UFC

Conheça o novo cinturão do UFC e o que muda na vida dos campeões do evento

Novo UFC Legacy Championship
Foto: Divulgação / UFC

Quem acompanhou o UFC Brooklyn, que aconteceu no último sábado (19), em Nova York (EUA), notou que logo após o nocaute relâmpago conquistado contra TJ Dillashaw, Henry Cejudo foi agraciado com o novo cinturão do UFC. A maior organização de MMA do mundo anunciou às vésperas do show que o vencedor da superluta seria o primeiro a deter a peça que marca uma nova Era no Ultimate. Depois de quebrar a banca e desmentir os odds, Cejudo é o primeiro de vários campeões que vão posar com o UFC Legacy Championship Belt, nova peça mais cobiçada do mundo do MMA.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

O novo cinturão tem um valor avaliado três vezes maior do que o antigo, o UFC Classic Championship Belt, usado desde 2001, quando a Zuffa assumiu o comando do UFC. Algo curioso sobre o novo cinturão é que diferentemente do UFC Classic, ele é único. Antes, quando um lutador conquistava o título, ele levava o cinturão para casa e acumulava réplicas a cada defesa de título. Demetrious Johnson, por exemplo, somou 11 cinturões em sua casa. Na nova Era, o campeão que defender o cinturão diversas vezes vai seguir com o mesmo cinturão, e este será customizado e atualizado com detalhes especiais.

O cinturão conquistado por um campeão será customizado com nome, categoria e país do atleta, além de receber cravada uma assinatura autenticada do presidente do UFC Dana White. A peça ainda terá um número de série e será atualizado a cada conquista do campeão. Bandeiras dos países dos oito primeiros campeões do UFC também estão expostas em todos os cinturões: Bielorrússia (Andrei Arlovski), Brasil (Murilo Bustamante), Canadá (Carlos Newton), EUA (Mark Coleman), Holanda (Bas Rutten), Irlanda (Conor McGregor), Polônia (Joanna Jedrzejczyk), Reino Unido (Michael Bisping).

A peça agora tem 1,27m de comprimento, 30 cm de altura e pesa 4,75kg. No meio, a placa principal tem a logo do UFC. Na placa da esquerda vai ser colocado o nome do campeão, sua categoria de peso e a bandeira do seu país. No entorno dessa placa da esquerda, existem oito pedras cravadas. A cada vitória conquistada em luta válida por cinturão, um rubi vermelho será adicionado. Ou seja: a peça vai ficar mais valiosa ainda. Se um lutador conquistar mais de oito defesas de cinturão, a placa da direita será usada pra continuar a contagem.

No caso dos “double champs”, que tiverem títulos em categorias diferentes, estes sim receberão duas peças. Uma para cada categoria.

A brincadeira agora entre os campeões será valorizar seu cinturão. Se antes o legal era publicar fotos nas redes sociais com vários cinturões, agora vai tirar mais onda quem tiver o cinturão mais valioso.

O que vocês acharam do novo cinturão do UFC?

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar