Humor

Paixão Nacional: entendi errado?

Dessas ironias que só o futebol pode nos proporcionar, o duelo de ontem no Itaquerão entre Corinthians e Red Bull Brasil deu asas a apenas uma equipe: os visitantes que  com o 2 a 0 chegaram aos 5 pontos e empataram com a Ponte Preta na segunda colocação do Grupo A do Campeonato Paulista 2019 – mas atrás da Macaca por conta dos critérios de desempate. E não havia energético no mundo capaz de dar asas ao Timão que, em uma escala decrescente, fez sua pior partida no ano – como mostramos aqui.

Ironicamente, diferente da passagem em 2017/2018, desta vez o treinador Fábio Carille contou com a chegada de bons reforços – ou pelo menos alguns jogadores que ele havia pedido, como, por exemplo, Ramiro. Mas, apesar de possuir, no papel, um time com mais qualidade, o treinador não consegue encaixar uma formação-base e irá para o clássico contra o Palmeiras no próximo sábado com mais problemas do que se imaginava a esta altura da temporada – que está ainda em seu início, é verdade, mas que tem jogo importante pela Sul-Americana se aproximando.

E, traído pelo apelo publicitário que em verdade não lhe deu asas coisa nenhuma, o Timão segue sem engrenar em 2019 e repetindo frustrações de 2018 – mas, desta vez, sem a desculpa de que faltam reforços. Uma situação que se molda como um vestibular final para Fábio Carille entrar de vez no primeiro escalão dos técnicos brazucas ou dar alguns passos atrás e repensar certos conceitos.

2019 dirá.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar