Copinha

São Paulo x Vasco: os finalistas da Copa São Paulo

De volta a 1992

A rivalidade Rio x São Paulo estará em campo na grande final da Copinha na próxima sexta-feira, dia 25.

Foto: Ale Vianna/Divulgação/Reprodução

Fim da expectativa! São Paulo e Vasco, merecidamente, farão a final da 50ª Copa São Paulo de Futebol Júnior nesta sexta-feira, dia 25, à partir das 15:30 horas em comemoração ao aniversário da cidade de São Paulo. Confirmando os odds apontados neste Ganhador em parceria com o Bet365, o Tricolor do Morumbi confirmou seu favoritismo, goleou a valente equipe do Guarani por 5 a 2 e deu um retorno de R$ 1,57 para cada R$ 1,00 investido neste resultado. O Corinthians por sua vez jogou muito abaixo daquilo que apresentou na competição, foi totalmente dominado pelo Vasco (com méritos) e o empate em 2 a 2 no tempo normal deu um retorno interessante de R$ 3,25/R$ 1,00 àqueles que acreditaram nesta possibilidade e contrariaram os prognósticos que cravavam um ligeiro favoritismo ao Timão, cuja vitória estava em R$ 2,00/R$ 1,00.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

São Paulo chega à sua 11ª final da Copinha

Com grande destaque para Antony, atacante que desceu dos profissionais para a disputa da Copinha, o tricampeão São Paulo encontrou poucas dificuldades para impôr seu futebol sobre a boa equipe sub-20 do Guarani e chegar à sua 11ª final do torneio, repetindo a final de 1992 que terminou empatada em 1 a 1 e, nos pênaltis, com um placar de 5 a 3 consagrou o Gigante da Colina como campeão da copinha naquele ano.

E foi de Antony o gol que abriu o placar logo aos 3 minutos do primeiro tempo. Em desvantagem, o Bugre lançou-se ao ataque e o jogo ficou lá e cá com os campineiros desperdiçando chances de empatar e o Tricolor de ampliar.

A demora para o início do segundo tempo em função de uma queda de energia no estádio da Fonte Luminosa não afetou o desempenho do São Paulo que ampliou aos sete minutos com Fabinho (que teve ainda um pênalti defendido pelo goleiro Guilherme alguns minutos depois). A perda do pênalti pouco significou para o Tricolor e Antony, logo em seguida, guardou o seu segundo gol do jogo. Sem muita força ofensiva e agora desorganizado, o Guarani diminuiu com Lucas Prado aos 31 e Paulinho, aos 37, fez o quarto gol do São Paulo. Davó, aos 45, diminuiu novamente e Vitinho aos 47 deu os números finais ao duelo.

 

Concentrado, Vasco leva a melhor nos pênaltis

Organizado, concentrado e intenso. Foi assim que o Vasco conseguiu tirar proveito da noite desastrosa que a defesa do Corinthians teve ontem, terça-feira, em Barueri para, aos 17 minutos do primeiro tempo exibir uma boa vantagem de 2 a 0 no placar. Bagunçado em campo e preso à marcação cruzmaltina, os meninos do Timão pouco faziam para ameaçar o gol adversário ou para justificar seu papel de semifinalista da competição. Pior: a cada contra ataque vascaíno ou bola parada alçada na área corintiana, um verdadeiro show de horrores se repetia com zagueiros mal-posicionados “batendo cabeça” e permitindo que os cariocas assustassem.

Apesar disso, o Corinthians conseguiu organizar-se minimamente no terço final do primeiro tempo e Nathan – que havia perdido um gol feito minutos antes – aproveitou cobrança de escanteio para diminuir no último lance da etapa incial.

Na volta do intervalo, o Vasco seguia melhor e o corintiano Jordan cometeu pênalti em João Pedro. Lucas Santos foi para a batida e mandou a bola muito, mas muito, longe do gol do Timão.

A oportunidade desperdiçada deu ânimo aos meninos do Parque São Jorge que pressionaram e empataram com Nathan aos nove minutos. O Vasco, então, voltou a pressionar e a complicar a vida da zaga corintiana, que seguia em noite péssima, mas a sorte estava – nos 90 minutos regulamentares – ao lado do goleiro Diego que foi salvo pelo acaso em pelo menos três finalizações (em uma delas, a bola bateu na trave, nas suas costas e saiu ao lado da trave, rumo ao escanteio).

Placar igual, decisão nos pênaltis. Nesta hora brilhou a estrela do Vasco que marcou com Lucas Santos, Miranda, Bruno Gomes e Laranjeiras (Ulisses errou sua batida). Pelo Corinthians, Fabrício Oya, Caetano e Gustavo Mantuan converteram enquanto que Rafinha e João Celeri desperdiçaram suas cobranças.

 

PROMOÇÃO BODOG COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JÚNIOR

Bodog preparou uma promoção incrível durante a Copa São Paulo de Futebol Júnior – torneio que “abre” a temporada do futebol brazuca: Todas as suas apostas a partir de R$20 na Copinha receberão uma Free Bet semanal para aproveitar o Virtual Sports.

Mostre que você também tem as manhas nos esportes virtuais e não fique de fora! Clique aqui e veja os detalhes e regulamento desta promoção sensacional.

 

FINAL DA COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JÚNIOR

SEXTA-FEIRA, 25 DE JANEIRO DE 2019

  • 15:30 – São Paulo x Vasco

 

Comentários

2 Comentários

2 Comentários

  1. Pingback: Humor: a final da Copa São Paulo 2019 | Ganhador.com

  2. Pingback: São Paulo x Vasco: os destaques dos finalistas da Copinha | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar