Paulista A1

Sonolento, Corinthians perde mais uma antes do clássico contra o Palmeiras

Apenas 4 pontos

Zaga erra por duas vezes e Corinthians cai em Itaquera na 4ª rodada do Paulistão

Foto: Gazeta Press/Reprodução

O Corinthians vacilou mais uma vez no Campeonato Paulista, para irritação de sua torcida e alegria daqueles que acreditaram na possibilidade de triunfo do Red Bull Brasil e faturaram R$ 6,00 para cada R$ 1,00 investido na partida, segundo os odds do Bet365 apresentados neste Ganhador.

Com algumas improvisações (Léo Santos na lateral esquerda), estreias (Boselli e Manoel) e mudanças de posição (Ramiro na ponta direita), o Timão apresentou na Arena aquilo que tem sido a marca registrada da equipe neste novo início de trabalho de Fábio Carille: muito toque de bola e pouca objetividade ofensiva. Melhor organizado, o Red Bull não se incomodou com as tentativas de pressão dos corintianos e pulverizou as indicações das casas de apostas na metade final do segundo tempo, quando se aproveitou de duas falhas da defesa do Alvinegro para liquidar a partida.

O que era para ser um “treino” antes do clássico contra o Palmeiras no próximo sábado se tornou a segunda derrota do Corinthians no Paulistão. O Alvinegro soma apenas 4 pontos em 12 possíveis e vai para o Dérbi sem uma base definida e refém de uma maneira única de jogar à qual os atletas precisam se encaixar – independente de suas características.

O Palmeiras, por sua vez, fez o que dele se esperava (conforme indicado aqui) e venceu por 1 a 0 a boa equipe do Oeste na noite de ontem, dia 30, e chegará para o clássico com algum favoritismo – e com todas as ressalvas que a palavra “favoritismo” carrega em um encontro de rivais tradicionais.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Corinthians 0 x 2 Red Bull

O pior jogo do Timão em 2019

Se contra a Ponte Preta na rodada anterior o Corinthians havia mostrado algum “poder de reação” com a entrada dos titulares Jadson e Fagner no segundo tempo do jogo e a ousadia de atacar com Gustavo e Boselli – que apesar dos pesares fez boa partida –; o que seu viu ontem na Arena foi um “andar para trás” constrangedor. Desconcentrado, sonolento, apático. Escolha a palavra que mais lhe agradar. Qualquer uma descreve bem o que foi o Corinthians ontem diante de sua torcida.

Boselli que chegou ao clube como a solução para os problemas do comando de ataque que tiraram o sono da torcida em 2018, deu seu primeiro chute a gol aos 33 minutos do primeiro tempo – cortesia de um meio campo que nada criava e da falta de sintonia entre as duplas Fagner/Ramiro e Mateus Vital/Léo Santos – atleta que corre o risco de ser “rifado” como foi Mantuan que de meia talentoso virou lateral-ruim em 2018 e de lá para “emprestável” em 2019.

Sem ritmo de jogo, Ralf também não tinha um desempenho melhor que o de Richard na proteção à zaga; apesar disso, seguiu em campo até o final da partida enquanto que Thiaguinho foi substituído por Pedrinho e Ramiro voltou para o meio. Perdido durante todo o primeiro tempo, Léo Santos ficou no vestiário na volta do intervalo e Danilo Avellar veio para o jogo –para desespero da Fiel que não aguenta mais ver o lateral vestindo a camisa corintiana.

O Red Bull não sofria pressão – mesmo quando Gustagol entrou no lugar de Jadson – e o castigo veio aos 29 minutos quando Henrique, lento e fora do tempo de bola, falhou e Ytalo mando para o fundo das redes de Cássio (que também foi mal no lance).

Atrás no placar, o Timão tentou pressionar e Gustagol perdeu a melhor chance de empatar aos 39 em bela defesa de Júlio César, revelado pelo Corinthians e titular até 2012 quando perdeu a vaga para Cássio.

Aos 48, Fagner errou a marcação e Bruno Tubarão subiu livre para fazer o segundo e encerrar a fatura.

 

Quem foi mal

Henrique: Lento, o experiente zagueiro voltou a apresentar falhas cruciais principalmente na bola aérea – grande problema do Timão há tempos. Segue titular sem merecimento.

Jadson: Se no jogo contra a Ponte Preta, a entrada de Jadson abriu o caminho para a vitória, ontem sua presença era totalmente dispensável. Lento e sem vibração, nada criou enquanto esteve em campo. Talvez seja hora de virar opção para o segundo tempo.

Ralf: Titular absoluto na mente de Fábio Carille, Ralf não teve desempenho melhor que o de Richard na proteção à zaga. A falta de ritmo pesou, é verdade, mas é um atleta que não vinha jogando bem no final da temporada passada.

Ramiro, Mateus Vital, Fagner e Léo Santos: Estes quatro sofreram com a total falta de entrosamento. Em um esquema de jogo que depende demais da criação pelos lados do campo, foi um erro fazer tantas modificações. Pior para Léo Santos que zagueiro de origem teve que curtir uma de lateral-esquerdo porque a cartolagem do Timão não possui um “Plano B” para Guilherme Arana – cada vez mais distante. Isso após ter falhado como lateral-direito no jogo contra a Ponte Preta na rodada anterior.

 

Quem foi bem

Manoel: Diferente de seu companheiro de zaga, Henrique, Manoel fez boa estreia e aparenta ter sido uma boa contratação. O resultado não foi dos melhores porque o restante do time não ajudou.

Boselli: O atacante argentino teve sua primeira chance como titular e sofreu com a apatia do time. Quando recebeu a bola em boas condições, criou problemas para a defesa do Red Bull – pena que foram poucos lances.

Red Bull Brasil: Organizado e sem sentir a pressão de jogar na Arena, o RBB soube controlar o jogo, manter o Timão longe de seu gol e quando teve a oportunidade, matou a partida.

 

JOGOS DA QUARTA RODADA DO CAMPEONATO PAULISTA 2019

QUINTA-FEIRA, 31 DE JANEIRO
  • 17:00 – Novorizontino (R$ 2,25) x Botafogo-SP (R$ 3,00); empate (R$ 3,00)
  • 18:45 – São Bento (R$ 2,40) x São Caetano (R$ 2,75); empate (R$ 3,00)
  • 19:15 – Bragantino (R$ 7,00) x Santos (R$ 1,57); empate (R$ 3,60)
  • 21:00 – São Paulo (R$ 1,36) x Guarani (R$ 9,00); empate (R$ 4,50)
  • 21:00 – Ferroviária (R$ 1,90) x Ituano (R$ 3,60); empate (R$ 3,20)

 

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Humor: propaganda enganosa | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar