Ganhador.com

Copa Libertadores

Flamengo, Grêmio e Corinthians perdem na estreia da fase mata-mata na Libertadores e se complicam

Raposa bate no Urubu

Éverton Ribeiro tentou, mas não impediu a derrota do Flamengo no Maracanã pelas oitavas de final da Libertadores

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Reprodução

Estudiantes, Colo-Colo e Cruzeiro saem em vantagem no duelo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores 2018; dos derrotados, o Flamengo com dois gol sofridos em casa é quem tem a situação mais complicada.

Exceto pelo Cruzeiro que venceu o Flamengo com autoridade no Maracanã, os brasileiros não começaram bem suas participações nas oitavas de final da Libertadores. Pelos jogos de abertura da fase mata-mata do torneio, Grêmio e Corinthians – além, é claro do já citado Flamengo – falharam em conseguir alguma vantagem no jogo de volta e agora precisam, no mínimo, devolverem o placar nos jogos de volta.

 

Flamengo se complica em casa

Flamengo 0 x 2 Cruzeiro

Parecia que a estratégia do Flamengo de poupar alguns titulares na 17ª rodada do Campeonato Brasileiro surtiria efeito. O duelo contra o Cruzeiro ontem, dia 8, no Maracanã começou equilibrado até que na primeira chance que teve, aos nove minutos do primeiro tempo, a Raposa abriu o placar. Robinho achou Arrascaeta sozinho na área e tocou. O uruguaio deslocou Diego Alves e mandou para o fundo do gol. Os rubro-negros reclamaram de impedimento, mas Cuéllar dava condições. Aos 19, Thiago Neves perdeu grande lance ao cabecear no travessão após tentativa de Robinho. O Urubu equilibrou o jogo aos poucos e aos 34 minutos Éverton Ribeiro perdeu a melhor chance dos donos da casa no primeiro tempo em defesa sensacional de Fábio – novamente, um dos destaques do time mineiro.

O Flamengo, obviamente, voltou elétrico no segundo tempo e aumentou a pressão em cima do Cruzeiro que seguia firme na defesa e tentava explorar os contra-ataques enquanto Fábio garantia o bicho da galera quando exigido – como aos três minutos em boa finalização de Uribe. Aos 32, entretanto, o castigo: Arrascaeta recebeu de Rafinha e escorou para Lucas Silva, que chutou forte. Dentro da área, Thiago Neves desviou e matou Diego Alves dando números finais ao duelo. Não que o Cruzeiro não tivesse tido chances de ampliar: aos 47 Raniel chutou para boa defesa de Diego Alves que segurou também o chute (fraco) de Rafinha três minutos depois.

O resultado de ontem dá ao Cruzeiro a vantagem de poder perder por um gol de diferença para se classificar. Um 2 a 0 à favor do Urubu leva o jogo para os pênaltis e derrota do Cruzeiro por dois gols de diferença (3 a 1, por exemplo) classifica o Flamengo.

 

Corinthians joga mal e volta derrotado do Chile

Colo-Colo 1 x 0 Corinthians

O drama das eliminações nas oitavas de final da Libertadores volta a rondar o Corinthians. Sem criatividade, sem poder de fogo e sem alternativas capazes de mudar a partida, o Timão foi vítima da dedicação do Colo-Colo e do talento de Valdívia que se não é um “carrasco” com uma longa fila de gols no Alvinegro, mostra sua face de “maestro” sempre que enfrenta o clube do Parque São Jorge.

Catimbado e – de certo modo – violento, o jogo em si não foi bom. Jadson (de contrato novo) foi de uma nulidade constrangedora no meio-campo do Corinthians que até começou o jogo equilibrando as ações. Mas caiu de rendimento à medida que o tempo passava. Aos 37 minutos da etapa inicial, Carmona aproveitou rebote de Cássio na área e abriu o placar – e antes que a torcida pegue no pé do goleiro, vale lembrar que, apesar deste erro, o estrago em gols contra o Timão não foi maior graças a Cássio que fez, pelo menos, cinco defesas difíceis em lances claros do Colo-Colo.

Na volta do intervalo, o Corinthians seguia com os mesmos defeitos e não conseguia parar a bola e criar qualquer coisa. Tudo ficou pior quando Gabriel – mais uma vez afoito e estabanado – foi expulso aos oito minutos após receber o segundo cartão amarelo por falta em Carmona (antes, ele levou o amarelo por se meter em confusão no primeiro tempo). Para evitar o pior, Osmar Loss sacou o inofensivo Jadson e mandou a campo Léo Santos, fechando o time em duas linhas de quatro. Na única chance do Corinthians de finalizar na área, Danilo Avelar mandou para fora. Sem ter muito o que fazer, o técnico do Timão colocou Sheik no lugar de Clayson na esperança de que o veterano conseguisse ao menos segurar um pouco a bola no ataque.

No final, Cássio ainda brilhou em finalizações certeiras dos donos da casa e evitou um resultado pior. No jogo de volta, vitória por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis enquanto que o triunfo por dois gols de vantagem classifica o Timão.

 

 

Grêmio vacila na Argentina

Estudiantes 2 x 1 Grêmio

O atual campeão da Libertadores bem que começou o jogo com intensidade e fazendo o Estudiantes correr atrás da bola em seus domínios. Aos sete minutos do primeiro tempo, André recebeu passe de Maicon e perdeu uma chance clara na frente do gol dos argentinos. O castigo veio um minuto depois: Apaoloza acertou um belo – e indefensável – chute no ângulo esquerdo de Marcelo Grohe. Com a vantagem no placar, os donos da casa apertaram a marcação e controlaram as ações do Tricolor. Aos 37 minutos, Campi subiu mais que a defesa do Grêmio – que vem dando bobeira nos últimos jogos – e guardou o segundo. Gol que “matou” o time gaúcho no primeiro tempo até que aos 43 Kannemann pegou rebote na cobrança de escanteio e mandou para o fundo das redes argentinas diminuindo o prejuízo.

O Grêmio parecia “mais esperto” na volta do intervalo e aos três minutos, André perdeu mais uma chance clara de gol. Foi o suficiente para o jogo ficar morno de novo. Renato Gaúcho tentou mudar o cenário e colocou Marinho no lugar de Pepê e inverteu o atacante de lado com Ramiro. Mas não deu muito resultado. Aos 31, Zuqui fez falta feia em Kannemann, levou o segundo amarelo e foi expulso. Mas, nem com um jogador à mais o Grêmio conseguiu buscar o empate.

 

Luan preocupa

Aos 12 minutos do segundo tempo, Luan sofreu uma entrada dura do lateral Erquiaga no meio-campo e foi ao chão sentindo muitas dores. O brasileiro tentou seguir no jogo mas aos 33 não suportou mais as dores e pediu substituição. A lesão preocupa e o atleta passará por exames no retorno da delegação ao Brasil.

 

CONFIRA OS JOGOS E PALPITES DAS OITAVAS DE FINAL DA COPA LIBERTADORES 2018

Terça-feira, 7 de agosto

  • 21:45 – Estudiantes 2 x 1 Grêmio

Quarta-feira, 8 de agosto

  • 19:30 – Boca Juniors 2 x 0 Libertad
  • 21:45 – Flamengo 0 x 2 Cruzeiro
  • 21:45 – Colo-Colo 1 x 0 Corinthians

Quinta-feira, 9 de agosto

  • 19:30 – Racing x River Plate – Palpite: Racing
  • 21:45 – Atlético Tucumán x Atlético Nacional – Palpite: empate
  • 21:45 – Cerro Porteño x Palmeiras – Palpite: Palmeiras

Terça-feira, 21 de agosto

  • 21:45 – Independiente x Santos – Palpite: empate

Comentários

3 Comentários

3 Comentários

  1. Pingback: Libertadores: Palmeiras e Cruzeiro na frente | Ganhador.com

  2. Pingback: Raio-X para Corinthians x Chapecoense | Ganhador.com

  3. Pingback: Brasileirão: resumo da 18ª rodada | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar