Brasileirão Série A

Dez pontos à frente do Palmeiras, Flamengo está cada vez mais perto de ganhar o Brasileirão

Gerson e Reinier comemoram o segundo gol do Flamengo sobre o Fluminense

Absoluto, Flamengo vence pela quinta vez seguida e aumenta a vantagem na liderança do Brasileirão

Foto: Reprodução

Como bem dissemos aqui, a 27ª rodada do Campeonato Brasileiro era bem perigosa para Flamengo e Palmeiras que teriam pela frente jogos complicados contra, respectivamente, Fluminense e Athletico-PR. E, faltando ainda os jogos entre Bahia x Ceará e Botafogo x CSA que serão realizados nesta segunda-feira, dia 21, podemos dizer que a rodada termina com o Urubu colocando, não uma, mas as duas mãos na taça de campeão. Isso porque o time comandado pelo técnico Jorge Jesus fez sua lição de casa, venceu o clássico e se aproveitando do tropeço do Palmeiras que ficou no 1 a 1 com o Furacão abriu 10 pontos de vantagem para o vice-líder e 13 para o Santos que segue na terceira colocação apesar da derrota por 2 a 0 para o Atlético-MG.

Nos demais jogos, o Cruzeiro se aproveitou de mais uma tentativa frustrada de o Corinthians se mostrar ofensivo, venceu o alvinegro por 2 a 1 no Itaquerão (de virada) e, por enquanto, segue fora do Z-4 – podendo ser ultrapassado por CSA e Ceará ao término da rodada. O Goiás, que já havia ficado no 2 a 2 com o Timão na última quarta-feira, remou bastante e buscou o empate, também em 2 a 2, com a Chapecoense, fora de casa. Encarando o Avaí, o São Paulo suou muito, mas conseguiu a vitória por 1 a 0 que o colocou no G-4 enquanto que o Fortaleza superou os reservas do Grêmio no Castelão e o Internacional acabou surpreendido pelo Vasco em pleno Beira-Rio – resultado que pode custar seu lugar no G-6 caso o Bahia vença o Ceará.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Flamengo 2 x 0 Fluminense

Com tudo dando certo, Flamengo vence o clássico e domina o Brasileirão

Com três minutos de jogo, o Flamengo já vencia o Fluminense por 1 a 0 – gol de Bruno Henrique aproveitando cruzamento perfeito de Rodinei após cobrança de escanteio rápida. O Urubu mandava soltar e prender durante todo o primeiro tempo no Maracanã – e chegou a ter 80% da posse de bola por volta dos 20 minutos da etapa inicial. Muriel, goleiro do Fluminense, foi o principal responsável pelo placar magro nos primeiros 45 minutos evitando que o acuado tricolor sofresse uma goleada. Aos 44, algum sinal de vida do time de Ganso e Nenê: Yony González finalizou com perigo cruzamento de Caio Henrique. E mais nada.

Na etapa final, o Flamengo voltou mais preguiçoso – mas ainda assim, mais perigoso. Logo no início, Frazan errou, Gabigol se aproveitou e Muriel, de novo, evitou o segundo. Que acabou saindo aos 20 minutos na típica jogada que só acontece quando absolutamente tudo dá certo para um time: Diego Alves deu um chutão para a frente, Bruno Henrique resvalou de cabeça, a bola sobrou para Gabigol que fez um passe medonho para Reinier. O passe acertou o calcanhar do meia e voltou para o mesmo Gabigol que repetiu o passe, mas desta vez com qualidade. Reinier, então, acionou Gerson com precisão e ele não perdoou: 2 a 0 para o Flamengo que com a vantagem passou a administrar o jogo e garantiu um retorno de 8 por 1 para quem investiu em nosso palpite de resultado exato – um saldo de R$ 800,00 em uma aposta de R$ 100,00.

Arbitragem: Segundo Sálvio Spínola, comentarista de arbitragem da Globo, o árbitro Anderson Daronco cometeu dois erros no jogo. Primeiro, aos 10 do primeiro tempo, quando não marcou pênalti de Nino em Gabigol. O segundo aconteceu aos 18 da etapa inicial, quando não marcou falta de Pablo Marí em Wellington Nem – fato que daria o cartão vermelho ao zagueiro espanhol.

 

Palmeiras e Santos cada vez mais longe da briga pelo título

Athletico-PR 1 x 1 Palmeiras

O empate, além de confirmar nossa dica de aposta, pagando 7,50 por 1 no resultado exato de 1 a 1, refletiu bem o que foi o jogo entre Athletico-PR e Palmeiras na Arena da Baixada. Com as duas equipes querendo vencer, o duelo foi, na maior parte do tempo, lá e cá. Gols mesmo, apenas no primeiro tempo: Marcelo Cirino, aos seis minutos, colocou os donos da casa à frente e aumentou a pressão em cima do Verdão que chegou à igualdade aos 40 minutos com Deyverson (já vi este filme) aproveitando cruzamento de William para deixar tudo igual.

No segundo tempo, o jogo seguiu igual. As equipes procuravam o gol e reclamavam o que podiam – e o que não podiam também – com o árbitro Ricardo Marques Ribeiro. Cansados de reclamar apenas com a arbitragem, o técnico Tiago Nunes, do Furacão, e o volante Felipe Melo (sempre ele), do Verdão, discutiram entre si. Mas nada que estragasse o jogo, que foi bom mas teve um resultado desastroso para o Palmeiras em suas ambições de conquistar o título do Brasileirão. Somando apenas um ponto na rodada, o time de Mano Menezes vê o Flamengo abrir uma folga de dez pontos na liderança da competição.

Atlético-MG 2 x 0 Santos

Após cinco rodadas sem vencer, o Atlético-MG confirmou nosso palpite de um jogo abaixo de 2,5 gols a 1,74, derrotou o Santos, se afastou do Z-4 e praticamente tirou do Peixe qualquer possibilidade remota de lutar pelo título do Brasileirão. O caldo santista azedou logo aos cinco minutos, com Luan abrindo o placar. Surpreso pela disposição do Galo – agora sob o comando de Wagner Mancini – o time de Jorge Sampaoli tentou se reorganizar mas não deu tempo: aos 22 Leonardo Silva, veterano zagueiro dos donos da casa, aproveitou cobrança de escanteio e ampliou. O Santos levou algum perigo em jogadas pelo alto, mas não conseguiu diminuir a desvantagem. No segundo tempo as mudanças de Sampaoli não deram nenhum resultado e o Galo apenas tirou o pé para manter o Peixe sob controle e garantir os três pontos – importantes para dar uma trégua na queda sem fim do time mineiro. 13 pontos atrás do líder, ao Santos resta apenas garantir-se no G-4 e planejar a temporada 2020.

 

Corinthians tira o Cruzeiro do Z-4 e o São Paulo sofre para vencer o Avaí

Corinthians 1 x 2 Cruzeiro

Recebendo um Cruzeiro apavorado pelo fantasma do rebaixamento, o técnico Fábio Carille, aparentemente, quis dar uma resposta aos seus críticos e seguiu apostando na ideia de um Corinthians mais ofensivo – que deu certo por cerca de 20 minutos no jogo contra o Goiás na última quarta-feira. Com uma zaga reserva e Cássio suspenso, o professor viu sua estratégia dar resultados e Fágner, aos 33 minutos do primeiro tempo, colocou o alvinegro na frente. Ainda no primeiro tempo, com a ajuda do VAR, o árbitro Bruno Arleu de Araújo marcou toque de mão do zagueiro Bruno Mendéz na área. Pênalti bem batido por Fred e sem chances de defesa para Walter – que até acertou o canto.

O jogo ficou mais morno no segundo tempo e caminhava para um empate até que Fágner tocou mal uma bola para trás. Ederson – que estava à frente da zaga – ficou cara a cara com Walter e colocou a Raposa na frente. O bandeirinha chegou a indicar irregularidade, mas o árbitro, corretamente, mandou o lance seguir (como a bola foi mandada para trás por Fágner e não por um jogador do Cruzeiro, o impedimento de Ederson não se aplicaria ao lance; por outro lado, a arbitragem errou ao marcar falta de Marlon em Fred em jogada também no segundo tempo que terminou em gol de Mateus Vital).

Depois disso, Fábio Carille tanto reclamou que acabou expulso em mais um jogo que o Corinthians confirmou nossa dica de aposta em resultado acima 1 gol a 2,55, foi muito mal e tirou (por enquanto) o Cruzeiro do Z-4.

São Paulo 1 x 0 Avaí

Ao melhor estilo Fernando Diniz, o São Paulo controlou as ações do jogo contra o Avaí, teve mais posse de bola e chegou com mais perigo ao gol. A expulsão (exagerada) do atacante Brenner por falta em Bruno Alves aos 22 minutos do primeiro tempo deixou tudo mais simples para o tricolor. Mas o gol mesmo só aconteceu no início do segundo tempo com Arboleda aproveitando cobrança de escanteio de Daniel Alves para abrir o placar. Após isso, os donos da casa seguiram martelando a defesa do Avaí em busca do segundo gols. Mas quem levou susto foi o torcedor tricolor que viu a equipe catarinense encaixar um lançamento para Richard Franco que dominou e bateu cruzado quase marcando o gol de empate. No final, um jogo que confirmou nossa dica de aposta na vitória do São Paulo e mandou a equipe para o G-4 tomando a quarta colocação do Corinthians.

 

Grêmio e Internacional: rodada é ruim para os gaúchos

Fortaleza 2 x 1 Grêmio

Como era de se esperar, o Grêmio foi a campo com um time reserva encarar o Fortaleza no Castelão na abertura da 27ª rodada do Brasileirão. E o time de Renato Gaúcho começou melhor o jogo. Impondo seu estilo na casa do adversário, abriu o placar aos 9 minutos do primeiro tempo com Paulo Miranda aproveitando cobrança de falta de Galhardo. Mas, infelizmente, a boa disposição dos visitantes ficou nisso. Após cerca de 15 minutos apáticos, o Leão se encontrou em campo e em seis minutos virou o jogo para cima do Imortal: aos 34, Romarinho mandou a bola para a área, Wellington Paulista foi mais ligeiro que David Braz e deixou tudo igual. Aos 40, Osvaldo aproveitou cruzamento de Wellington Paulista e ampliou. O Grêmio voltou para o segundo tempo disposto a pressionar e aos 16 minutos, Renato Gaúcho mandou os titulares Éverton e Patrick para o campo nos lugares de André e Michel. O volume de jogo dos visitantes aumentou, mas o gol não saiu. Organizado na defesa, o Fortaleza controlou o perigo, confirmou nossa dica de aposta – dando um retorno de 2,46 por um – e se afastou um pouco mais do Z-4.

Internacional 0 x 1 Vasco

Como dissemos aqui, a experiência do técnico Vanderlei Luxemburgo poderia fazer a diferença no jogo entre Internacional e Vasco no Beira Rio. E fez. Bem organizado defensivamente, o time de São Januário dava espaços para que D’Alessandro e Patrick trabalhassem a bola para o Colorado, mas com o restante da equipe bem marcada, essa liberdade era de pouca utilidade – tanto que, apostando nos contra-ataques e ficando menos tempo com a bola, o Vasco era mais perigoso. Para o segundo tempo, Luxemburgo colocou Guarín no lugar de Ribamar e com mais um volante em campo viu seu time não ser mais ameaçado pelo ataque do Internacional. O tempo foi passando, os donos da casa foram dando espaços até que Marrony marcou para o Cruz Maltino. Os Colorado partiu para a pressão mas não conseguia furar o bloqueio defensivo da equipe carioca – e quando conseguia, parava na boa atuação de Fernando Miguel. No final, três pontos que mandaram o Vasco para ainda mais longe do Z-4, acabaram com o tabu de 12 anos sem vitórias vascaínas no Beira-Rio, derrubaram a invencibilidade doméstica do Inter e confirmaram nosso palpite de um jogo com menos de 2,5 gols a 1,54.

 

Chapecoense 2 x 2 Goiás

Chape abre 2 mas permite empate ao Goiás e segue no fundo do Z-4

Se por um lado foi bom para quem seguiu nossas dicas de apostas e faturou 3,25 por um, o empate em 2 a 2 entre Chapecoense e Goiás foi péssimo para o Verdão do Oeste que chegou a abrir uma vantagem de 2 a 0 ainda no primeiro tempo com Everaldo e Henrique Almeida mas cedeu o empate – e por muito pouco não aconteceu a virada – ao Esmeraldino no segundo tempo com Rafinha e Rafael Vaz. No balanço final, o resultado não foi ruim para o Goiás, que segue na 10ª colocação, invicto há três rodadas. Para a Chape, por outro lado, de nada ajudou em sua luta contra o rebaixamento: empatada em pontos com o Avaí (17), a equipe alviverde agora, por conta dos critérios de desempate, pula da lanterna para a vice-lanterna e assume a 19ª posição do Campeonato Brasileiro, 11 pontos atrás do Cruzeiro, o 16º colocado.

 

Fechando a rodada

A 27ª rodada do Campeonato Brasileiro chega ao seu final nesta segunda-feira dia 21, com os jogos entre Bahia x Ceará e Botafogo x CSA.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar