Bundesliga

Enquanto Alemanha, Espanha, França e Inglaterra já sabem que times serão coroados, a indefinição continua na Itália

Foto: Chris Brunskill Ltd/Getty Images

Confira quem é quem na reta final dos campeonatos europeus

Atualizando meu texto de 10 de janeiro, pouca coisa mudou no panorama da Bundesliga, La Liga, Ligue 1 e Premier League. Na Série A a disputa ponto a ponto entre Napoli e Juventus continua. A corrida na Bota parece ser o que há de mais emocionante nos certames domésticos da Europa nesta reta final de temporada.

 

Na Inglaterra, indefinição só na FA Cup

Há dois meses já estava difícil para Manchester United tirar 15 pontos de margem para o Manchester City. Esta diferença cresceu mais um ponto e agora restam apenas nove rodadas para o fim da Premier League. A Terra da Rainha também já conhece seus prováveis representantes na Champions League: Liverpool e Tottenham se juntam ao campeão e vice, já que Chelsea e Arsenal parecem não terem pernas para correr atrás e devem se contentar com em participar da Liga Europa.

A briga contra o descenso é interessante. Apesar de haver muitos times com reais possibilidades de rebaixamento, neste momento o Z-3 é ocupado por Crystal Palace, Stoke City e West Bromwich Albion. O líder da Championship é o Wolverthampton Wanderers. Só uma improvável combinação de resultados evita a subida dos Lobos. O Cardiff City completa o G-2. Aston Villa e Middlesbrough, que investiram muitos milhões de libras, cresceram na reta final e adentraram ao G-6, que leva aos playoffs.

A Copa da Inglaterra definiu os oito participantes das quartas de final. Dos grandes, seguem vivos Chelsea, Manchester United e Tottenham e este título está em aberto.

 

Chance desperdiçada pelo Atlético de Madrid

No último domingo, o Atlético de Madrid ficou cara a cara com o Barcelona, no Camp Nou. Como perdeu por 1 a 0, em vez de reduzir a diferença para dois pontos, viu a margem barcelonista aumentar para oito. Real Madrid e Valencia ficaram muito para trás, mas têm desempenhos suficientes para se assegurarem na Champions League de 2018/19.

O quinto colocado Sevilla abre a zona de classificação à Liga Europa. Sua vaga pode ser confirmada de maneira mais emocionante, desde que derrote o poderoso Barça na decisão da Copa do Rei, que acontece em abril, em Madri.

No outro extremo da tábua, temos o já degolado Málaga, além de Las Palmas, La Coruña e Levante brigando para não descer. Na Segunda División o Huesca deve ser promovido pela primeira vez em sua história à elite. O tradicional Rayo Vallecano está em segundo lugar.

 

A melhor Série A dos últimos tempos

Os investimentos em craques têm aumentado consideravelmente na Itália ano após ano. O objetivo é recolocar a Bota no mesmo patamar dos campeonatos da Espanha e da Inglaterra, além de revelar novos talentos capazes de reconduzir a Squadra Azzurra de volta à Copa do Mundo. Neste cenário, o Napoli mantém a ponta com 69 pontos, um a mais que a Juventus, a onze giornatas do fim. Eles estarão frente a frente em Turim, em 22 de abril.

Os outros dois italianos da Champions League saem da contenda particular entre Roma, Lazio e Internazionale. O pior time desta temporada é o já enforcado Benevento. Crotone e Verona ocupam as outras duas posições do Z-3. No andar de baixo, o Fronisone lidera e o Empoli aparece na vice-liderança.

A Coppa Itália terá um grande dérbi em sua final. Em Roma, Juventus e Milan decidem a medalha de ouro.

 

Em busca da coroa quádrupla

Não deu para o Paris Saint-Germain na Champions League. Supercampeão Francês, Neymar e companhia ainda podem subir no lugar mais alto do pódio três vezes: a final da Copa da Liga está marcada para o próximo dia 31 contra o Mônaco, em Bordeaux. Na Copa da França, os parisienses duelam com o Caen na semifinal. O eventual rival da final será uma agremiação da terceira divisão, já que a outra eliminatória será entre Les Herbiers e Chambly.

O mais importante dos canecos já está na mão. O PSG abriu 14 pontos para o Mônaco na Ligue 1 e praticamente fechou a tampa. Aliás, o “Francesão” deve enviar para a próxima Champions League o Marselha, além dos prováveis futuros campeão e vice.

Troyes, Lille e Metz estão atolados na zona maldita. Na Ligue 2, o Reims disparou e todos já dão como certo que será o campeão.

 

Bayern nem é mais notícia

O Bayern de Munique transformou a Bundesliga em algo protocolar. Como conquista-la passou a ser rotina, ninguém nem fala sobre os 20 pontos que os bávaros têm de gordura sobre o seu mais colado desafiante.

Indefinição só mesmo nas vagas para as competições da UEFA. Neste bolo estão Schalke 04, Borussia Dortmund, Eintracht Frankfurt, Bayer Leverkusen e RasenBallsport Leipzig.

Equipes tradicionais aparecem nas manchetes, mas nem sempre por terem conseguido alguma proeza. Colônia e Hamburgo já amadurecem a ideia do descenso. Já o Kaiserslautern tenta se acertar para não descer à terceirona.

Na DFB Pokal, teremos Bayer Leverkusen x Bayern de Munique e Schalke 04 x Eintracht Frankfurt nas semifinais.

Situação nos outros países

Os torcedores de PSV, Lokomotiv de Moscou e Salzburgo beberão muita cerveja com seus títulos iminentes na Holanda, Rússia e Áustria.

As maiores novidades são a aproximação do Rangers que está há seis pontos do Celtic na Escócia; e o Young Boys que deve quebrar a hegemonia da Basileia na Suíça.

Em Portugal, Porto e Benfica deixaram o Sporting para trás. Já na Turquia, quatro lutam pelo troféu: Galatasaray, Basaksehir, Besiktas e Fenerbahçe.

A Bélgica se prepara para assistir à grande final copeira no próximo sábado entre Genk e Standard de Liège. Trata-se do espetáculo futebolístico mais interessante desta nação, já que o Brugge disparou na Jupiler League.

 

Começou o ano de 2018

Por causa do rigoroso inverno, Belarus, Cazaquistão, Estônia, Finlândia, Geórgia, Ilhas Faroe, Irlanda, Islândia, Letônia, Lituânia, Moldávia, Noruega e Suécia realizam seus certames entre  março/abril e outubro/novembro.  A melhor destas ligas é a Allsvenskan sueca, onde o Malmö tenta o bicampeonato e o AIK não deseja virar piada ao ser tri-vice-campeão.

 

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Hexa… para o Bayern: mais cinco campeões europeus são proclamados um mês e meio antes do fim da temporada | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar