Vôlei

O Brasil vai conseguir parar a Sérvia e os EUA? Prognóstico da 2ª fase do Mundial Feminino de Vôlei

Seleção Brasileira de Vôlei Feminino
Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV

O Mundial Feminino de Vôlei que está sendo disputado no Japão é uma excelente alternativa para a turma que quer variar um pouco as suas apostas e girar os seus investimentos fora do futebol. A competição que reúne a nata das mulheres nas quadras está com um quadro bem determinado de favoritismo, e ele está nas mãos das norte-americanas, que demonstram odds de R$ 3,50 a cada R$ 1,00 apostado no Bet365. A fortíssima seleção americana, porém, está com adversárias poderosas e que merecem uma atenção do apostador. A Sérvia aparece na segunda colocação na lista dos “outrights”, como são chamados os favoritos, devolvendo R$ 4,00, seguido de Itália (R$ 5,00), China (R$ 6,00) e Brasil (R$ 10,00).

Em nosso último texto, na semana passada, falávamos que o Brasil era uma aposta ousada e bastante interessante na briga para ser campeão. O prognóstico está mantido, embora a seleção esteja oscilando. Vamos analisar em detalhes os principais itens do Mundial até aqui para aproveitar esta pausa de terça para as melhores apostas da programação de quarta-feira (horário japonês) em diante.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Segunda fase tem ‘emoção’ brasileira…

O sistema de disputa do Mundial Feminino é uma réplica do formato adotado entre os homens no campeonato que terminou em 30 de dezembro, com título da Polônia sobre o Brasil. A segunda fase consiste em dois grupos de oito seleções, e os três melhores avançam para a terceira fase – de novo em grupos, mas de apenas três países, cada um.

O Brasil está no Grupo E, e aparece na quarta posição até aqui, precisando urgentemente melhorar o seu rendimento para não correr o risco de não passar de fase. Os três primeiros da chave, hoje, são Sérvia, Holanda e Japão, nesta exata ordem. O bom para o Brasil é que haverá confrontos diretos contra Holanda e Japão, à 1h25 (horários de Brasília) desta quarta e 7h20 desta quinta, então a chance de José Roberto Guimarães escalar o que tem de melhor para avançar na competição é plenamente justificável.

A seleção até aqui é uma verdadeira gangorra. São cinco vitórias e duas derrotas (para Alemanha e Sérvia). A constância daqui por diante é mais do que necessária.

…e invencibilidade americana

A fortíssima seleção norte-americana é uma das três invictas até aqui, ao lado de Sérvia e Itália, todas com sete vitórias. A melhor campanha no geral é a da Sérvia, que conquistou todas as suas vitórias por 3 sets a 0, enquanto Itália (um 3 a 1) e EUA (um 3 a 1 e dois 3 a 2) vêm logo atrás.

Itália e EUA hoje estão no Grupo F, a outra chave, sem enfrentar o Brasil. A terceira colocada deste grupo por enquanto é a China, que está numa briga muito ferrenha com a Rússia para decidir quem segue na competição.

Os jogos desta quarta já mostram bem o que podemos esperar do Mundial daqui até o fim.  O Brasil entra como favorito diante da Holanda, devolvendo R$ 1,66/R$ 1,00 no Bet365, contra R$ 2,10 das europeias.

Às 4h10 será a vez de um imperdível Itália x Rússia, com favoritismo italiano, com o horário das 7h20 mostrando dois grandes jogos: China x EUA e Japão x Sérvia, com vantagens destacadas nos odds para americanas e sérvias.

O que vem depois?

Pode-se dizer que o Mundial acaba de ultrapassar a sua metade. A campanha da equipe campeã atinge 12 partidas, e todos os países vivos na disputa estão com sete jogos realizados.

Fica a lição do Mundial Masculino: as potências não merecem ser descartadas, pois ninguém esperava, por exemplo, que o Brasil fosse para a final, superando Rússia, EUA e Sérvia. Poucos também imaginavam uma derrota de 3 a 0 para a Polônia na decisão.

Que ninguém espere nada muito diferente no Mundial Feminino: apenas a partir da terceira fase, com dois grupos de três países, com os dois melhores avançando para a semifinal, é que veremos quem é quem. Com muitas jogadoras com problemas físicos, o Brasil se resguardou até o momento, mas chegou a hora da decisão. Para as brasileiras e todas as demais.

Jogos da 2ª fase do Mundial Feminino de Vôlei 2018

Terça-feira, 9 de outubro
  • 22:40 – México (R$ 8,50) x República Dominicana (R$ 1,05)
  • 22:40 – Turquia (R$ 1,22) x Azerbaijão (R$ 4,00)
Quarta-feira, 10 de outubro
  • 01:25 – Bulgária (R$ 2,50) x Tailândia (R$ 1,50)
  • 01:25 – Holanda (R$ 2,10) x Brasil (R$ 1,66)
  • 04:10 – Alemanha (R$ 1,12) x Porto Rico (R$ 5,50)
  • 04:10 – Itália (R$ 1,30) x Rússia (R$ 3,40)
  • 07:20 – China (R$ 2,37) x EUA (R$ 1,53)
  • 07:20 – Japão (R$ 6,00) x Sérvia (R$ 1,11)

Favoritos ao título do Mundial Feminino de Vôlei 2018

  • EUA – R$ 3,50
  • Sérvia – R$ 4,00
  • Itália – R$ 5,00
  • China – R$ 6,00
  • Brasil – R$ 10,00
  • Holanda – R$ 11,00
  • Rússia – R$ 12,00
  • Japão – R$ 30,00

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar