Ganhador.com

Humor

Paixão Nacional: gente insatisfeita

Eleito presidente do Corinthians pelos próximos três anos com 33,9% dos votos – contra cerca de 66% de votos somados dos quatro oposicionistas que participaram da eleição – o deputado federal Andrés Sanchez pôde sentir uma pequena amostra do que o espera em seu segundo mandato à frente do clube alvinegro. Tão logo foi encerrada a apuração e seu nome confirmado como o vencedor no último dia 3, os gritos de “Andrés, aqui não tem burguês” e “Cadê as contas do estádio” soaram pelo Parque São Jorge.

Após ficar acuado por cerca de 20 minutos em um banheiro feminino do clube, o novo presidente concedeu entrevista e, segundo reportagem do globoesporte.com disse, à respeito das manifestações que, “infelizmente, é uma ala da torcida que fica fazendo essa confusão, por isso que o futebol às vezes fica ruim. Sempre teve pressão no Corinthians, faz parte. É ganhar jogos e administrar da melhor maneira possível. Quem ganhasse a eleição ia ter essa pressão. Isso é o Corinthians”, segundos antes de ser atingido por um copo de cerveja. O novo presidente alvinegro, por fim, deixou o Parque São Jorge, escondido no banco de trás do carro de um de seus apoiadores, com o rosto coberto por um boné.

Me chamem de “antiquado” mas este, definitivamente, não é o melhor modo de se começar um mandato de três anos à frente de um dos maiores  – e mais populares – clubes do Brasil.

E, enquanto isso, Fábio Carille segue esperando por um camisa 9…

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar