Copa do Mundo Rússia 2018

Pressionada, Alemanha precisa vencer a Suécia para não se complicar na Copa do Mundo

Seleção Alemã
Foto: Amin Mohammad Jamali/Getty Images

Tetracampeã mundial tenta contornar problemas de relacionamento para buscar uma das vagas do Grupo F

Agora é tudo ou nada para a Alemanha. Depois de estrear com derrota para o México, os campeões do mundo voltam a campo neste sábado (23), às 15 horas (horário de Brasília) para enfrentar a Suécia, e podem dar adeus de forma precoce à Copa da Rússia caso sofram um novo revés. Com três pontos somados na vitória sobre a Coréia do Sul, os suecos dividem com os mexicanos a liderança do Grupo F, e com um simples empate ficarão bem próximos de se garantir nas oitavas-de-final.

Confira nossos prognósticos para o duelo.

 

Com problemas internos, Alemanha tenta se manter viva

Os maus resultados nos amistosos preparatórios já indicavam que algo não vinha bem no grupo comandado por Joachim Löw, mas a derrota para o México na estreia da Copa do Mundo trouxe à tona um possível racha entre os jogadores alemães. As últimas notícias dão conta de um desentendimento entre os remanescentes de 2014 e os novatos do elenco.

Um dos jogadores mais experientes da equipe campeã mundial, o zagueiro Hummels minimizou a questão, e fez uma análise do que faltou para o time vencer o México.

“Nós nos sentimos unidos, com os 11 no gramado. Temos vários líderes no nosso elenco. São nove remanescentes de 2014 que têm experiência para nos ajudar. Temos que pensar de forma construtiva. Acho que tivemos algumas fraquezas naquele jogo. Já alcançamos uma relativa estabilidade defensiva. Acho que esse problema conseguimos resolver. Faltou para nós equilíbrio contra o México.”, declarou.

Em meio à crise, quem surge como principal esperança é um jogador que teria vaga garantida há quatro anos, mas em função de uma série de lesões, terá apenas agora uma oportunidade na Copa do Mundo. O meia Reus, do Borussia Dortmund, deve ser a novidade do time alemão, que precisará mudar radicalmente sua postura para vencer a Suécia.

Diante dos mexicanos, a Alemanha teve quase 70% de posse de bola e finalizou duas vezes mais a gol, mas cedeu muitos espaços para os contra-ataques, e permitiu que os rivais criassem as melhores chances.

Apesar dos percalços, os alemães seguem como principais favoritos ao título, ao lado do Brasil.

 

Para a Suécia, qualquer ponto será bem-vindo

A Suécia seguiu o script ao vencer a Coréia do Sul na partida de estreia, e apesar da inesperada derrota da Alemanha, segue com seu planejamento inalterado na busca por uma vaga nas oitavas-de-final. O principal adversário continua sendo o México, e qualquer ponto somado contra os germânicos será muito bem-vindo.

Isto não significa que os nórdicos abrirão mão de buscar a vitória. Para o meia o meia Emil Forsberg, o time poderá tirar proveito do desespero dos rivais.

“Será um jogo muito difícil, estamos enfrentando a campeã mundial. Mas, ao mesmo tempo, temos que curtir e nos divertir no jogo. Toda a pressão está sobre eles. Vamos fazer o que fazemos bem, tentar manter a defesa firme e buscar os resultados. Essa é a prioridade.”

Se a Suécia conquistar mais três pontos, e o México também levar a melhor sobre a Coréia do Sul, os dois países estarão garantidos nas oitavas-de-final com uma rodada de antecipação.

Retrospecto de Alemanha x Suécia

Os dois encontros mais recentes entre alemães e suecos, nas eliminatórias para a Copa de 2014, tiveram nada menos que 16 gols. Na Alemanha, o time da casa vencia por 4×0, mas permitiu uma reação histórica de Ibrahimovic e seus companheiros, que empataram a partida. Os germânicos, no entanto, levaram a melhor como visitantes, e sacramentaram a classificação com um triunfo por 5×3.

Em Copas do Mundo, a Alemanha venceu a única partida em campo neutro, no ano de 1934, pelo placar de 2×1. Nas outras, levou a melhor quem jogou em casa. A Suécia venceu por 3×1 em 1958, enquanto os alemães triunfaram por 4×2 em 1974, e 2×0 em 2006.

O retrospecto é equilibrado, com 15 vitórias da Alemanha, 13 da Suécia e oito empates.

Prováveis escalações

Alemanha: Neuer; Kimmich, Hummels, Boateng e Plattenhardt ; Reus , Kroos, Ozil, Müller e Draxler; Timo Werner. Técnico: Joachim Löw

Suécia: Olsen; Augustinsson, Granqvist, Jansson e Lustig; Larsson, Ekdal, Claesson e Forsberg; Berg e Toivonen. Técnico: Anderson Janne

Palpite

Mesmo em crise, o time da Alemanha é sempre muito difícil de ser batido, e certamente complicará a vida da Suécia na partida de sábado. A expectativa é de que a equipe ganhe mais criatividade no meio de campo com a entrada de Reus, e se der a lógica, deve conquistar seus primeiros três pontos.

Acredito em uma grande vitória dos campeões do mundo.

Classificação do Grupo F

  • 1º México, 3
  • 2º Suécia, 3
  • 3º Alemanha, 0
  • 4º Coréia do Sul, 0

Jogos da 2ª rodada da Copa do Mundo 2018

Terça-Feira, 19 de junho

  • 15:00 – Rússia 3×1 Egito

Quarta-Feira, 20 de junho

  • 09:00 -Portugal 1×0 Marrocos
  • 12:00 – Uruguai 1×0 Arábia Saudita
  • 15:00 – Irã 0x1 Espanha

Quinta-Feira, 21 de junho

  • 09:00 – Dinamarca 1×1 Austrália
  • 12:00 – França 1×0 Peru
  • 15:00 – Argentina 0x3 Croácia

Sexta-Feira, 22 de junho

  • 09:00 – Brasil x Costa Rica – Palpite: Brasil
  • 12:00 – Nigéria x Islândia – Palpite: empate
  • 15:00 – Sérvia x Suíça – Palpite: empate

Sábado, 23 de junho

  • 09:00 – Bélgica x Tunísia – Palpite: Bélgica
  • 12:00 – Coréia x México – Palpite: México
  • 15:00 – Alemanha x Suécia – Palpite: Alemanha

Domingo, 24 de junho

  • 09:00 – Inglaterra x Panamá – Palpite: Inglaterra
  • 12:00 – Japão x Senegal – Palpite: Senegal
  • 15:00 – Polônia x Colômbia – Palpite: empate

 

Como apostar na futebol 2021