UFC

Por que Paulo Borrachinha pode quebrar a banca contra Yoel Romero no UFC 241

Paulo Borrachinha é lutador da categoria dos médios do UFC
Foto: Divulgação/ UFC

O UFC 241, que acontece neste sábado, em Anaheim (EUA), conta com um dos melhores cards do ano. Além da revanche entre Daniel Cormier e Stipe Miocic, que fazem a luta principal da noite em duelo válido pelo título dos pesados, o show ainda marca o retorno de Nate Diaz, que encara Anthony Pettis pela categoria dos meio-médios e Paulo Borrachinha, que enfrenta Yoel Romero na divisão dos médios. O brasileiro é azarão contra o cubano, mas cá estamos para contar que, sim, há motivos para acreditar na vitória de Borrachinha contra Romero no evento que oferece até 525% de lucro aos fãs, segundo o Bodog.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saiba como ganhar dinheiro com o UFC 241

Invicto em sua carreira no MMA, Paulo Borrachinha acumula 12 vitórias em 12 lutas, sendo 11 triunfos por nocaute e um por finalização. O brasileiro nocauteou os quatro rivais que teve dentro do octógono do Ultimate. Em sua última apresentação, ele derrotou Uriah Hall no segundo round, pelo UFC 226. Desde então, o brasileiro esteve três vezes escalado para encarar o cubano, mas o confronto foi por água abaixo em todas as oportunidades. Ao que tudo indica, há poucos dias do evento, tudo parece em seu lugar.

Yoel Romero perdeu duas das últimas três lutas, mas ambas foram em disputas de cinturão nos médios, quando ele perdeu para Robert Whittaker, atual campeão da divisão. Atualmente, ele é o segundo colocado no ranking oficial, atrás apenas de Israel Adesanya, campeão interino da divisão e Whittaker, dono do cinturão absoluto.

A maior questão no confronto é como Borrachinha, um lutador forte e conhecido pelo poder de nocaute, vai se sair contra um adversário com nível olímpico de wrestling. Até agora, o brasileiro enfrentou apenas Johnny Hendricks com esse estilo. Mas muitos se apoiam no argumento de que o americano estava em fim de carreira e não é referência. De fato, Romero está muito acima do que Hendricks, ainda luta em alto nível, coisa que o americano não fazia há tempos.

É bom lembrar também que Borrachinha bate pesado, esbanja confiança em seu jogo e é 14 anos mais novo que Romero. O cubano tem 42 anos, contra 28 do brasileiro. Sem lutar desde junho do ano passado, Yoel pode sofrer com o tempo. Uma hora ou outra todo mundo passa por isso, e com ele não será diferente.

Concordo com o favoritismo dado a Romero, mas não se pode negar o talento de Borrachinha. Eu duvido que Yoel comece a luta evitando a trocação, buscando logo as pernas do rival. Por mais confiante que ele seja na luta olímpica, ele sempre investe na luta em pé. Seu wrestling é o último recurso. Ele é tão forte quanto Borrachinha e bate duro, apesar de não ter o mesmo nível técnico que o brasileiro no boxe. Mas se gastar muito tempo em pé o brasileiro vai se aproveitar

Borrachinha sabe pressionar bem, anda pra frente, sufoca os rivais e encaixa sua sequência arrasadora de socos até fazê-los cair diante da grade. Romero tem um estilo traiçoeiro, merece cuidado. O cubano chega como favorito por ter vencido nove das 11 lutas que fez no cage, incluindo vitórias por nocaute contra Lyoto Machida, Chris Weidman e Luke Rockhold. Mas Borrachinha é um astro em ascensão e sabe que está a uma vitória de chegar a sonhada chance pelo título. Jovem, em constante evolução e destemido, o brasileiro pode até ser azarão, mas está longe de ser carta fora do baralho e tem, sim, condições de quebrar a banca no UFC 241.

Confira os odds para o UFC 241 no Bodog

(R$ 1,66) Daniel Cormier x Stipe Miocic (R$ 2,20)
(R$ 1,80) Anthony Pettis x Nate Diaz (R$ 1,95)
(R$ 1,60) Yoel Romero x Paulo Borrachinha (R$ 2,35)
(R$ 3,55) Gabriel Benitez x Sodiq Yusuff (R$ 1,29)
(R$ 2,40) Derek Brunson x Ian Heinisch (R$ 1,58)
(R$ 1,11) Devonte Smith x Clay Collard (R$ 6,25)
(R$ 2,30) Raphael Assunção x Cory Sandhagen (R$ 1,62)
(R$ 2,75) Christos Giagos x Drakkar Klose (R$ 1,44)
(R$ 1,77) Manny Bermudez x Casey Kenney (R$ 2,00)
(R$ 1,35) Hannah Cifers x Jodie Esquibel (R$ 3,20)
(R$ 1,54) Kyung Ho Kang x Brandon Davis (R$ 2,50)
(R$ 2,05) Sabina Mazo x Shana Dobson (R$ 1,74)

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar