Copa do Brasil

Vitória em Minas deixa o Inter em vantagem na semifinal da Copa do Brasil e o Cruzeiro sem técnico

Terremoto colorado

Série de resultados ruins na temporada põe um ponto final na segunda passagem de Mano Menezes pelo Cruzeiro

Foto: Vinicius Silva/Cruzeiro/Reprodução

A vitória foi magra, é verdade – apenas 1 a 0 – mas o estrago causado pelo Internacional no Cruzeiro no duelo de ida das semifinais da Copa do Brasil foi imenso. Acumulando agora uma vitória em 18 jogos e sem fazer gols há oito partidas, a segunda passagem de Mano Menezes pela Raposa – iniciada em julho de 2016 – chegou ao final. Ao se desligar do comando do time ainda no Mineirão, na noite desta quarta-feira, Menezes deixa como legado na sala de troféus do clube, dois campeonatos mineiros e duas Copa do Brasil. Deixa também a equipe no Z-4 do Campeonato Brasileiro, com apenas duas vitórias em 13 jogos e precisando de uma vitória por 2 a 0 no próximo dia 4 de setembro, no Beira Rio, para chegar a mais uma final da Copa do Brasil. Como se isso não fosse problema suficiente, o atual campeão mineiro também vive um momento turbulento, com os cofres vazios e diretores envolvidos em denúncias de irregularidades que estão sendo investigadas pela polícia.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Posse de bola não é tudo

O Cruzeiro chegou a ter 70% da posse de bola no jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil contra o Internacional. Mas esta superioridade não se converteu em chances claras de gol. Bem postado na defesa, o Colorado deu a bola para a Raposa que rodava no campo de ataque mas não encontrava brechas na defesa adversária para tentar arremates com alguma qualidade – ou perigo. Marcelo Lomba, goleiro do Inter, era um espectador privilegiado. Para não dizer que não houveram tentativas, o Cruzeiro chegou duas vezes com Sassá em jogadas semelhantes na ineficácia: bola aérea, giro do centroavante e chute, sem perigo, sobre o gol. Longe de estar “morto”, o Internacional assustou no final do primeiro tempo quando Guerrero passou para Uendel, que cruzou para Edenílson. Dodô, entretanto, se antecipou na pequena área e impediu o gol Colorado.

O segundo tempo seguia no mesmo ritmo com o Cruzeiro ligeiramente mais ofensivo. Mas a partir dos 25 minutos, o Internacional começou a criar chances claras de gol. Primeiro com Wellington Silva que tabelou com Edenílson e saiu na cara de Fábio. O goleiro salvou, mandando a bola para escanteio. No lance seguinte, Patrick encontrou Guerrero livre na pequena área mas o peruano não correu para o abraço porque Fábio operou um verdadeiro milagre. Na terceira vez, porém, não deu: aos 30 minutos Guerrero cobrou falta quase perfeita; Fábio foi buscar mas deu rebote que Edenílson não perdoou: Cruzeiro 0 x 1 Internacional – placar que derrubou nossos palpites de empate e empate ou vitória do Cruzeiro mas confirmou a dica de um jogo com menos de 2,5 gols a R$ 1,40 por R$ 1,00 – lucro de R$ 0,40 em cada real investido.

 

E agora Cruzeiro?

Enquanto vai às compras em busca de um novo treinador o Cruzeiro tem pelo menos um fio de esperança no Brasileirão: joga no final de semana o confronto direto contra o Z-4 com o Avaí – lanterna da competição e única equipe que ainda não venceu na Série A em 2019. Uma parte barulhenta da torcida entende que a Raposa entra em campo com a obrigação de vencer. Pode dar muito certo ou muito errado.

 

Corinthians 2 x 0 Goiás

Sétima rodada do Campeonato Brasileiro chega ao fim

Também na quarta-feira, Corinthians e Goiás se enfrentaram em Itaquera no jogo adiado da sétima rodada do Campeonato Brasileiro. E como não poderia deixar de ser, o Corinthians confirmou as dicas de apostas do Ganhador e com a vitória por 2 a 0 assumiu a quinta colocação da competição, ultrapassando São Paulo e Internacional. Com 23 pontos, o Timão agora está há nove de distância do líder, Santos.

O jogo em si teve grande domínio dos donos da casa em seu primeiro tempo. No segundo, o Esmeraldino colocou pressão e chegou a dar trabalho para a defesa corintiana, mas o pênalti de Rafael Braz convertido por Boselli aos 41 minutos do segundo tempo acabou com as chances de empate do Goiás que confirmou a contratação de Ney Franco para o lugar de Claudinei Oliveira, demitido após o 6 a 1 que levou do Santos no último domingo.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar