UFC

TJ Dillashaw e Henry Cejudo começam a promover possível superluta no UFC

TJ Dillashaw e Henry Cejudo
Foto: Reprodução/Instagram

Os dois maiores astros do UFC 227, realizado no último dia 4 de agosto, em Los Angeles (EUA), parecem estar realmente interessados em se enfrentar. TJ Dillashaw e Henry Cejudo deixaram o octógono com o cinturão em suas últimas apresentações e podem estar perto de protagonizarem uma superluta. Depois de baterem Cody Garbrandt e Demetrious Johnson, respectivamente, os americanos estão de olho em uma superluta. E isso está claro em suas ações recentes.

Dillashaw e Cejudo participaram de um Media Day em Los Angeles (EUA) e marcaram presença em dois dos programas  mais famosos da mídia americana. Depois de aparecerem no Extra TV junto a celebridade Mario Lopez, os lutadores foram destaque no TMZ Sports. Eles poderiam ter ficado só nas entrevistas, mas aproveitaram a oportunidade – um pouco induzidos pelos apresentadores também, claro – e chegaram até a fazer uma encarada, trocando diversas provocações. Pronto. Já temos uma superluta encaminhada.

Não é comum ver dois lutadores, especialmente campeões, se encarando diante das câmeras com seus cinturões em posse. O fato de ter escalado ambos os atletas para as mesmas ocasiões também é uma ação do UFC para promover uma possível superluta. E caso esse não fosse o real desejo de ambos, a partir de agora se torna o passo mais provável em seus respectivos futuros dentro do octógono mais famoso do mundo.

E o resto que aceite, né? No caso de Cejudo, uma superluta com Dillashaw é para lá de injusta. O americano, embora tenha chocado o mundo ao vencer o Demetrious Johnson, campeão mais dominante da história do UFC, de forma dominante, acabou de se tornar campeão. E o fato de ter batido um campeão como Johnson na decisão exige uma revanche imediata. É direito de Johnson. A única condição para isso não acontecer é caso Demetrious não queira mais lutar como peso mosca. Fora isso, ele merece e deve receber a revanche. TJ já fala de superluta há tempos. Ele sabe que o nome que lhe trará mais atenções é Dominick Cruz, mas como este é sempre uma incógnita e não tem previsão de volta, o nome de Cejudo parece agradar.

Se tratando de uma superluta entre campeões, o combate tem de valer cinturão. A questão é: Cejudo irá subir aos galos e tentar tomar o título do novo rival ou TJ irá descer aos moscas e buscar seu segundo cinturão no UFC? Tal resposta só o destino irá responder. Por enquanto, a imagem de Cejudo e Dillashaw se encarando anuncia uma provável superluta dentro do octógono mais famoso do mundo. Justa ou não é certamente algo interessante de se ver.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar