Ganhador.com

Brasileirão Série B

Ponte Preta x Guarani; Vila Nova x Goiás: tabus nos dérbis de Campinas e Goiânia monopolizam 23ª rodada da Série B

Jogador do Guarani

Clássico paulista tem como pano de fundo briga direta pelo G-4; em queda livre, Tigrão tenta frear reação Esmeraldina no Nacional

Não deu nem tempo de respirar com a rodada de terça-feira (21 de agosto) e o Campeonato Brasileirão da Série B já se prepara para novas batalhas neste fim de semana (24 e 25 de agosto). A 23ª rodada da segunda divisão do futebol nacional tem como pano de fundo dois clássicos da peleja tupiniquim. O 192º dérbi entre Ponte Preta e Guarani deve parar a cidade de Campinas, em São Paulo, com as duas equipes brigando por uma vaga no G-4. Já em Goiânia, o Goiás tenta consolidar a terceira posição na tabela e acabar de vez com o estranho jejum de cinco jogos diante do arquirrival Vila Nova, em queda livre no Brasileirão. Quem vai se dar melhor?

 

Ponte Preta x Guarani

Se já não bastasse a rivalidade centenária que envolve Ponte Preta x Guarani, o Dérbi Campineiro de logo mais tem algo bastante importante em jogo: a luta pelo acesso à Série A. Isso porque Macaca e Bugre são adversários diretos pelas vagas para a elite do futebol brasileiro. Se pensarmos que as duas primeiras posições estão a princípio nas mãos do Fortaleza, que lidera o Nacional com 43 pontos, e do CSA, vice-líder com 37, sobram duas vagas. Os inimigos mortais de Campinas fazem parte da relação de oito clubes que brigam pelas posições no G-4, que vai do Goiás, terceiro com 36 pontos, ao Coritiba, 10º com 30 pontos.

Após surpreender os alviverdes no primeiro turno, arrancando um heroico 3×2 no Brinco de Ouro, a Ponte Preta quer seguir 100% diante do rival. Para isso, o técnico João Brigatti e sua trupe precisarão esquecer a derrota para o Londrina por 1×0 no Paraná, fato que derrubou a invencibilidade de quatro jogos da equipe e que a fez cair para a oitava posição (32 pontos). Quatro pontos atrás do grupo de acesso, que tem o Avaí em quarto, os alvinegros têm nas próximas rodadas seu destino definido no torneio. Além do Bugre, a Macaca pega o Vila Nova, em casa, e o Atlético-GO, fora.

Já do outro lado, a sensação é de o Guarani entrou de vez na disputa pelo retorno à elite tupiniquim. São quatro vitórias nos últimos cinco jogos da equipe comandada por Umberto Louzer, resultados que colocam o clube na porta do G-4, na quinta posição com 35 pontos. Depois da atuação convincente na vitória sobre o Atlético-GO, ganhando com autoridade no Brinco de Ouro, por 2×0, o Bugre precisa pontuar no Majestoso. Isso significa que um jejum de quase dez anos precisará acabar. Este é o tabu vivido pela parte alviverde de Campinas no Majestoso, já que não vence a Macaca no Moisés Lucarelli desde setembro de 2009 (1×0 pela Série B). Chegou a hora de a maldição acabar?

 

Palpite

Apesar do belo futebol apresentado pelo Guarani e a derrota pontepretana na rodada passada, o Dérbi Campineiro não tem favorito. É 50% de chances para cada lado. O que pode pesar na hora da decisão é o fato de a Macaca não conseguir se firmar em casa. Isso porque os alvinegros têm campanha de rebaixado quando atuam no Majestoso, com apenas três vitórias em 10 jogos. Com um adversário “voando em campo” e tendo o retorno de Rafael Longuine, o principal destaque do clube na Série B com oito gols, o Bugre pode finalmente quebrar o tabu!

 

Vila Nova x Goiás

Já no Serra Dourada, o Dérbi do Cerrado é bola da vez. Depois de um início de primeiro turno promissor, chegando até liderar o Brasileirão e se mantendo boas rodadas no G-4, o Vila Nova vem em queda livre. A equipe dirigida por Cláudio Tencati é a nona colocada com 32 pontos, sendo quatro de diferença para o Avaí, que abre o grupo de acesso. Fato é que o Tigrão venceu apenas um jogo nos últimos sete disputados. Tal desempenho coloca o jogo diante do Goiás como decisivo para as pretensões do clube na competição e até para dar sobrevida ao seu comandante. Como aliado, o Vila Nova tem a invencibilidade de cinco jogos sobre os Esmeraldinos, sendo três vitórias e dois empates.

No Goiás, que teve situação inversa ao rival, fazendo uma campanha de rebaixado na abertura do Brasileirão e arrancando para o G-4 na parte final do primeiro turno, com 10 vitórias nas últimas 13 rodadas, a ordem é consolidar a terceira posição (36 pontos). Por isso, o técnico Ney Franco confia no faro de gol de Lucão, artilheiro do torneio com 10 gols, para seguir em ascensão no certame.

 

Palpite

Não havia pior hora para o Vila Nova enfrentar o Goiás. Crise interna e um rival vindo de três vitórias consecutivas na competição. Tais situações devem aumentar ainda mais os problemas do Tigrão na Série B, que não deve ser páreo para boa fase esmeraldina, favorita para o clássico do Cerrado.

Jogos da 23ª rodada do Brasileirão da Série B

Sexta-feira, 24 de agosto

  • 19:15 – Figueirense x Brasil de Pelotas – Palpite: Figueirense
  • 19:15 – Coritiba x Oeste – Palpite: Coritiba
  • 21:30 – Atlético Goianiense x CRB – Palpite: Atlético Goianiense

Sábado, 25 de agosto

  • 16:30 – Ponte Preta x Guarani – Palpite: Guarani
  • 16:30 – São Bento x Avaí – Palpite: Avaí
  • 16:30 – Vila Nova x Goiás – Palpite: Goiás
  • 16:30 – CSA x Criciúma – Palpite: CSA
  • 16:30 – Paysandu x Sampaio Corrêa – Palpite: Paysandu
  • 19:00 – Fortaleza x Londrina – Palpite: Fortaleza
  • 21:00 – Juventude x Sampaio Corrêa – Palpite: Juventude

 

Classificação geral do Brasileirão da Série B

  1. Fortaleza – 43 pontos – Série A
  2. CSA – 37 pontos – Série A
  3. Goiás – 36 pontos – Série A
  4. Avaí – 36 pontos – Série A
  5. Guarani – 35 pontos
  6. Atlético Goianiense – 34 pontos
  7. Figueirense – 33 pontos
  8. Ponte Preta – 32 pontos
  9. Vila Nova – 32 pontos
  10. Coritiba – 30 pontos
  11. Oeste – 30 pontos
  12. Londrina – 27 pontos
  13. Juventude – 26 pontos
  14. Criciúma – 25 pontos
  15. CRB – 25 pontos
  16. Paysandu – 25 pontos
  17. São Bento – 25 pontos – Série C
  18. Brasil de Pelotas – 24 pontos – Série C
  19. Sampaio Corrêa – 18 pontos – Série C
  20. Boa Esporte – 17 pontos – Série C

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar