Copinha

São Paulo x Vasco: os destaques, os odds e os prognósticos dos finalistas da Copa São Paulo

Destaques

Contando as horas para a grande final da Copa São Paulo, Tricolores e Cruzmaltinos dão atenção às jóias que podem ascender aos profissionais.

Foto: Reprodução

Merecidamente, São Paulo e Vasco farão a grande final da Copa São Paulo de Futebol Júnior na próxima sexta-feira, dia 25, à partir das 15:30 no estádio do Pacaembu, na capital paulista, como parte das comemorações do aniversário de 465 anos da cidade de São Paulo. Como mostramos aqui, o Tricolor chegou à decisão confirmando seu favoritismo (e os odds) sobre a boa equipe do Guarani enquanto que o Cruzmaltino foi melhor que o Corinthians na outra semifinal, mas após abrir uma vantagem de 2 a 0 permitiu que os meninos do Timão buscassem o empate (resultado que caiu muito bem no bolso daqueles que acreditaram nesta possibilidade na hora de cravar suas apostas) e na decisão por pênaltis, tiveram mais frieza nas cobranças e venceram por 4 a 3.

Enquanto os odds das principais casas de apostas ainda não estão disponíveis, é possível analisar o desempenho de alguns dos destaques de cada uma das duas equipes e projetar aqueles que poderão ser aproveitados como “reforços” dos times principais já em 2019.

ATUALIZADO: Segundo nossos parceiros do Bet365 a grande final de amanhã tem um favorito: o São Paulo que chega para a decisão com odds na casa de 1,80 – o significa um retorno de R$ 180,00 em uma aposta de R$ 100,00. O Vasco, por sua vez, entra em campo trazendo consigo odds em 3,75. Mas, nunca é demais lembrar que o Cruzmaltino foi para o duelo contra o Corinthians como “azarão” e deu no que deu, não é mesmo?

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

(1,80) São Paulo x Vasco (3,75)

Com seis vitórias e dois empates, o São Paulo chega para a sua 11ª final de Copa São Paulo com autoridade e trazendo consigo o favoritismo de uma campanha com poucos sustos. Com 26 gols marcados e apenas sete sofridos, a equipe não sentiu a falta de seu artilheiro Gabriel Novaes no duelo contra o Guarani e comandada pelos meias-atacantes Antony e Fabinho goleou o Bugre por 5 a 2 na semifinal. Amanhã, terá em campo o retorno do artilheiro da competição (Novaes) em seu comando de ataque.

A jornada do Vasco até a sua terceira final de Copa São Paulo foi um pouco mais acidentada, com cinco vitórias e três empates – um deles o 2 a 2 contra o Corinthians na semifinal, resultado que levou a decisão para os pênaltis. Tem a seu seu favor um ataque que marcou 20 gols e a melhor defesa da Copinha com apenas cinco gols sofridos. A solidez defensiva e o talento do meia Lucas Santos são as principais armas do Cruzmaltino para derrubar o prognóstico desfavorável, surpreender o Tricolor e levar a taça para São Januário. Nem de longe uma missão impossível.

 

Melhor palpite para São Paulo x Vasco na Copinha

Indiscutivelmente, o São Paulo é a aposta segura para o duelo de amanhã. Mas o Vasco é um time muito perigoso que não se importa em mandar a decisão do título para os pênaltis – como fez contra este mesmo São Paulo em 1992. Investir na “certeza” dos 1,80 indicados pelo Bet365 é uma boa pedida, mas, por segurança, com odds em 1,25, a hipótese dupla de vitória do Tricolor ou empate é garantia contra imprevistos. Se você estiver com o faro apurado, arriscar no placar exato de 1 a 1 com retorno em 7,50 é uma opção para aumentar os lucros.

 

O São Paulo mostra a força de Cotia

Questionamento recorrente nos bastidores do Morumbi por conta dos investimentos no CT de Cotia – onde treina a base do São Paulo –, a safra atual de atletas do sub-20 poderá ter um destino melhor que as anteriores no futuro próximo (ainda mais com André Jardine como técnico dos profissionais). Entretanto, alguns dos promissores meninos do Tricolor precisam passar por um processo de amadurecimento que vai além do talento demonstrado com a bola nos pés.

Antony – Atleta que estava treinando com os profissionais e participou de três jogos do Brasileirão no ano passado – é o grande destaque do time. “Emprestado” pelos profissionais para suprir o desfalque de Toró, convocado para a Seleção Brasileira Sub-20, o atleta já marcou três gols – dois deles contra o Guarani na semifinal – e deu cinco assistências. Tem lugar garantido entre os profissionais ao término da Copinha e poderá surpreender nesta temporada atuando no time principal.

Rodrigo Nestor – Um volante que merece atenção e “investimento” para o futuro. Embora tenha funções defensivas é o atleta mais criativo do meio-campo Tricolor. Moderno, ataca e defende com qualidade, mas ainda precisa amadurecer tecnicamente. Não deverá ser aproveitado imediatamente junto aos profissionais (cheios de opções para a posição), mas é um talento formado em Cotia que se lapidado renderá muitos frutos ao Morumbi.

Gabriel Novaes – O artilheiro da Copinha com nove gols tem como pontos fortes o bom posicionamento e o jogo aéreo. Mas, assim como o capitão da equipe, o volante Diego, precisa amadurecer emocionalmente para ter condições de aguentar a pressão e as provocações dos adversários e evitar expulsões tolas como a que aconteceu no jogo contra o Cruzeiro quando perdeu a cabeça e deu um tapa na cara de um oponente desfalcando o São Paulo na partida seguinte, contra o Guarani.

 

A base dá esperanças de um futuro melhor para o Vasco

Enquanto o time principal sofre para se encontrar, driblando a falta de dinheiro em caixa e as contratações no máximo medianas, o torcedor do Vasco olha para a base formada em São Januário e acredita que dias melhores virão. Contando com o talento – e o vigor – de alguns jovens com jeito de “peladeiros” o time principal pode se beneficiar com esta meninada que joga com um sorriso no rosto.

Alexander – Sofrendo apenas cinco gols durante toda a competição, o frio goleiro Alexander é um dos pilares da sólida defesa do Vasco nesta Copinha. Herói da classificação contra o Volta Redonda, quando fez duas defesas na decisão por pênaltis, o atleta está em condições de trabalhar com os profissionais e lutar por uma chance de “mostrar serviço” na disputa pela vaga aberta pela saída de Martín Silva.

Lucas Santos – Este tem vaga garantida entre os profissionais nesta temporada. Craque do time na Copinha e candidato, ao lado de Antony, ao título de craque da competição, Lucas Santos faz o que quer dentro de campo em curtos espaços. Eficiente na construção das jogadas da mesma forma que é eficiente na conclusão, o jovem de muita personalidade destruiu a defesa do Corinthians na semifinal e ainda mostrou frieza para bater um dos pênaltis da decisão quando, no tempo normal, mandou bisonhamente para fora uma batida que poderia ter deixado o duelo em 3 a 1.

Tiago Reis – Vice-artilheiro da Copinha com oito gols, o atacante vascaíno se destaca pelo oportunismo e bom posicionamento. Com média de um gol por jogo nesta edição da Copinha é outro que, ao lado de Lucas Santos, deverá ser alçado ao time principal após o final do torneio.

 

PROMOÇÃO BODOG COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JÚNIOR

Bodog preparou uma promoção incrível durante a Copa São Paulo de Futebol Júnior – torneio que “abre” a temporada do futebol brazuca: Todas as suas apostas a partir de R$20 na Copinha receberão uma Free Bet semanal para aproveitar o Virtual Sports.

Mostre que você também tem as manhas nos esportes virtuais e não fique de fora! Clique aqui e veja os detalhes e regulamento desta promoção sensacional.

 

FINAL DA COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JÚNIOR

SEXTA-FEIRA, 25 DE JANEIRO DE 2019

  • 15:30 – (1,80) São Paulo x Vasco (3,75); empate: 3,50

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar