa os prêmios de Melhor Filme, Melhor Roteiro Original, Melhor Design de Produção e Melhor Ator Coadjuvante (Brad Pitt). Mas, assim como Leonardo DiCaprio que viu o prêmio de Melhor Ator ir para as mãos do “coringa” Joaquin Phoenix, Tarantino teve que aplaudir Sam Mendes (1917) e Bong Joon Ho (Parasita) vencedores do prêmio de melhor direção.

Apesar disso, o novo filme de Quentin Tarantino chega forte para a disputa do Oscar e os números do Bodog indicam que vale a pena investir na obra estrelada por DiCaprio e Pitt.

Veja a seguir como estão as chances de o “menino rebelde” fazer história pela segunda vez – a primeira foi com a Palma de Ouro em Cannes por Pulp Fiction – e voltar para a casa acompanhado da estatueta dourada.

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

A concorrência de Era uma vez em… Hollywood no Oscar

A 92ª cerimônia de entrega dos prêmios Oscar acontece na noite do próximo dia 9 de fevereir0. Apesar da torcida de boa parte dos amantes do cinema – e um tanto de críticos – para o surpreendente Parasita de Bong Joon Ho, os prêmios de Melhor Filme, Direção e Roteiro deverão ficar em mãos ocidentais mesmo.

O controverso Coringa de Todd Phillips é o campeão de indicações (11), seguido por Era uma vez em… Hollywood, O Irlandês e 1917 – todos com 10 indicações cada.

Os sucesso nas indicações, tomando por base os resultados do Globo de Ouro e do Critics’ Choice Awards, entretanto não deve garantir uma noite de grandes vitórias ao filme de Phillips que deve repetir as premiações anteriores e levar para casa o prêmio de Melhor Ator (Joaquin Phoenix paga, segundo o Bodog, 1,10 por um contra 7,00 por um para uma vitória de Adam Driver por História de um Casamento e 21,00 por um para Leonardo DiCaprio e seu trabalho em Era uma vez em… Hollywood).

A tendência é que nas categorias principais, a disputa fique entre o trabalho de Tarantino e 1917 de Sam Mendes. O Irlandês, de Martin Scorcese, apesar das 10 indicações, deverá ser esnobado nos prêmios mais importantes para estúdios e público.

 

Melhor Diretor: Tarantino é azarão contra Mendes e Ho

Como mostramos aqui, o excepcional trabalho de direção e a ousadia em trabalhar o filme como se fosse um único plano-sequência dão a Sam Mendes um grande favoritismo ao Oscar na categoria Melhor Diretor com seu 1917. Seu maior concorrente é Bong Joon Ho que pode levar os prêmios de Melhor Roteiro Adaptado e de Melhor Filme em Língua Estrangeira (favorito). O eventual prêmio de melhor direção para o cineasta coreano será uma surpresa no próximo dia 9. O mesmo pode ser dito em relação a Quentin Tarantino que chega para a disputa, segundo o Bodog, como o grande azarão. Cada real investido da vitória de Mendes dá um retorno de 1,833 contra 2,70 para Ho e 7,50 por um para Tarantino. Martin Scorcese (9,00) e Todd Phillips (21,00) fecham a lista de indicados.

 

Melhor Ator Coadjuvante: Brad Pitt é a grande barbada

Brad Pitt lutou a carreira toda para mostrar que mais do que um rosto bonito e um corpo em forma, sabe atuar. Parece que a indústria cinematográfica entendeu isso e premiou seu trabalho em Era uma vez em… Hollywood tanto no Globo de Ouro quanto no Critics’ Choice Awards. Competindo com astros do tamanho de Joe Pesci (7,00), Al Pacino (10,00), Anthony Hopkins (19,00) e Tom Hanks (26,00), Pitt é a grande barbada da noite dando um retorno de 1,143 por um.

 

Melhor Filme: trabalho de Tarantino entra como favorito

Se são poucas as chances de Quentin Tarantino voltar para a casa com o Oscar de Melhor Diretor no próximo dia 9, Era uma vem em… Hollywood tem grandes chances de fechar a noite com o prêmio de Melhor Filme. O novo trabalho de Tarantino aparece à frente do drama de guerra de Sam Mendes e da surpresa internacional Parasita. Pagando 2,50 por um, o filme estrelado por Leonardo DiCaprio, Brad Pitt e Margot Robbie é o favorito. Pagando 3,00 para cada real investido, 1917 aparece logo em seguida e Parasita dá um retorno de 5,00 por um. Com poucas chances de vitória, Coringa (8,50), O Irlandês (15,00), História de um Casamento (26,00), Jojo Rabit (41,00), Adoráveis Mulheres (67,00) e Ford vs. Ferrari (67,00) fecham a lista de indicações.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar