Humor

Paixão Nacional: Que Fase!

Tem horas em que absolutamente nada dá certo. O Vasco que o diga. Ameaçado por mais um rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro – o quarto em 10 anos – o Cruzmaltino vem tropeçando nas próprias pernas e sofre para conseguir colocar alguma distância entre si e o Z-4. Pela 33ª rodada do Brasileirão, a equipe carioca conseguia um importante empate contra o Grêmio em Porto Alegre. 1 ponto importante em sua desesperada luta para seguir na Série A. Mas, aos 49 minutos do segundo tempo, Martín Silva, o bom goleiro uruguaio e um dos poucos pilares do time remanescente da temporada 2017, se atrapalhou e – em um lance absolutamente bizarro –, espalmou contra o próprio gol o chute de Matheus Henrique que garantiu a vitória do Tricolor diante de sua torcida.

A derrota manteve o Gigante da Colina perigosamente perto do Z-4 – apenas 1 ponto separa Vasco e Chapecoense, 17ª colocada. Como desgraça pouca é sempre uma enorme bobagem, hoje o Cruzmaltino recebe, em São Januário, o embalado Atlético-PR, que luta para entrar no G-6 e tem um desempenho decepcionante como visitante no Brasileirão 2018, mas pode aprontar uma desagradável surpresa para os donos da casa.

Martín Silva, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, verá o jogo pelo pay-per-view – o que para alguns vascaínos de coração peludo será um reforço e para outros, mais centrados, uma importante baixa. Quase tão importante quanto a de Máxi Lopez que sofreu um corte no pé no jogo contra o Grêmio, precisou levar 7 pontos no local, sente dores e faz tratamento intensivo para conseguir participar da partida de logo mais – mesmo que no sacrifício. Difícil que ele entre em campo, mas não impossível.

Independente da formação que irá a campo, a ordem em São Januário é “não perder pontos.

Confira aqui nosso palpite e o prognóstico para o duelo de logo mais.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar